Transcrição

salve salve salve Viajantes sejam bem-vindos apertem os cintos pois estamos indo para Vênus com uma pessoa que não tinha nem roupa para conversar mais é pois é a gente tava esperando muito esse dia né ela quer quadrinista e cartunista Ela É artista chargista é tudo simplesmente Laerte Coutinho coisa assim a galera estava eufórica quando a gente postou agenda da semana acredito que ela vai meu dessa eu fico eu fico muito grata pelo convite e ficou emocionada com esse com essas gravações assim né o reconhecimento né galera não contava com isso todo mundo ela é um podcast não acredita ela vai usar a gente Ah pois é que que é o motor uma viagem Jardim Bonfiglioli a Vila Prudente aqui né mas estamos aqui tá bom a gente vai dar os recados para depois entrar no papo tá certo tá bom se vocês quiserem mandar perguntas para Laerte que ia mandar mensagem para gente saibam que a nossa plataforma mudou de endereço mas tá tudo igual a NV 99. Com.br/Vênus ou se você sabe nos podcast.com.br você já vai ser direcionado pelo novo link da plataforma por lá nós temos o limite de 10 mensagens Então manda lá que você pode mandar em texto áudio ou em vídeo para sua carinha aparecer ali nas mensagens custam 300 Sparks se você quiser também fazer sua propaganda com a gente anunciar sua lojinha lojinha da sua mãe da sua vizinha você pode também por quatro mil Sparks é isso se você tiver assistindo a gente colar twiit lembra sempre que você pode brincar sua conta da Twitch com a sua conta da Amazon por quê Porque você vai ganhar um sub grátis por mês Para apoiar um canal que você gosta sem gastar o seu dinheiro então você faz isso não gastei ajuda a gente então faz lá que a gente vai ficar uma feliz esse os cortes hoje eu vou ser bem sim entendeu Você quer fazer um canal de corte você pode fazer não precisa de autorização Mas você tem que seguir uma regra que é espera terminou episódios não a gente dá um Strike Mas pode fazer é isso Pronto né temos surpresa boa cara a surpresa que dizer que você não viu eu não vi pronta Olha isso Laerte e olha lá olha o símbolo do Vênus e olha eu sempre faço aqui ela pronta para você achar um Vênus Preste bem melhorado Nossa cara aqui demais assim emblema esse é nosso emblema nosso o nosso ilustrador que fez esse quarto e isso pode ser chamado de cartoon posso chamar é hoje Galvão ele faz todos os nossos emblemas que quer dizer que se você resgata o emblema do dia quer dizer que você foi que você estava nesse Episódio e esse é o nosso emblema interativo de hoje né acho que ele ele não quis fazer feio ele nunca faz feio né mas é hoje ele não podia mesmo né Capricho hoje ou demais com Alert aqui muito obrigado legal vão boa ó o código para resgatar Cartoon como passar jogo cartão você tem 24 horas para resgatar e vai ficar lá na sua carteira de emblemas gratuitamente resgatar vai pagar nada e você vai receber em alta qualidade também uma cópia desse desenho Laerte e gostei da brincadeira porque a gente sempre fala que o menino está escondido em algum lugar ele não contou o Vênus e depois mostrou todo o desenho dele ele esconde o símbolo do Vênus em alguma parte e hoje ele falou vocês acharam Vênus e ele tava no seu no seu desenho são muito fofo muito legal muito legal olha eu sentada ali apontando demais demais demais Uma Incrível adoramos e quem tá com a gente também aqui hoje é o fatal Model que é o maior site de anúncios de acompanhantes do Brasil e o falta ao tem chamado uma chamado muita atenção por ter uma pegada diferente acima chamar uma uma levado a respeitosa com os profissionais e isso é muito importante daí as hoje em dia para gente poder quebrar esse tabu todo de desrespeito né com os profissionais da área inclusive eles possam lá no canal do YouTube D o conteúdo sobre o preconceito que esses profissionais do sexo sofrem também eles dão dicas sobre saúde sobre segurança sobre organização financeira tudo isso para legitimar cada vez mais a profissão e também nos educar educar os contratantes e tudo mais exatamente então você que ficou interessado que a conhecer um pouco melhor do automóvel você pode colocar o seu celular aqui na tela tem o QR Code E aí você vai direto para lá para conhecer todo esse conteúdo deles tá bom tudo com muito respeito e segurança leu fatal podemos todos recado sim enfim Laerte como é que você está primeira pergunta Tem que ser essa tudo bem eu acho que eu tô bem eu achei que tinha ficado com sequela com o vídeo mas não eu acho que eu sou assim mesmo hahaha você teve no começo da pandemia foi no ano passado eu vou a solo que saíram notícias né eu não uso do vamos chamar o ano passado de começo do para dormir sim sim só poderia terminar tão cedo já foi já há um ano atrás e é uma doença que tem um grande problema né porque grande partidas das das consequências são ainda desconhecidas então fica fica assim as pessoas ficam inseguras saber se o que elas estão passando ainda é com o vídeo já se já é outra coisa sim e no seu caso você ficou malzinha vem mal uns visivelmente com problemas respiratórios que eu tô trabalhando com ginástico sabe tá melhorando quando você pegou foi foi da forma mais leve como foi não foi muito leve não que forma pessoa não porque tem algumas pessoas conseguem tratar em casa não não não fui para Foi por um corte aqui não incorre foi para UTI do Incor porque três dias lá depois foi melhorando fui muito bem é muito bem tratada Que bom né que deu tudo certo e foi Pois é eu tomei essas vacinas depois e eu acho que ele deve estar me protegendo assim com ela você acha que ficou Pois é a gente fala brincando mas existem sequelas que estão sendo estudadas aí todas as esse esse campo tá tá sendo ainda objeto de pesquisa estudo para levantar o que que tá acontecendo dizem que eu a alguma afetação na massa cinzenta do cérebro mas não se sabe como isso se reflete eu nas pessoas quiser de pessoa para pessoa pode ser diferente as condições individuais são diferenças condições é doido pela qual a pessoa pegou o vírus também são diferentes então é tudo ainda o tamos no escuro ainda que a longo prazo a gente não sabem não sabe pode morder essa com elas na área da memória na área de na hora do sensorial como o fato esses coisas todas eu já vi até que tem diferença que pode ter diferença é mais um estudo do tipo sanguíneo para a gravidade do vírus e tal até estavam estudando acho que eu não sei eu não sou autoridade nenhuma para falar sobre isso mas eu leio procuro procuro me forma eu tive descer com ela só só ficou meu olfato ficou meio comprometido até hoje todo cheiro ruim para mim tem o mesmo cheiro isso aqui que ficou de resto tá tudo certo mas nessa questão sensorial o meu olfato para cheiros ruins ficou uma porcaria Pois é o que eu fico pensando em relação o vídeo ao coronavírus e o seu efeito no nos ser humano esse a gente tá se a gente tem domínio completo do que do que outros vírus podem ter também provocado no ser humano longo dos séculos todos eu acho que o momento que a gente está vivendo no mundo no planeta o ser humano e nesse este ser humano neste planeta é uma conjuntura super específica Tá mas e a história do ser humano já já se relacionou com vírus no centenas e milhares de vírus assim a gente não sabe direito não que que aconteceu E aí o que pode ter pi a gente tá tendo aí crianças que vão crescer tendo tido com vídeo né E a gente não sabe como vai ser seu desenvolvimento é tanto vivido também o arranjo social da poder me Aqui é uma coisa inédita na minha geração Pelo menos é É isso aí essa o regime de isolamento que foi necessário o modo como como as famílias tiveram que organizar o modo que uma população toda de todas as categorias teve que se organizar em relação ao academia eu a gente vai a gente vai ter um futuro de marcado por isso muitas coisas mudaram né tipo de trabalho que passaram a ser Home Office Total assim que não pro dificilmente voltam né algumas coisas muito pode cansa É verdade rs e é diferente porque não que tenha sido obviamente a primeira situação de pandemia e esse foi uma pandemia diferente porque agora teve internet então as pessoas ficaram distantes mas podiam se falar podiam-se ver podiam se ligar já conteúdo foi diferente né Essa atravessa a estante foi muito consumida no modo geral né dentro das casas Acho que foi o que que salvou a consciência a TV você ver uma diferença assim da Galera em casa consumida essa esse conteúdo vejo saber que eu vejo ainda com alguma dificuldade o que eu sou uma pessoa do século 20 eu não consigo me relacionar bem com com naturalidade com as formas de difusão e de fruição da época da internet a internet para mim ainda é um espanto horror Meu Deus passou conversar com uma pessoa olhando a cara dela isso é uma coisa que a gente viu num filme do Kubrick e que ele foi foi feito e 67/2001 Odisseia no Espaço foi a primeira vez que eu vi alguém falando no telefone com a cara da pessoa linda meus isso é tão remoto quanto Aqueles carros flutuantes assim não foi pastor até um pouco de fora e daí muito não é ah e hoje você usa bastante rede social né Você usa seu Twitter Eu uso mas com alguma estranheza ou não não é uma coisa muito natural para mim eu ainda sou uma pessoa que desenha no papel aí eu escaneio trabalho digitalmente essas imagens mas eu não dei não faço direto sabe muitas muitas pessoas já estão trabalhando nesse certamente hoje Galvão deve ter feito sim trabalhado direto em cima do digital mas não sei qual que é o nome do aparelho tablet é um tablet mesmo né Vocês tem outro outro nome mas vou aqui no vendo a gente gosta muito de saber a história da pessoa desde o começo da hora de fazer croche Beck porque a gente tem bastante tempo então começa se você não sei 51 nós temos bastante tempo em São Paulo foi de São Paulo e na maternidade São Paulo o que ainda existe não não existe mais acho que já fecharam Mas eu fui lá o usando os atrás que eu queria ver a hora exata que eu tinha nascido para fins de horóscopo e eu descobri que eu nasci as 10 e 10 tá bom Da noite mas eu vi o registro a enfermeira falou e vai demorar semana não sei o quê Porque tá aqui no meio dessa coisa toda uma atendente né eu falei mas não tá por ano assim é pois é mas ela pegou e achou na hora porque não era tão difícil lá no Clara e Acho lá o quarto de minha mãe com 25 anos me teve e o número do quarto que eu esqueci mas nasci as dez e dez da noite e aí compra exatamente descobrir aquário eu sou geminiana com o cê deixa o e todas as implicações para possíveis é muito legal e você sua mãe teve você e teve mais filhos como eu não tenho três irmãos mais velhos um irmão e duas irmãs mais velhos mais novas Mas velho meu irmão Mauro e duas irmãs mais novas a Lena e o marido alguém seguiu para o caminho da arte que alguém seguiu para o caminho da arte além de você eu não sei eu acho que eu sei que você está chamando o que eu faço de arte Tá certo tá certo não concordo eu não a minha irmã é fotógrafo ou a minha outra irmã bióloga e e atleta e meu irmão Engenheiro todo mundo arte sim Eduardo é verdade você tem dificuldade para enxergar a importância do seu trabalho a relevância do seu trabalho Olha levou se eu não tenho tanta dificuldade quanto a car Oi coração como arte sabe arte para mim também é uma coisa é uma coisa escorregadia quando penso em acho eu fico pensando em artistas quando penso em artistas eu penso em pessoas assim mais ou menos no circuito artístico no contexto artístico escultores pintores cineastas só não sei o quê e eu me vejo muito metida no no dia a dia do jornalismo Mas por outro lado é uma atividade muito específica para se enquadrar como jornalismo por o sangue assim nada o que eu faço existe dentro do jornalismo de forma umbelical assinou a gente dificilmente existiria fora da atividade jornalística é mas ao mesmo tempo não é exatamente o jornalismo a parte de fazer charge política charges que o cartoon editorial né Essa é uma atividade de colunista a gente se se qualifica assim como alguém que tem um espaço de opinião no jornal já a parte das tiras é um pouco mais mais livre mais poética e envia-se se permite esse tipo de voo o Senado não é aquela coisa comentário político da página editorial desde criança você artista desde criança você desenha ou todo nesse nesse nesse ângulo acho que toda criança e artista porque dificilmente você vai encontrar uma criança que não seja pelo menos se é fornecido abastecida de papel lápis essas coisas eu acho que não seja não se expressa seja desenhado seja fazendo música você faz alguma coisa nas crianças são todas dotadas desse potencial né artístico que se passa que muitas vezes a criança é submetida a condições bens humanas mas sim o lá em casa todo mundo desenhava o vazio minha avó dava aula de piano e então nós todos tivermos passamos por essa por essa fase né de aprender aqui rápido de piano cachorro cachorro Pet dos irmãos é próxima que a idade dos irmãos é próxima a sua com seus irmãos a minha irmã Marília temporona ela tem uma distância de 10 anos da última irmão mas os outros três são diferença de dois anos meu irmão dois anos depois eu dou e a minha irmã e daí tem a têmpora você acha que você teve uma infância assim lúdica com muita brincadeira nosso foi muito aí foi demais a gente morava por conta do meu pai ser professor da USP a gente foi morar num bairro próximo a USP que era o Alto de Pinheiros naquela época o Rudi Terra passava vaca passava jacaré pela rua era uma coisas estão postas e tinha muito espaço de mato de ter de terreno baldio a gente jogava bola a gente andava de bicicleta pela rua então aí existem a nossa existência lhe foi muito parecida com uma cidade do interior assim que delícia A minha memória de infância foi bastante rica nessa parte aí EA vizinhança toda comunidades Parelhas assim dos meus pais também tinham filhos parede o que a gente estão se uma turma grande assim também então sei eu acho que não dava para querer lá a gente tinha uma existência livre de uma classe média bem estruturada mas ao mesmo tempo com muita dotada de muita coisa você grande estudo livro e eu sou espaço uma curiosidade de professora na época da escola seja já se destacava nos desenhos ou é aquela coisa que depois passam os anos a professora falou como assim ela virou coisa disso a E aí eu não sei as professoras certamente acho que já morreram você se o que que elas falaram Mas você já te disse a Cava já tinha essa essa esse dom assim do desenho não que eu me lembro eu acho que altura do campeonato que eu me lembro de ter algum diferencial e-mail relacionado a desenho já era ginásio já era pra adolescente assim em criança não eu acho que eu acho que eu desenhava tanto quanto os outros galinha fale isso Ó desenhava amigo palito aquele para combina você que são os adultos que ensinam as crianças a desenhar uma linha palito as crianças crescem muito rapidamente Assim começa a cozinhar Os seres você deve conhecer isso melhor que eu criança representando o ser humano representando a natureza representando o É sim é uma é uma mas são expressões muito malucas é muito doida E é porque ela coloca no papel mais o sentimento do que a razão né sim pois é eu não é uma representação realista é uma representação emocional do que acontece do que ela percebe né fim do mundo tem até muitos psicólogos e terapeutas infantis que pedem muitos desenhos para criança porque não desenho ela consegue ver o valor que ela dá apresenta para o pai para mãe se ela só pra alguma ao trato pelo desenho pelo como a criança desenha aquele adulto na vida dela se consegue perceber desenha a família ela tá mais próxima da mãe e deixa o pai longe quer dizer que talvez ela não queira a presença daquele pai ou o pai era ausente ausente então é o desenho traz muita muita informação aí na vida da criança e aí quando chegou desculpa imagina não se a professora foi professora foi professor deu eu abandonei o Magistério e quando entrei para comédia mas eu dei ela durante dez anos crianças fundamental E aí é multidisciplinar né então é até o 5º ano aqui agora é ano Mas até quando eu tava lá era série era quarta série não tem divisão de disciplina não tem professora de português professora de matemática é o professora na Professora Doutora agora feche os cadernos valor a única disciplina que era separada Educação Física mesmo o resto era tudo Olá tudo com a gente eu tive uma professora que eu do que a gente chamava de quarto ano primário não sei o que é isso é a tal da 4ª série 4ª série do Ensino Fundamental né foi o último ano em que o era uma professora só para tua mãe muita fé porque hoje é o quinto ano incrível foi certamente a melhor professora que eu já tive na vida o senhor era uma mulher incrível ela tinha sido paraquedista e ela contava as coisas cada coisa para te contar os negócios do meio escabrosos que caiu eu vou parar paraquedas não abriu gente o mesmo dela falando assim foi terrível ela foi lá ela ficou desse tamanho ficou assim meio metro ficando as pernas entraram para a gente a gente Maravilhado e O Paraquedista e não eu lembro também das das das aulas que ela deu e dos conteúdos que ela andava sozinha ela tinha uma competência profissional assim inegável qual matéria que você tinha mais facilidade Qual matéria que você tinha mais facilidade português estou com o seu não me dava bem com matemática até hoje não consigo ver uma planilha na fila frente do meu dedo encolhe as é mais de humanas então exatas não a gente não chamar hoje humano mas era isso matemática física química é um grandes problemas eu acho que eu tive professores não muito bons também sabe quando o começo quando chegou em torno diversidade de professor ao você eu acho que eu peguei umas figuras meio difícil isso assim hoje e principalmente na área de químico O que é aquela parte de estudar toda a tabela periódica e tem muita tem muita forma muita Nossa sempre fui péssima Nossa eu senti que era um pessoas que sabiam perfeitamente do que se tratava a coisa mas não sabe um é que nem alguém me explicando como funciona o Instagram eu não consigo entender porque para pessoa tá tudo muito Claro não aqui você entra aqui só que a história só que não é história e eu amo volta volta volta É mas eu tenho muito professor que tenho conhecimento mas não tem a didática né para passar o conhecimento ele ele retém o conhecimento e daí entender que que você tá frente a uma pessoa que não sabe do que se trata alguém estrangeiro ali você não pode chegar pronto uma pessoa que não fala sua língua e digitar mandar um papo hoje eu gosto muito de desse tema de professores assim Ontem eu vi um texto que me emocionei eu não dou aula já tem muito tempo tem 15 anos que eu não dou aula mas até hoje me emociono porque eu acho uma carreira muito bonita né Muito importante a função do professor e Ontem eu vi um texto que falava assim que o menino encontra é um professor e aí ele falou que eu virei professor por sua causa aí o professor fala para o senhor que tinha sido Professor dele né fala nossa eu queria muito saber o que foi que eu fiz para te inspirar tanto e olha eu sempre gostei muito das suas aulas mas teve um dia que eu vi uma caneta que um amigo meu tinha e eu queria muito aquela caneta e eu peguei o furtei a kaneto e aí o meu amigo deu falta da caneta reclamou E aí você fechou a porta e disse que era para devolver como Ninguém se manifestou você falou para todo mundo ficar em pé tipo ao lado da carteira Porque você ia passar vendo os bolsos Mas você só ia fazer esse todo mundo tivesse com os olhos fechados E aí o menino contando né que aí ele se levantou Ficou ali parado de olho fechado e o professor foi passando olhando todos os bolsos viu que a caneta tava no bolso dele pegou continuou revistando todo mundo quando acabou Ele falou podem abrir os olhos já temos a caneta Aí o menino falou naquele dia você salvou a minha dignidade você me ensinou que não era certo que eu tava fazendo mas sem me humilhar sem minha esposa e não sei o que né aí o meu é o menino fala para professora que você lembra disso aí o professor fala lembro da situação e lembro da caneta mas não lembrava de você porque eu também fechei os meus olhos Nossa cena do seriado né Lindo demais né Lindo demais atende po eu estava precisando para ela na cidade inclusive comigo então eu também Fechei os meus olhos para não saber quem tinha roubado a caneta achei muito legal gamento né nossa aquele que onde viu-se uma caneta especial uma caneta simples é que nesse caso pouco importa a caneta né mas pelo gesto do né sim eu acho muito bonita essa função de professor assim eu não dei conta de ficar mais admiro demais em Ok E aí quando eu tava chegando na época de faculdade você você tava entre qual curso e qual curso Pois é ou o povo falava eu tava assim um secreto desejo de ficar vagabundeando pela vida mas o povo falava que não tem uma tem um diploma é importante depois você vai ser preto você vai pegar se ela especial isso era um argumento que eu levar eu penso eu saí com a minha frente eu preciso matar uma pessoa pensando né tá bom vai querer se matar não bom então eu resolvi fazer alguma coisa que fosse eu sei lá arquitetura era o que todo mundo faz o falar você veja Chico Buarque por isso arquiteto mas ele faz o que te tudo tem lá de fato eu conheci muita gente que fez Fall ou Mackenzie arquitetura e depois de outras carreiras é inclusive quadrinhos bom E aí eu fui fazer arquitetura não lembro se fiz o vestibular ou não mas aí começou a falar muito de comunicações e eu achei que essa escola assim Dever Ser o retrato do da minha decisão eu e trem em comunicações lá eu pretendia fazer tinha um ano eu quero humano básico e ali não era não tinha você não precisava se especializar em nada eram uma espécie de geralzão assim não e eu fiz esse ano básico pensando em cinema ou teatro quero que eu queria fazer aí eu tomei pau e entrou música A Cadeira de música foi inaugurada no ano que eu tomei pau eu falei acho que é música você ligou eu tava decidida bem orientado a música eu tinha o pior do que a minha avó tinha ensinado uma oi porca e ela era uma grande professora mas era uma péssima aluna eu então eu aprendi umas coisas meio básicas assim eu vou fazer música E por quê Porque eu queria fazer música para teatro música para cinema essa é a minha ideia eu tinha feito já um curso livre na Álvares Penteado onde eu tinha feito passado por uma experiência muito importante para mim em teatro e Inclusive inclusive lidando com música com pinturas também foi muito legal com três anos que eu fiz na na FAAP 66 67 68 e o curso de teatro para mim foi assim revolucionário Pois é incrível que dava aula para gente ir na um Naum Alves de Souza e mudou minha vida aquilo então quando eu entrei na faculdade eu tava assim com uma memória da farra eu queria fazer alguma coisa relacionada com isso quando entrou música eu falei vou fazer música e de alguma forma a combinar isso com cinema o teatro que eu são usuários que eu gosto nem me passava pela cabeça desenhar eu desenhava para o jornal do centro acadêmico para os amigos ficava na aula desejado os professores e tal e foi um professor que ver me falou wylie wylie Correia firme falou um dia escuta se você não fizer música se movem eu falei burro e desenhar Se você não puder desenhar você morre eu falei ah já tá mais perto de eu morrer não pudesse desenhar ele falou então larga música Vai ter que desligar porque é o que você quer é o que você tem para fazer Oi e eu falei É mesmo sou uma Bruna tão horrível assim não leva se você não vai ser o que o seu coração quer saber o seu que você ele não falava coração que é mas algo parecia algo parecido eu entendi que eu entendi que ele tinha razão aí eu Dinei para comecei a fazer um estágio numa revista ou então e larguei o tranquei o curso de música e foi ser desenho isto É nesse momento você já já havia isso assim como profissão você já imaginava que eu vou levar isso para ver Pois é eu demorei um pouco para ver como profissão assim foi só semana passada deixe uma acordei profissional disso eu ganho dinheiro vivo disso eu pago meus boletos então eu sou profissional diz que tá eu eu acho que vem um pouco também do desse jeito desse jeito meio meio alienado que eu acho que de alguma forma fez parte da minha formação também como nunca precisei sair trabalhar ganha vida eu trabalhei ganhar a vida e me esforço aí igual mas eu nunca precisei e de forma dramática de isso então para mim essa formação Ela é a minha formação acadêmica e profissional ela tá muito revestida desse dessa é desse prazer lúdico de lidar com o que eu faço sabe o que eu faço é muito legal de ser feito eu gosto do que eu faço até hoje um pouco menos um é mas sempre foi assim então enxergar e se Enxergar como profissional eu não sei eu devo estar falando bobagem mas mas é isso é uma coisa que eu estaria fazendo mesmo grupo e pagar sim mas é é totalmente compreensível porque quando a gente entrega um produto que ele não é muito tangível é mais difícil você se sentir um produtor de produtos sabe entende é mais difícil eu entregar a casa né ele entrega uma coisa o cara faz o carro ele vende o carro eu e eu sinto isso como humorista assim às vezes eu falo tá mas quem falou para mim que eu sou engraçada eu tô pagando as contas dele 15 anos mas será se não decidiu decidiu que o senhor frango o quadrinho é mais tangível do que um conceito criado não está indo a cobra mesa com certeza Ah e assim é muito difícil porque eu falo tá mas e aí beleza tô pagando minhas contas você falou tô pagando meus boletos Mas e aí quem foi que decidiu que sua profissão é que fica complicado né Ah pois é mas eu de fato o número não tinha pensado em ser outra coisa Teve uma época que eu eu achei que eu ia precisar e eu pensei assim que que eu tenho competência para ser pensei eu sei trabalhar no Banco por exemplo naquela época isso foi 69 eu achei que banco era uma coisa super fácil Metralha e daí eu trabalhar que não exigia nada de uma pessoa não ser saco né para ficar ali fazendo conta e prestando conta então não é bem assim qo dos Bancários que eu conheci e me explicar o que é bem mais complicado assim e que o certamente seria uma péssima bancária e a ser demitida ou presa né ah porque você acha porque eu não sei fazer conta a e eu até usei é pois é uma classe de problemas de matemática quando eu estava no primário ainda que chamavam problemas de lucro quando a ideia do lucro apareceu nos meus livros de problemas de exercícios eu pirei porque eu não consegui entender que uma você compra uma coisa por 100 cruzeiros na época e vende por cento e cinquenta cruzeiros daí essa pergunta pensou em perguntar o qual foi o seu lucro e eu dizia 150 Lógico que eu vender não mas eu sei ao Senhor Já paguei o Edson já era passada né não existe mas eu não consegui entender isso e talvez ainda seja faculdades para entender isso o que são valores né como é que esses valores se organizam dentro de um fluxo esse fluxo tem uma história essa história tem o seu creme que toma e qual foi o primeiro jornal que você pois é Gazeta Mercantil Sá e não me tira não foi das vezes aplicativo mas foi pior é uma revista chamada bandas que era uma revista para para empresários era uma revista de Economia um começando a sua área favorita Pois é e eu não viu ficava ali no eu chegar lá na redação e perguntava para os meus amigos saidenberg eram Sardenberg tava lá na nessa também eu fui me lembro que eu sentava com ele e pedi para ele me explicar assim me fala os problemas aí não eu não sempre problemas específicos juros debêntures balança comercial eu até hoje não domino essas coisas são coisas meio míticas para mim assim debêntures só você sabe o que que são debêntures que são de ventre não sei o que estamos tentando subir seus ouvidos e você sabe que o dever Mande uma mensagem para gente falou em commodities eu penso em loja de conveniência hahaha é maravilhosa e aí você trabalhou primeiro pressa revista revista Como que você conseguiu esse trabalho porque amigos meus que faziam estágio nessa revista falaram de mim e o diretor da revista que era o quartinho corte em Barbosa Ele pediu para falar comigo queria pensava de um ilustrador na revista e eu fui ele gostou aí assim começamos e depois foi para jornal foi isso depois eu fui para o placar Aí Já Era um pouco mais tranquilo temas eu pedi um pouco mais não nunca joguei muito bem futebol não e também não nunca foi entendedores mas enfim Estávamos falando de uma coisa com quatro linhas dois gols uma bola e onze pessoas dentro e aí eu fiquei eu paro de ter um bom tempo na placar e durante a ditadura você também teve fez um papel não chorou isso era plano ditadura a gente nessa época começando anos 80 terminando anos 70 fundamos a oboré que era uma era uma uma agência que lhe dava com comunicação para sindicatos de trabalhadores que eu trabalhava na placar na o boné na Gazeta Mercantil com isso eu compunha o meu meu tempo profissional qual foi o impacto desse desse período que você produziu durante a ditadura que você produz ia é cartoons é tiras charges pró-democracia qual foi o impacto que teve eu trabalhava na Gazeta Mercantil por exemplo porque era um jornal burguês um jornal que estava alinhado com as idéias democráticas mas trabalhava no contexto de jornal de economia do o período ditatorial Então se dirigia a um público leitor que nem sempre tava torcendo pela democracia que muita gente com compromissos e com envolvimentos ative com atividades pouco Democráticos né e dentro do Borel tava ligada a sindicatos de trabalhadores aí eu já tava mais perto nesse tempo eu tava no Partido Comunista e perceber e e aquilo fazia parte de um projeto de um projeto político também Sim a gente queria do tarô o sindicato de trabalho a gente queria que eu sair de casa de trabalhadores e os trabalhadores compreendessem a importância da comunicação do Jornalismo do planejamento de campanhas e tal e tudo e foi o que a gente fez durante aquele tempo há 70 e 71 e 78 79 foram as greves na do ABC onde Lula começou o ritual e tudo então foi foi essa e daí a mãe foi na verdade a ideia de fundar oboré veio do Lula o Lula que para o sugeriu que a gente se reunisse e constituísse uma equipe tá poder atender vários sindicatos de forma pessoal né de forma personagem fazer veículos personalizados o senhor e amplificaram né o trabalho já o Pasquim veio também dessa dessa necessidade eu posso quem joelhos em um jornal que que nos impressionava meio impressionava pelo resistência né pelo Audácia pelo soundigital e tudo e foi certamente não nos Oi livre para fazer Cartoon fazer desenho de humor os outros de outros estímulos também existiram tipo pino nessa época foi Acho que foi no final dos anos 60 que eu vi pela primeira vez a Mafalda alguém trouxe uma Mafalda de uma viagem e eu olhei aquele falei não aceito isso que eu quero fazer até então você não tinha criado personagens não Não eu tentava criar personagens tentava eu confundo um pouco usando em que essas coisas todas se deram eu comecei a me a frequentar o jornalismo profissional importante publicar e receber por isso em 73 74 antes disso publicava mais na área do amadorismo assim mas já eram eu já conto com o a profissão mas 73/74 foi quando eu comecei a pensar na minha existência como um profissional mesmo e aí o pessoal do Pasquim era uma referência mais forte né E como que você mídia esse humor que você usava nas charges qualquer a sua régua do limite do humor e eu principalmente a reação dos próximos e eu queria a gente sempre se conheceu né nós que fazemos quadrinhos e cartoons a gente sempre tava numa turma sem Angeli Glauco carusos Luiz g a gente fazia o balão na época da faculdade 72 então e prosseguiu pela vida fora então eu acho que é para mim a primeira referência assim para ver se o que eu tava fazendo tava dando certo ou não era um eram os outros era o olhar dos colegas das colegas hoje você sente que essa régua ela mudou muito mudou porque tem é porque eu tô velha já tudo 50 anos fazendo isso eu já tenho uma espécie de régua automáticas Sim eu sei eu sei que se vai dar certo ou não eu sei se o seu produzir alguma coisa que bem essa ou não e e daí tem a reação das pessoas que chega pela internet que chega pelo pelos comentários em Twitter WhatsApp tal e tudo isso eu é muito mais claro e muito mais volumoso também né quando a gente fazer publicado em revista para chegar a resposta dos leitores Liga para o carta carta carta mesmo nos escrito à mão sim e ali chegava Aquele bando de carta você gente ficava Oba cartas Cartas a pessoa tinha que tinha um trabalho maior para dar sua opinião hoje em dia é muito a opinião sobre o trabalho do outro você vai na internet tá lá para colocou e pronto você faz aquilo com um pé nas costas e às vezes sem prestar atenção mete o pau já ou elogia eu às vezes eu vejo comentários que são mecânicos quase assim pessoa chega e fala Maravilha Ou nem põe vamos coraçãozinho pronto vocês automático Sim você quer dizer nada às vezes mil coraçõezinhos Nossa tenho tantas pessoas apaixonadas não reta tudo isso mas se você tem sim tá não querendo te bajular mas você tem eu sei eu sou muito grata eu fico muito impressionada com a quantidade de seguidores e sabe tudo já me disseram que o número de seguidores também deve passar por alguns filtros e avaliação sim é muito bote conta que não tá mais ativa que tem ainda conta lá né pessoas já desativa ou aquela conta tá e tudo mais ainda tá tô fazendo número seu engajamento é bem alto e você tem duas páginas se eu não me engano as tem a sua oficial e tem uma uma não oficial mais autorizada não é isso é que resposta ela resposta meus trabalhos e eu não gerencia gerência dela assim e tem muita juntando as duas da bem mais que um milhão de seguidores é não é não é galera viu é isso um milhão de pessoas cara é muita gente é qual foi a primeira personagem que você criou ou o primeiro personagem o personagem eu acho que foi na placar uma dupla quero [ __ ] e o baianinho e eu tinha feito uma viagem e nessa viagem eu conheci o trabalho de um humorista que já não tava vivo Júlio Soares e ele tinha um personagem que chamava-se pelo duro no Uruguai e o pêlo duro era assim um cara extremamente Popular falava tudo errado jogava futebol descalça era um e tinha um amigo grandalhão meio bobo e muito emotivo e tal e eu eu vim com essa ideia na cabeça e quando cheguei na placar eu eu propus isso assim fiz uma Essa dupla de personagens o [ __ ] e Baianinho banho o baixinho esperto agitado meio bobo também e o [ __ ] o grandalhão bonachão Realista e fiz durante durante um tempo isso acho que foram Meus Primeiros é personagens assim depois aí o Muriel né aprende depois foi a Muriel Depois teve acho que a outra leva de personagens foi o pessoal do condomínio pelo zelador o Síndico os gatos Capitão Douglas grafiteiro puxa-saco Fagundes É mas eu não eu nunca fui muito de personagem eu sempre fui mais de criar histórias e fazer roteiros e trabalhar nessa área sem de histórias e eu achava que os personagens eles eles deram funcionar esse eles para aquela história casa terminada a história eu não precisava mais da personagem personagem tinha uma resistência vinculado aquela história mas o quadrinho meio que empurra você para reaproveitar aqueles personagens de forma seriado como quadrinha publicado de forma seriada em jornais revistas existe um estímulo Tácito para que você continue fazendo histórias com aqueles personagens leitores pedem mas é personagem tá altos o quê aí lá vai você fazendo um personagem viver esse personagem vai ganhando uma vida própria também de certa forma ele vai ocupando o seu espaço autoral Sim porque é porque você está ali só para propor uma situação personagem faz tudo Você só tem que desenhar aquela história e eu vim vindo assim ó e eu acho que a maior parte das pessoas lida bem com isso e sabe trabalhar personagens e da densidade dramática para eu acho que uma das pessoas mais competentes para fazer isso hoje livro né o o mundo do Angelita povoado de pessoas de personagens que são muito ricas e muito representativas também dessa época dessa desse povo que a gente é a Rê bordosa é eu dele Nossa tava muito rebordosa é incrível incrível ele é um ele é um gênero nisso agora para mim não eu gostava mais de fazer história Então teve uma chegou um ponto da minha vida lá já no século 21 em que eu comecei a considerar a ideia de parar de fazer personagens eu acabei fazendo isso é E hoje você não é apegada a nenhum personagem fixo assim você queria culto fazer o gostava eu gostei de fazer o vermelho em gostei de fazer Deus gostei de fazer essas e que não são na verdade personagens lá muito originais o o ver bem é uma paródia de um super-herói Deus é uma paródia de Deus né e vai sentir Qual foi o lugar mais gostoso de trabalhar que você já teve o que você citou lugares assim onde não era muito bem só praia e depois você tinha os seus colegas também com quem você trocava mais experiências assim de desenho de ideias Mas qual foi o ambiente mais legal de trabalho que você já teve e foi a circo as histórias saber que nasceu que eu já estava mais trabalhando em casa mesmo ouvir algumas fases da minha colaboração com a círculo do Toninho Mendes em que eu fui trabalhar lá na seu eu também porque eu tava me separando e o Toninho Mendes que uma era uma pessoa absolutamente Generosa e magnânima assim ele abriu a casa dele para que eu trabalhava como instalar sei lá com um escritório né meu meu ateliê ficou sendo o os fundos da editora circo durante um tempo e eu gostei muito de trabalhar na circo o primeiro porque o Toninho tinha com a gente uma relação bem especial assim e ele era poeta e ele também se considerava autor não é do que sairá nós detona circo Depois tinha hoje ele tio Glauco tinha a gente estava sempre se encontrando em e peripécias Novas Aventuras e foi o que fez com que a gente mais tarde fizesse Os Três Amigos sim foi onde eu apareceu Os Piratas do Tietê Então acho que ele melhor lugar de trabalhar foi Editora circo também se você não tá falando só de lugar lugar mesmo a mesa sala tá tá perdendo ambiente beijo de toda a ser muito legal a profissão cartunista é valorizada no Brasil você sente agora não existe profissão não é uma espécie de classificação livre assim nós somos que que não são jornalistas a minha profissão é jornalista Mas eu sou autora de quadrinhos então eu sou o que uma desenhista de o molho gráfico Ah é pois é É valorizado assim eu acho que é valorizado nesse nesse momento que a gente tá vivendo eu acho que não tem nenhuma profissão valorizada por favor verdade Jesus pessoas formaram dá para viver de quadrinhos mais ou menos mas não tá dando para viver de quase nada na verdade quiser alma Criciúma coisa como Uber Como a crise laboral uma crise de mercado uma coisa enorme os preços que se pagam por trabalhos de quadro de quadrinho de cartoon de ilustração estão cada vez mais baixos ao mesmo tempo os veículos e as portas e as mídias que publicam esse material então cada vez mais numerosos amplos e diversificados internet por exemplo abriu um mundo para publicação de material gráfico tô chato não 100 mais e não não não eu tô em três preciosos livrinhos não ótimo a gente ama não pense por um minuto que você tá chata não é e qual que é a sua frequência hoje de produtividade todo dia você produz É sim mas o produto cada vez menos em cada dia eu eu já notei isso assim que meu ritmo de produção está diminuindo eu não sei se é verdade esse essa com ela dá com vídeos seus que já vinha antes da cor verde né não é não é uma coisa assim começou no passado então eu tô mais lenta Ué você tenta normal é normal durante se você já tava trabalhando de casa antes da academia já era um hábito trabalhar em casa já o computador libertou hoje a gente duas redações né eu trabalhava em redação na época da Gazeta Mercantil ia lá desenhar lá e tal depois me a folha eu também levava o trabalho depois apareceu fax a gente mandava trabalho por fax e o indicavam a corna primeiro o jornal começou a publicar em cores teve uma fase que era Estranha a gente combinava fax mandado exemplo Fax com indicação de cor era uma coisa meio maluca assim vai logo logo resolveu-se com os primeiros computadores e com os primeiros não sei que que ter mudar para isso os primeiros programas de envio de imagem a gente usava um programa chamado microfone um é muito legal eu ia perguntar alguma coisa de Sumiu agora que eu embarquei no que não pode Wilson trabalhava lá na folha ele eu lembro eu fiquei foi uma das grandes Emoções da minha vida é essa ele me ensinou a instalar o microfone no meu computador Zinho isso por telefone e me ensinou como fazer e daí ele responde quando a gente fez conexão ele mandou esse texto bem vindo ao mundo eu era menino naquela época bem vindo ao mundo digital e eu remoção do que gostam uma pessoa meu Deus isso fala meu Deus isso fala é ótimo eu queria abordar esse assunto já que você mencionou da sua transexualidade Mas você não sente à vontade a gente muda de assunto quando você se viu mulher você sempre se sentiu mulher você sempre falou mulher e não a primeira vez que eu me senti mulher mesmo foi uma sessão de dai-me na casa do Glauco o incrível que pareça porque o primeiro precisei me entender como homossexual que demorei décadas a terra aceitar isso e isso sim foi um um problema muito grande aí a transgeneridade veio como brinde acho que eu nunca tinha considerado lidar com gênero assim desse modo tem uma uma uma uma uma arranjo diferente na área de gênero e foi no acessório dai-me mesmo eu tava ali dando a minha viajar dia já tinha vomitado tudo que precisava na barra pesada você civil e eu me senti muito claramente mulher e o Glauco depois que terminou a sessão Ele veio falando precisa depois ver o que que era ser essas coisas que você ficar vai fazendo nos gestos assim eu ficava olhando minha mão mesmo assim vendo hoje vendo um gesto feminino movimento delicado assim você tanto delicado Eu não me sinto uma mulher delicada me sinto mulher mas eu não me sinto exatamente uma mulher delicada porque e para mim a delicadeza não é exatamente o atributo que define e consagra sim mulher EA feminilidade na minha mão você tá olhando meu pé também mas foi a mão sim o conceito todo criado de feminilidade tem esse atributo dentro né que o universo decidiu que mulher tem essa delicadeza no seu gestos e tudo mais e os foi 2003 Hum e ninguém falava sobre isso quase falava te amo te amo bastante coisa acontecendo já nos olhos aí em 2004 eu passei a entender mais claramente essa busca e eu comecei a comprar roupas de baixo e no supermercado comprar calcinhas e comecei a usar de forma e com Dida essas roupas essas peças umas sandálias de salto umas coisas assim tudo escondido daí eu passei um bom tempo sem tocar nesse assunto porque meu filho morreu em 2005 e eu entrei num parafuso bem grande e achei melhor não precipitar coisas nem misturar com a mais assim então demorei mas um 2008/2009 eu voltei o assunto hum aí eu entrei num grupo aí vale a internet nessas coisas um grupo na internet que era o brazilian crosta dessas Clube que acho que existe que gracinha quando você era criança era travesti assim uma palavra para travessia que travesti tem uma uma carga de preconceito muito grande ativo né exatamente as costas e eu dizia isso e ela meio chocante é uma travesti de classe média assim eu achei que era mais é um homem vestir vestindo roupas ou acessórios que eram atribuídas ao gênero oposto ou uma mulher do vestido coisas os nomes todos eles tenham a existência semântico equivale a moto então se você for em grupos de acompanhantes por exemplo você vai achar talvez a palavra calça dessa definido homens que vestem roupas femininas só sim tá Iguaba mais coisa então engloba também grandiosas vcc com a nossa ideia é uma pessoa que não está o tempo inteiro de mulher assim então tem uma vida masculina e tem uma existência feminino ainda terminados fim de semana ou festas ou usamos o que você frequentava os bens do grupo eu fiquei acho que um ano ou dois nessa nesse grupo até que eu achei que eu não queria mais ter uma insistência masculina nunca mais Hum E quando você se apresentou assim para o mundo como foi é a resposta foi a sainha uma coisa o a Deus por incorporando assim elementos com a pouco assustador também sabe assim e não é uma coisa exatamente tranquila é empolgante é em é uma coisa entusiasmantes né é mas não é uma coisa tranquila Se eu sair à rua o meu e sabia que de alguma forma tava correndo um tipo de risco assim e você não quis mudar o seu nome que isso que você sonha é mas achei que tudo bem continuar sendo lá é a escolha dos pronomes Foi algo que você que você batia nessa tecla Ou você deixou naturalmente tudo que é uma bolachinha obrigado é um cappuccino café eu acho que eu quero pode ser eu vou falar também Dani te acompanhe então então a coisa dos pronomes e outro dia vi uma entrevista minha de 2012 e ali eu eu me referia a mim mesmo no masculino ou com bastante e liberdade você Vivinha toda hora bom então foi uma coisa progressiva sim ainda assim às vezes você é Você se chama ao descobrir o nome então agora no filme inteiro já foi entendi entendi mas acontece de pessoas ainda me chamaram no masculino todas E como você lida com isso legal a você é o Laércio não só Alert é isso por exemplo mas abençoa tá me ela tá sendo absolutamente positiva comigo tá sim afetiva eu não tá não tá me agredindo nem nada eu corrijo que a pessoa beleza continua passa me tratar no feminino porque eu também eu eu penso nisso eu fiquei até os 60 anos de idade sendo conhecida como uma pessoa Olá tudo bem É a cafeteira tá fazendo você vai ver eu não saio Aqui o sol fica tranquilo hahaha eu fiquei durante muito tempo sendo conhecida como um cartunista e e um cartunista sem a menor fiapo de feminilidade para ou talvez tinha meio [ __ ] mas o que mas eu não tenho problemas com isso não agora eu compreendo com muita exatidão Por que que as meninas ficam se queixam disso é que estão uso dos pronomes não os pronomes do reconhecimento por quê Porque chamar a menina de nu masculino é uma forma de agressão mesmo ali tatua na testa né Ela é o e mesmo assim né as pessoas continuam exatamente Pois é eu agressão mesmo aqui Não no seu caso tem ainda a questão como você disse foi foi muito tempo das pessoas te conhecendo estudando caindo em vestibular tendo contato com a sua existência com o pronome né então acho que todo mundo passou por esse processo junto com você dessa transformação e de começar a aderir o nome feminino né então acho que é mais difícil trocarem hoje pois é eu fiquei meio manchada você não é então o para mim o peso do uso equivocado de pronomes não é tão grave assim eu eu sei que existem Oi France que ficam chateadas com essa minha posição mas é é como se passa coisa obrigada é compreensível mas cada história é uma história né E você tem de fato aí como você mesmo disse muito tempo sendo conhecida E aí tem que lidar coisa porque também tem isso que você falou né você percebe que a pessoa não vem na má intenção e se a pessoa não vem na mãe então fica mais fácil de você só corrigir continuar a conversa não giram mal-estar né exato e essa coisa de gênero tem uma outra tem um outro pormenor que que é o seguinte e quando você se identifica e quer fazer uma transição de gênero eu quero fazer um movimento de gênero Nem sempre é uma coisa só não é uma coisa unívoca sai de masculino e vai para feminino ou sai de feminino vai para o masculino o primeiro lugar porque a existência desses dois polos de gênero são colecionáveis e eles são condicionado e científicamente o biologicamente e principalmente culturalmente a existência de macho e fêmea e masculino e feminino é altamente discutível e o jogo é muito amplo EA Liberdade das pessoas desistirem dentro desse espectro deve ser mais Ampla possível e como as pessoas estão hoje lidando com isso é de uma riqueza nunca Vista Antigamente eu tinha mulher tinha homem a travesti era um homem tentando ser mulher e o sapatão era um mulher trazendo um homem era tudo assim eu acho que hoje existe uma uma uma compreensão do que se passa na área de gênero orientação sexual e nas áreas biológicas também que enriquece muito a visão que a gente tem das coisas que mesmo biologicamente existem graduações de intersexo Fala galera são reconhecidos hoje identidade de gênero nada tem a ver com orientação sexual não tem a ver com configuração também da genitália sim você podia ser mulher e continuar gostando de mulher então não teria nada a ver chegou a mente todas as coisas as situações de intersexo eram corrigidas no bisturi quando a criança nascia o médico falava a gente vai ter que fazer uma intervenção aqui porque é porque tem eu vou pronto estava criada uma outra condição por uma pessoa que podia perfeitamente existir com assim porque a vai ser um problema e vai ser um problema quando essa criança crescer o quê que vai ser um problema quando essa criança Crescer porque as pessoas adultos a construção social que vai circundar essa criança quando ela crescer vai criar um problema para elas vão criar o pylon exato né o que eles vão quer a criança e também vai saber o que a gente está vivendo hoje é uma situação que ao mesmo tempo é muito rica é o mesmo tempo é muito tensa porque as pessoas querem ser tratadas por favor e você Ah eu quero ser tratada não nem eu quero ser tratada como uma construção que já foi criado e mas não é muito fácil como é que você vai usar os pronomes neutros sim ele não é muito Claro não é e não existe também uma forma imediata e de cima para baixo para você determinar como é que vai se usar Sim nós vamos de língua falando de uma coisa delicada complicada então e sim como é que vamos fazer assim você já estamos fazendo né de uma foto de uma certa forma já estamos nos Estados Unidos Por exemplo ao invés de usar o rio XVII as pessoas que têm gênero não binário que o que querem ser chamada de pronome neutro usam odeia no plural a fusão ver Pois é eu acho muito estranho eu não falo inglês sim eu não sei se dificultaria compreensão tipo Day não sei que mas de quem você tá falando deles quem né não sei mas em alguns lugares parece que essa Norma for essa essa proposta pegou Sim eu já me contaram que sim que usa se dei sim eu vejo muita gente constrói hoje e na sua família como foi como foi essa apresentação foi foi bem Aceita eu no quando quando eu quando eu vi que ia sair a matéria do Inter no olho na revista bravo falava é o que eu me vestia com roupas femininas e tal quando eu vi que ia sair é o Antenor me mesmo é visual é só que vai repercutir um pouco viu e eu liguei para minha mãe e falei mãe vai sair uma revista aí que vai falar que que eu tenho o hábito de me vestir com roupas femininas e tal e é verdade e ela falou assim eu tenho uns vestidos aqui que deve ser massa fazendo imperiosa maravilhosa incrível e e ela não abraçou essa essa situação com de forma toda totalmente [Música] tranquila não Claro que ela ficou receosa deu sofrer agressões ficar lá não sabe o vamo país que a gente vive a sociedade que a gente vive então mas era uma postura de medo e não de preconceito né exato era o medo por você pela tua integridade física e não um olhar preconceituoso teve uma modo de acolher que eu achei assim demais muito legal a nani contou quando ela veio aqui é inclusive tá fazendo um ano que ela tem jeito e ela veio dia oito de março do ano passado e ela contou que também a mãe mais grave ainda eu acredito porque foi no interior de Minas Gerais então assim a gente bem ou mal vive numa numa é de lidar com todo tipo de situação A gente desce Augusta de uma ponta à outra ver tudo né aqui no você vai passando por tudo e ela conta por que era o menino marcam uma criança né um garoto no interior de Minas então dia professora chamou a mãe eu nunca esqueço essa frase que diz que a professora chamou a mãe da Nani falou Mãe sofreu tem um problema ela falou não meu filho não tem um problema e essa é a condição dele ele é assim e eu vou lutar para ele ser feliz do jeito que ele acreditar que ele deve ser E aí a mãe comprou essa briga mais dizer isso marcou muito a nariz que estou Nossa muito e assim eu tenho a sorte aonde conviver com Anália muito tempo e eu percebo o quanto isso fez bem para essa segurança dela sabe ou tem uma situação familiar positiva de apoio acolhimento e tal e tudo é fundamental todas as pessoas estranhas que eu conheci que tiveram essa sorte que tiveram essa felicidade contar com essa os negócios reconhece e perder muita clareza que gera uma boa transição né governamental sim viu o oposto também é verdade a situação familiar agressiva e hostil é o princípio o começo da desgraça eu começo da dos problemas porque isso se amplia na comunidade e você veio aleijada Você fez pulso se vê como chama colocada fora na marginalizado sim excluído sim e aí e aí eu perereco não é para uma pessoa se você poderá se constituir se organizar Esse é um ambiente de saudável na família faz toda a diferença mesmo né Oi tia perguntar alguma coisa perguntar Hoje você tá trabalhando em algum lugar você tá trabalhando pela internet na internet agora tu fura olho eu sou Desde décadas uma colaboradora da Folha E lá eu tenho uma tira diária eu tenho uma charge semanal e eu tenho uma uma um espaço que arruma um pouco que a folha chama de quadrão que é mais ou menos mensal a gente faz uma é uma página de quadrinhos uma tripona assim e e faço free lances e ilustrações para várias coisas sim para vários livros sim e aqueles comentar um negócio legal que cai muito no vestibular eu não sei se foi você que postou uma vez que era uma questão de vestibular Tipo o que Laerte quis dizer com essa charge foi você que postou uma vez e todas as alternativas nenhuma era o que você escreveu você falou não não foi isso que eu quis ontem com the whole essa pergunta Nem eu sei o que eu quis dizer então eu não me lembro de ter falado já mas eu já me lembro de ter pensado isso sim porque às vezes numa questão de vestibular se e foi para taxas meio nível caseiro o meu trabalho é completamente os bombado às vezes mas eu faço uma coisa que tem muitas saídas muitas leituras e aí Mandei sim Justamente eu acho que as pessoas que leem a minha tiram-se veículo um problema porque tendem a querer resolver aquilo como quem resolve uma palavra cruzada ou como retém como e como Se existisse uma uma ignorada Maio e uma solução não é às vezes é só é só uma proposta mesmo assim não tem um desfecho às vezes né não tem desfecho e eu acho muito engraçado tu que larga eles colocam na cabeça dele porque pode querer dizer também então todas estão certas todas as alternativas Podem trazer algumas tema que viaja muito né assim [Risadas] uma mão uma mão segurando uma caneta e a caneta perninhas também a mão você vem aquela mão grande assim segurando a caneta e a caneta caminhando e deixando pegadas aí Alguém escreveu assim nossa caneta é você vê a caneta verde verde verde oliva e então é uma caneta militar e a mão que tá segurando é a mão direita Então você aí eu achei que o pessoal tava viajando era dizer demais não entro não entro né deixou essa viajar são dela a interpretação dela participar ela significou isso daí tá tudo certo queimar é bom direito militar deixando pegar deixando marcas é qual o tema Você tem o tema Favorito de desenhar de criar é como se tema não tema Favorito por exemplo uma coisa que eu gosto eu gosto de desenhar piano e é meio difícil 88 teclas mas eu represento o teclado eu gosto eu acho graficamente o por coincidência eu desliguei hoje vamos tira com o pior você mas eu gosto de desenhar pior no por exemplo E aí você força para que tenha na história para você poder desenhar só começo com o miolo Às vezes o começo por isso porque muitas vezes a história se alto apresenta da mesma forma que quando você trabalha com personagens o personagem já vem com uma carga pronta assim ele já tem todas as manias todos os desejos todos os tiques tal personagem já vem com isso então às vezes se propõe uma situação e o personagem Já terminou a história sozinho da mesma forma quando você tem uma história com o desenho gráfico com humor Jade e assim às vezes você propõe uma coisa e o desenho diálogo a com você a história a sua mão seu cérebro e o papel e o lápis vão fazendo assim que nem a gente tá fazendo agora vamos conversando um dizer que a noiva o Chico Carlos uma vez usou essas pessoas a pensar com lápis é isso as vezes o lápis pensa também assim o lápis tem perninhas tem louco muito legal e Laerte se o seu documentário da onde surgiu a ideia Ah tá isso foi a Lígia e Alessandra que eu queria fazer um documentário comigo E ai eu lembro então depois mas a Lígia e Alessandra e Alessandra que devo fazer o documentário eu tava meio resistente porque e é desconfortável para mim a ideia de ser fosse tem um gente focando em mim sabe isso sabe o que que ela não eu não sou um tema que porque a gente tá fazendo aqui depois Episódio de hoje eu sei que foi estranho sob o começo das filmagens Foi estranho eu demorei muito aceitar que viesse a minha casa para filmar em casa aí já tava enviando e Bruno no projeto viu eu e mais cheio vindo se for um filme que foi rodado durante quatro anos nossa oi pelo menos não é não de forma ininterrupta tempo por exemplo a gente ficou nessa informação de vir em casa ou não um ano quase porque eu achava eu resistir bastante porque isso só meio esquisita mesmo não gosto muito desse jeito você hoje é mais sozinha eu moro sozinho como eu gosto gata gata mesmo hein e se sente mais sozinho você gosta você eu gosto você você se sente solidão Solitude não não tem nenhuma Solitude como é que é Sally tudinho quando você se sente confortável com a sua própria companhia isso tudo então escrito torno automático para Solitude me sinto bem sozinho assim eu não sei como é que vai ser quando eu tiver mais frágil e Mas independente assim mas vai ter uma hora que talvez eu preciso de gente por perto mas não sei como excelente menina que trabalha com você tem um time que trabalha com você que trabalha assim deu morango sim pessoalmente mesmo na vida pessoal né e é eu acho que tem uma hora que isso vira uma necessidade sim você tem familiares aqui ainda em São Paulo ou ter minha mãe minha mãe tá vivo ela é uma dessas pessoas que precisa ver até assistência né de cuidados e meu pai morreu ano passado e meus irmãos Meu irmão mora aqui em São Paulo Itapecerica e as duas irmãs Moro nos Estados Unidos e nós trabalham e moram por lá Entendi você tinha um programa também de entrevistas não tinha Pois é mas aí o foco não era você aí você aí você gostava Ah pois é mas o problema chamava-se transando com Laércio então a ideia era usar o termo trânsito de alguma forma e eu sugeri esse verbo transar que nos anos 60 e 70 tinha outro sentido além do sentido de sexo né transar ela era negociar ela conversar ela trocar uma ideia transar era um monte de coisa então é pa já até o objetivo né o transado convite do transado é tanto né Tenha isso como hum Oi e eu transando com Laerte durou acho que quantas temporadas não seja com os dois três anos se não me engano mas não era confortável para mim não foi uma foi um trabalho difícil assim que deu certo graças a equipe que tava junto Cláudia Priscilla e Pedro Marques Kiko Góes mano tá tudo deu certo por isso tem que você mais gostou de entrevistá-la É muita gente passou né mas eu gostei muito treino estão um amigo meu chamado Ney Olá neste mada e ele da área também não você gostou de trocar ideia eu gostei eu gosto muito dele e aí eu gostei de conversar com ele assim eu fora isso sei lá gostei de termos vídeo de emoção de entrevista ao Ziraldo entrevista Jaguar que eu não sei sempre faz isso em Rogéria eu nunca tinha conversado amanhã o que incrível eu não sei se foram boas entrevistas sabe eu tava ali muitas vezes eu ficava nervosa e ficava que eu pergunto agora viu esse material ainda tem na internet para as pessoas poderem assistir ai eu só acho que não lembra as pessoas para as pessoas vão procurar tem aqui tá falando que tem um É eu sei que na net tinha aquele aquele canto lá da net que como é que chama aquele canto da net que arquivos os programas Now Net Now os programas não fica muito tempo não não sei pode ser do Canal Brasil era isso é o Brasil então deve ter tem YouTube deve ter em todos os lugares adorando ele bate muito bem Nati e o vértice tá no na Netflix é isso no Netflix tá disponível lá para todo mundo assistir né eu quero sobre sua vida a janela em perguntas filho Ah é mesmo manda para ela ela acabou de vocês aí né não a gente tem mais não é só porque ela precisa gente não dá conta das perguntas que o pessoal Manda ele ficou bravo é se a gente não fala logo à pergunta da galera e você pode ler Tá certo vamos lá não sei se vai servir o filé o E você meu bem vou lá Pergunta tá presentinhos para vocês ainda é isso que tá rolando Curti isso aqui é agora é e manda filho certo o usuário usuário que mandou a pergunta chamar arte ele perguntou mandou beijos direto do Canadá e ele falou assim que tem uma pergunta ele é profissional do Design manter viva a criatividade nesses tempos tem sido muito difícil Qual é o seu segredo para Seguir Seguir aflorando e criando dessa forma sensacional Amo vocês meninas Cris me nota e mandou um coração um beijo arte um beija segredo não sei não sei de segredo da sua produtividade bem sem ócio né de criatividade pode do Batman e o Batman bêbado viramos Os Piratas e fala você sabe qual é o segredo do morcego e Oi e aí já baixavam as calças para isso aqui no seu rego alguma alguma surpresa um Moniz tica anúncio de piada né o meu segredo Mas você passa por momentos assim de bloqueio criativo não pessoal vivo você tem dentro do morcego é tudo passa o bloqueio criativo todo dia como passar por cima dele acho que essa é a dúvida do Iguaçu a técnica que que você faz quando da hora Olha eu não sei para mim funciona lavar louça para usar o E é sério incrível eu gosto muito de lavar louça né que eu gosto muito de lavar louça lavar louça para mim é uma atividade relaxa que interessante deixa a cabeça num ponto não tem verdade você não comprar ouvir isso contado por outras pessoas também que teve tal ideia lavando louça lavar louça é bom porque uma coisa você faz meio mecanicamente ao mesmo tempo Exige uma certa um pouco de atenção não é porque não ficar lavando sim e você tá entregando uma força mas é uma baita força firme sim isopor então quer dizer se você põe na sua cabeça numa sintonia em interessante bem interessante sim agora às vezes a o bloqueio criativo é mais para você respeitar ele do que para superar é porque se você não tiver com o prazo estourando coisa Às vezes é importante você também res e os momentos de dificuldade o que você tem sim porque a gente não vive em função de ficar criando criando criando criando a gente está vivo ali a gente está transitando pela pela vida né e criar e produzir trabalhos é uma das coisas que a gente faz mas às vezes às vezes a gente é solicitada a dar um tempo né E daí eu não sei eu acho importante assim quando eu sinto que tá barra pesada que o prazo não tá no meu pescoço e a coisa assim às vezes dá uma volta ou parar mesmo pode ler alguma coisa sabe o que que você faz no seu dia-a-dia além de seu trabalho como é que é a sua rotina viveu na cabeça agora essa curiosidade o root no E aí Geraldo o trabalho de eu produzo Tira essas coisas mais a rotina da folha é produto de manhã eu gosto de fazer de manhã depois vou lavar a louça Olha aí importante mas depois sua gata gata gata é o primeiro Muriel Maria eu vou pegar a primeira Providência tá com comidinha com os Goró dela água caixa de areia limpa alguma coisa assim quando chegar no almoço depois depois que eu [Música] venho fazendo assim que são coisas que exigem um tempo a resolver determinadas questões Abrir depende um pouco Daria né é valia eu vi muitos comentários quando a gente postou agenda dessa semana assim não está Laerte nunca da entrevista quase nunca lá aparece por que que tem algum motivo para isso Eu não me acho muito interessante o urso eu não sei se eu me convidaria para eu vou passar mal eu tô falando sério ela na política que eu faço aqui ó é verdade é verdade não é sério mesmo mesma dificuldade que eu tive de aceitar que tinha pessoas que queiram fazer um filme comigo não focado em mim é isso fico achando que o lobo O que que tem de tão interessante você que às vezes me convidam para falar também eu fico falando para o chão mas eu já falei tudo que eu tinha que falar várias vezes inclusive por que é importante eu fico insegura ficou muito insegura E aí eu acho que eu vou falar bobagem muitas vezes falam bobagem se você pensa em voltar para o Teatro ou algo do tipo não não teatro não dá eu tive uma experiência de mais ou menos recente eu escrevi uma Peça o acho que acho que era o Itaú que tava fazendo um projeto chamado as atores em cena autores em cenas Dora convidar pessoas da área de da escrita do conto ou da história em quadrinhos para escrever em uma uma peça curta de teatro e cenário Ou eles mesmos ou com outras pessoas e eu escrevi uma pecinha de teatro para ir ensinei com o Rafael meu filho a gente fez isso lá no Itaú Cultural tudo foi engraçada legal e o Rafael é assim ó é um ator incrível eu lhe ensino é impressionante Eu não eu sou super também sem graça mesmo e eu tava no papel principal de protagonista você imagina o problema que foi tá interpretando a própria o próprio roteiro ali Pois é eu tinha que o texto era meu e mesmo assim eu esqueci do reino você também fez outros trabalhos como roteirista né o televisor Sai de Baixo só de baixo TV Colosso a TV Pirata do piloto Oi como é que foi e foi muito bom foi uma experiência muito boa eu acho que eu contei com a generosidade do Cláudio Paiva o tempo todo desde a parede ela aqueles pais não brincadeira não é assim em algum lugar é da árvore genealógica mas não é parente direto não é mesmo não pode fazer coisa só corrente para cima o Coutinho E o pior é que meu avô era Paiva Silva Paiva Então essa se dava possa ser mais compre 3 leve 4 possível né Pois é só meu nome de promoção que se você pudesse escolher qual o sobrenome se escolheria raiva hahaha vou a resposta e eu gosto do Paiva eu gosto na verdade eu não tenho Paiva eu peguei de propósito para usar e vai dar João eu vou sim quê que você tinha em vez do Paiva Silva ao Silva certo e aí só que daí quando foi quando eu fui pensar em como seria o nome artístico aí Cris Silva Ficava muito Silva porque o Cris termina não é se ele crescer Silva muito essa é muito S aí peguei o Paiva Mãe Joana na área do morto você tava se lançando já já pensou no nome assim nós estapafúrdia você não porque eu vim direto para o stand-up então nunca foi a piadista né era uma coisa mais mas sem entradinha assim né o Muricy todo aprendendo não é muito caricato caricato isso ele é mais até alguns que são as o personagem sim é um Exatamente isso se deve a Grace outro dia veio aqui a Gleice já não maravilhosa maravilhosa com incrível o episódio também com ela Foi emocionante essa coisa do humorista do comediante de stand-up criou uma uma categoria que é moderna eu acho para fazer para fazer o contraste pensa no bufão no bobo da corte alguém que fazia humor para o papel dele era fazer rir ridicularizar criar situações difíceis criar criar aquela confusão e ele não podia ele não era para ser enfrentado não era para ser confrontado no plano das ideias é a que que você quis dizer com isso não era para ser isso por isso ele se inicia de uma maneira absolutamente irregular vai pegar um roupas Kombis alguma coisa frutas e muitas vezes ele era TAM a figura humana com deformidades e distorções que julgavam ele para o campo do não não respei tável Nela enxergado pelos outros então a área de um horário de da ficção humor Estica e da crítica social estava tão exercida por alguém que não comportava o debate o debate EA confrontação desumanização da ideia né porque se uma pessoa se um cidadão dissesse aquilo que ele tá dizendo que deveria ser punido nosso né mas como ele é o bobo da corte então eu nem respeitado como cidadão claramente não é uma pessoa que eu não sou e o Comediante atual ele meio que faz questão de viver nesse nessa coisa sem Fronteira você não sabe se ele é daquele jeito mesmo ou se ele tá fazendo uma o cine tipo sai foi hoje por exemplo o tipo eu não sei Danilo Gentili Rafinha Bastos daí você fica falando que eu faço cobro ele dessa barbaridade que ele falou ou eu vou estar discutindo com o bobo da corte sabe então eu acho que essa esse é um dilema moderno sem para você qualquer até onde vai a liberdade de expressão dentro de um dentro do humor Eu acho que eu total e eu não vejo problema nenhum nessa questão de limites humor eu acho que muitas vezes ou o Moura invadir áreas de que devem ser cobradas judicialmente se casa quando você diz coisas claramente O que são criminosas que você atribui coisas e sim é possível isso também nem tudo é suti leza e dubiedade na linguagem holística porque o humor por seu humor ele não é neutro ele tem lados ele entender é e é emitido por pessoas que têm lados também assim então muitas vezes uma piada que aparentemente é neutra e me só tonta ela na verdade está entrando numa área de perigo está causando prejuízo e Precisa sim ser encarada como algo algo suscetível de um a viagem o advogado cuidado aqui alguma chance sua já te deu problema charge e já deu mas foi exagero do do da acusação eu fui acusada de ser uma chama e diz ser injusta com o pessoal que tava pedindo fora de uma por exemplo porque eu fiz uma associação entre pessoas com camisetas fora Dilma junto com policiais que eram suspeitos de acabaram de sair de uma de um massacre mãe Osasco tinha acabado de acontecer uma saco em Osasco e ao mesmo tempo estava acontecendo manifestações da Avenida Paulista onde pessoas confraternizaram com PM era uma moda se você fazer selfie com p e melhor o Wilson os o pessoal da chacina de Osasco era bem claramente associado à polícia que até toda cara de Vingança de Julia então eu fiz essa Associação não charge hamas é uma associação audaciosa vamos a ser humano é um creme não é uma coisa assim ó é tão tem uma vez em quando eu gosto sempre de lembrar que o Chico Anysio diz que naquele quadro o que vi da vida que rolou um tempo no Fantástico Não durou muito tempo não mas eu não quatro rodas que vida a vida e o Chico Anysio foi e ele fala uma frase lá sim humor é irmão da poesia humor é quem denuncia eu não tenho a possibilidade de consertar nada mas eu tenho obrigação de denunciar tudo humor é tudo até engraçado e eu acho isso muito forte porque a gente tá o tempo todo jogando luz nos problemas e não necessariamente a solução está na nossa mão mas você apontar o problema mostrar onde ele tá jogar a luz no problema para que outras pessoas enxergue e de repente reflita ou através do humor que a comédia ela sofre uma uma eu não vou dizer perseguição mas ela ela tem um uma preocupação maior foi a comédia faz pensar né Então as pessoas tenta é um pouco isso justamente porque a comédia mexe com o problema que a cobrança também faz não pensar como o objetivo do cômico não só do humor mas do cômico é fazer rir ele necessariamente vai trabalhar com ideias prontas você não faz uma piada com ele apresentando ideias que são novidades para uma plateia a novidade o olhar aí foi a informação nova e estranha ela não produz riso ela produz um outro tipo de reação você produz o riso lá aonde você encontra o eco do que você tá propondo e termos de ideia você a cumplicidade é o cumplicidade que produz o riso até que ri do comediante estão de identificação com o celebrando uma uma uma grande cumplicidade isso quer dizer que muito facilmente a comicidade se ampara no preconceito na Eu acho que já estão prontas e é isso eu acho que é um problema do humor quando eu era mais jovem por exemplo para ver modas de contar piada piada de fanho Por exemplo agora por que que a gente contava piada de fanho é porque é engraçado a pessoa que contava piada imitando o sonho acontece 15 a pessoa ser fanha Com certeza é teu uma disfunção lá na área da forma sei como é que a gente pode e definir a pessoa terça e essa característica como a gagueira como se o que não tem absolutamente nada de culpa nem Desde da pessoa não é então você faz transformar Aquilo num momento de ridículo é de uma crueldade Absurda Bom dia de forma semelhante as pessoas também estão criando áreas sociais onde o humor está sendo exercido com crueldade mais do que o que alguma empatia daí você fica pensando tá mas o molho é para ser empático eu não tô justamente trabalhando com humor para ser cruel para ficar o muro era agressivo Cruel por natureza também mas por que que eu preciso agredir uma pessoa porque ela é Anão ou porque ela da água por telefone porque ela é gorda não sabe e ampliando esse leque de dividir culo antigamente também se fazia porque ela gay porque ela só para tão porque ela não sei o que você sabe tinha um e todas essas populações negros judeus de uns tempos para cá e estão com o poder político de uma voz social suficiente para conseguir e esse tipo de coisa e impor um limite aí botar um preparo nisso né E aí começou a se falar então dos limites do morto e eu não estou preocupada com os limites do mundo tô preocupada com os horizontes do mundo que eu quero saber o que que a gente pode fazer com humor que amplie e que jogue isso que você falou jogue luz joguei entendimento né não é fácil não é fácil porque o que a gente está vivendo hoje é inédito também considerar negro só uma não humanos considerar judeu há culpados pela morte de Cristo consulta zagueiro um sub homem que o considerar fazer esse tipo de consideração já foi normal já foi uma coisa aceita por todo mundo sem a menor discussão e não é mais não é mais bom então a gente está vivendo em alguns pontos né mas Gemma não é mais tranquilo para postar mais tranquilo se fala muito sobre isso e esse a ponta com mais frequência você encontra hoje agressões Claras e violentas a homossexualidade ou a transgeneridade do que a piadas tentando fazer ridículo isso pode querer dizer uma coisa muito positiva quer dizer acabou-se o Consenso que estabelecia um preconceito como Verdade Absoluta então estamos vivendo o fim disso eu tô sendo eu tô sendo meio time isso daqui mas eu sei lá é isso tô falando bobagem não é a minha maneira alguma temos mais alguma coisa da plataforma Fi uma olhada aí para gente e por hora que hein eu abro o presente que gentileza de vocês hein a nossa a gente ama receber presente Ai meu Deus viu tudo de Coradinho 9 toda só olha isso gente viu só vocês são incríveis e amor é E aí e você botou o gato aqui dentro o voo da Lola Pois é publicação mais recente é mais recente dessa mais distante tem caneta estiver Caneca Eu amo Caneca Eu também eu tô nojo todo dia eu tomo café numa Caneca diferente o que linda Ah não gente não ia mais presente agora eu tô me sentindo mal que a gente não trouxe presente Porque ele já deram um presente dado o convite de estar aqui com vocês lindíssima lindíssima a caneca a caneta também o livro também enfiar como é que é né tio a loja o Laerte conto art.br/loja Ok vocês podem encontrar todas as publicações e todos os produtos de muito legal a bola também todo seu trabalho que legal cara é a que incrível Adorei amei amei amei amei Laerte muito obrigada pela presença muito obrigada pelo convite de novo gostei disso aqui foi muito legal obrigada obrigada É uma honra para gente de verdade ó colocar aqui e já mandar o recado para a galera que está aí com a gente até agora se inscreve aqui no canal do vento que a gente arruma 700 mil inscritos interage com esse vídeo deixe seu like deixe seu comentário manda no grupo da família para todo mundo assistir E lembra que no dia vinte e nove na outra terça na outra a gente vai estar no clube Barbixas fazendo um Vênus ao vivo com plateia o especial né assim é uma mulheres da música Ok teremos convidadas aí que a gente vai divulgar em breve a gente vai divulgar os poucos convidados super especiais você pode acompanhar é lá no clube Barbixas as 8 horas da noite Tá certo então os ingressos já estão disponíveis para você comprar corre senão você vai ficar sem Tá certo vai no link filho e as redes sociais Laerte i e ela at Minotauro é isso@Laerte Minotauro no Instagram Instagram do Norte Minotauro Twitter é lógico tinha um pouquinho e o site Laerte. Arte e o Laerte art.br é isso Tá certo e já já deu tudo recados a doutora caso a isso falar para seguir a gente nas redes sociais ou menos podcast e também nas nossas redes O que é senso ar ele está certo a roupa Criss Paiva e a roupa e assim é isso vem a semana que vem cá

Trivia

Curiosidades do episódio

O que o pessoal achou

Comentários


Compartilhe com seus amigos

Venus

Olá Viajantes! Venus Podcast acontece segunda, terça e quinta, normalmente às 17h, AO VIVO simultaneamente no Youtube e Twitch.

LAERTE COUTINHO (Especial Mês das Mulheres)

Laerte Coutinho é cartunista e chargista @laerteminotaura