Transcrição

E aí e Salve salve Viajantes sejam bem-vindos a apertem os cintos pois estamos indo para Vênus hoje com uma convidada muito muito especial tenho certeza que vocês todos vocês conhecem ela ela é educador ela é pedagoga ela é escritora quem sabe que a gente a Cris Poli foi muito conhecida também com seu trabalho como Supernanny né esse mês realmente né Há muitas pessoas me conhecem só por como Supernanny muita gente ruim demais né Comentou assim acabamos de descobrir que o nome dela não é Nani e a crise colhe Muita gente me chama a tia Nani ou simplesmente não barcos marcou muito muito muito mas é muito carinho né claro claro no começo foi um choque né foi que de você tá você cérebro é assim uma pessoa normal comum arrepende você vai para rua e te chama né você Ah tá entendeu muda muito vida da gente e os pais apontavam para as crianças e fé paz empurravam as crianças para tirar foto comigo e aí eu queria ver com medo maravilhoso choravam gritavam talvez seus pais e queria que queriam a foto tudo bem faz parte mas foi foi uma explosão de acesso né dava muita audiência bate audiência de vários canais né quando te vi a reprise bateu mas ainda bem no começo ele começou aos domingos à tarde ele bate o futebol perfeito ele tinha mais mais audiência que o futebol eu tô todos os meu Deus aí depois do motor para sexta-feira para sábado não ficou no sábado sábado à noite sábado à noite aí eu um horário que não achei que era muito legal né porque os casais ai mas tinha muitos casais a gente tinha um retorno os casais marcaram para sair depois do Superman na altura dizer porque acho que era umas 7 horas da noite era um horário eu esse horário que a gente tá se preparando para sair sabe assim levar para passear com os amigos e eles estavam marcando para depois o Superman terminando o programa ele sair que demais foi muito muito bom eu acho que muita gente já me perguntou nem assim o sucesso tudo isso né Acho que as famílias estavam precisando muito eu acho que continua precisando hoje assim é verdade é mais falta na programação Com certeza mas tava precisando Então veio aquilo sabe-se para responder algumas perguntas e até hoje eu encontro até hoje olha quanto tempo que esse programa não está no ar né nem as reprises e outro dia Entrei numa loja se a menina que tava no no caixa ela veio fala você Supernanny né ela foi eu criei meu filho com teus problemas com cantinho da disciplina são as regras da casa é certa E ai só recebo não recebo no Instagram assim um monte de paz e sabe olha outro acompanhei meus filhos sugestão Assiste esse por causa do teu programa Então fez foi o impacto muito grande foi no país inteiro se for legal a gente já vai falar mais sobre o dele tá bom é que vai dar os recados agora para gente começar o papo Carol se você quiser mandar sua dúvida sua pergunta para Cris é só cessar NV 99. Com.br/Vênus ou Vênus podcast.com.br que a nossa plataforma você pode mandar pergunta por lá a gente tem limite de 10 mensagens e elas custam 300 Sparks se adquirir tudo por lá mesmo se você quiser também fazer sua propaganda com a gente por quatro mil Sparks A gente faz exatamente e se você tiver assistindo a gente pela Twist tiver uma conta na Amazon você pode limpar a sua conta da Amazon com sua conta da Twitch isso vai te dar um sub grátis por mês o que significa que você pode apoiar o nosso canal sem gastar dinheiro você pega o seu Sub Grave dá para o vento se a gente vai ficar uma exato se você quiser criar um canal de cortes do V é autorizado desde que você siga uma regra quer espera esse episódio terminar senão a gente vai te colocar no cantinho da disciplina hahaha tá certo mas pode criar que a gente fica muito feliz quando vocês postam conteúdos do vemos a gente tem o nosso próprio canal de cortes na descrição exatamente e a gente tem uma surpresa aqui para Cris ou não é Nossa surpresa ao abrir a Rosa que fofo que fofo lindo não fui mais na verdade que esse guarda-chuva e por conta do programa com o primeiro programa que teve de super Ana que é na Inglaterra né Foi na Inglaterra e na Inglaterra em Londres né anda tem guarda-chuva assim então veio esse padrão né Desse essa imagem é o formato e veio com guarda-chuva né quando tá chovendo no começo a gente eu andava com o guarda-chuva depois a gente eliminou né eu achei que fosse por causa daquele filme Qual o nome da tinha uma bala Já guarda Lara Mas não é por causa não é por causa dela é Portal Boa tarde ou pros né que ele foi a primeira Supernanny lá em Londres ela vir ela tava com guarda-chuva né mas a gente começou com o guarda-chuva depois eliminou porque o programa foi foi adquirindo uma característica brasileira do nosso contexto tudo né na roupa também a roupa também cara inclusive o carro que você usava foi o sucesso Nossa internas o mar começou de hoje é PT Cruiser Não exatamente até hoje é o carro super é eu sou se referem esse carro o cara de se tornar aqui loucura é muito muito muito linda muito legal o desenho ficou olhando esse é o nosso emblema do dia quer dizer que as pessoas podem resgatar essa emblema gratuitamente lá na plataforma como são álbum de figurinha que quem assistiu ao episódio pode resgatar se engana com código Supernanny com dois enes e y no final y no final perfeito esse sabe que esse esse lencinho não tava no original É porque quando veio ver o figurino e tudo né aí tem uma produção tava bebendo o quê que a gente coloca colocar brinco colocar isso coloca o outro tá e nada disso porque não podia ser nada muito muito que aparecesse muito precisava alguma coisa no pescoço e eu uso Eu normalmente eu Cris uso lenços então eu falei tem um lenço primeiro lenço que eu usei era meio Eu trouxe um ambiente da minha casa ele gostaram e ficou de coco ralado parte do fim do figurino que tinha a primeira parte do programa que você chegava de pó que isso é com essa roupa que você me trocava né Depois nas próximas etapas já soltava o cabelo tava uma imagem mais familiar assim mas amigável né É porque era o momento em que o Inter agia com as famílias né se o primeiro era vinha acial fazia o diagnóstico digamos né Quais são os problemas que a gente precisa fazer agora e não né ela não responde aí depois eu já entrava para trabalhar com as famílias aí eu já sentava no chão com as crianças coisas então ele alguma coisa mais informal foi quê que te escolheram Como foi esse processo olhar foi uma coisa assim muito eu acho que são essas coisas que Deus vai combinando na vida da gente coloca você tira da Lei põe lá porque eu trabalhei sempre a escola e a gente abriu em em São Paulo uma escola bilíngue e Cristã junto com a igreja e eu tava trabalhando na escola eu fui eu comecei a escola eu fui diretora coordenadora trabalhava fazer de tudo né que eu tava trabalhando na escola tava super envolvida no trabalho da escola e eu não trabalho que eu gostava muito porque um trabalho que a gente fazia com as famílias tendo sua proposta de trabalhar com as famílias de integrar a família com a escola que eu acredito muito nessa parceria Oi gente trabalhava assim aí o eu fiquei sabendo isso que eu vou contar depois eu fiquei sabendo depois o SBT comprou civil comprou esse os direitos esse programa e e ele não tinha algo ninguém para fazer o papel de super dele então ele começou a procurar alguém e eles fizeram para esse teste com muita gente fizeram testes com psicólogos médicos até com artistas mas eles não acharam o perfil que eles queriam então eles entendendo que como ele uma Professor o tipo de roupa mais uma fora também era uma pedagoga não acho que ela não é não não é não é então eles entenderam que tinha que ser alguém que se soubesse e interagir com criança se com os pais todos então eles começaram a procurar no escolas aí eles foram em algumas escolas sim caiu na escola não tava trabalhando acredito aí eles falaram com a presidente da escola aí o que eles queriam e ela e eu poderia ter o perfil para isso aí ela veio um dia tava trabalhando aí ela veio à aula tava dando aula eu da minha área em inglês eu estudei inglês desde pequenininha eu fiz faculdade bem língua também tudo então eu tava trabalhando aí eu entro e ela falou tem o pessoal do SBT que quer falar com você comigo é isso que a gente apresentar um programa que tudo acho que vale a pena você ver falei tudo bem Vou ver aí eu fui lá e eles me convidaram para conhecer o programa que eu não conhecia nem sabia que existia e eu gostei da proposta do programa porque tinha alguma coisa do que a gente fazia na escola era capaz acreditava né Eu trabalho com as famílias a integração da Família com a escola e com as crianças e certa aí eu falei legal vou ver gostei ele falar a gente quer que você faça um teste tá bom aí você não acredita eles me pegaram uma tarde eles falaram Olha você vai nessa casa tem uma mãe as crianças que tem problema de comportamento a cia se assim então você vai lá e resolve aí me largaram deixa eu não tô cansada não tinha visto nunca aí eu comecei a já estavam filmando não ela tava pronta fazendo um teste comigo mas era ok tá não não eu não conhecia não sabia para depois me mataram todo o que ele chama de a Bíblia de Supernanny nem tudo com todas as orientação é tudo mais mas eu não sabia que ela vai lá e resolve aí ela era uma diretório externa né que eu nem conhecia também né Aí eu fui lá conversei com a mãe vir quando os problemas que tinha com a criança tá tá tá tá tá tá aí eu olhei ela ela aplicou se as coisas que eu orientei Tudo E no fim da tarde resolver o problema criança se comportou melhor suponha uma coisa assim sabe muito incrível né Aí nós saímos de lá e ela ligou lá para o SBT ela falou a gente já tem superando Ah então era para onde a gente quer ter que contratar e falei tudo bem mas tem alguns incovenientes né porque então eu falei Primeira coisa eu sou velha eu tinha 60 anos quando mim contratar quando começar a fazer o programa eu sou velha gente tem gente jovem que pode fazer esse trabalho segundo eu não sou brasileira eu falo com sotaque falo português mas eu falo com sotaque e terceiro não tenho a menor ideia de televisão não sei nada nunca me Interessou não não sei não sei não sei que aprender tudo é eles me ouviram as eles falar pegar essa a gente quer contratar você ok então tá bom para mulher pelo menos eu falei não venha me falar depois que não sabia que você ia e eu comecei a aprender aí eles começaram a trabalhar comigo a produção super fofa nenhum toda a gente jovem sabe assim ele tem incrível de trabalho Nossa eu é o único lugar onde eu trabalhei mas muita gente que trabalhou em várias emissoras você quer o melhor lugar para trabalhar em um grande porque foi um ambiente legal eu acabei de postar lá no programa Silvio Santos que é com a Patrícia então com a Patrícia e tal e a Patrícia é amiga da minha filha a gente que você conhece não tem muita faz muito tempo né E então eles foram muito legais comer muito muito muito foi aprender tudo né que ele se não colocar uma câmera na frente eu fui lá fora Colocar assim falei para você fácil lembra imagina alguém que nunca fez isso mas eu fui aprendendo porque é uma coisa que eu gostava eu gostei de fazer cozinha e de qualquer maneira você já tinha mini públicos né Então você já falava comigo que eu te falo que uma coisa assim bem interessante né porque eu não estava acostumado com as câmeras e só isso é aprendi tudo né mas eu tava acostumada a trabalhar com famílias com crianças Então se aprende a ter essa maneira de lidar né com vermelhas com as crianças então deu super certo porém ele se achava que eram um problema e por temporada são 13 temporada um beijinho três meses de um pouco né ele se chama que ia ter duas temporadas três Temporadas no máximo um ano vamos dizer ficou dez anos uma né e para o SBT eu uma coisa assim medida porque eles vão curar mais lá não fica muito tempo ele ele faz uma revezamento muito frequente então foi isso né aí foi indo foi aprendendo e o programa foi crescendo né E aí eu viajei para dirigir para o Brasil e do outro né quiser família do Norte para o sul do Leste Oeste né Foi muito legal e Nossa é muito muito muito gratificante sabe assim porque você vê como as famílias estão com problemas né de relacionamentos teu casal né com as crianças né tem pouca paciência pouco tempo né para ficar com ele sério às vezes tenta suprir a falta de tempo com um presente muito né muitas eu trabalho o dia inteiro Então deixa ele enfiar a chave de fenda na televisão que ele já fica o dia inteiro muitas vezes uma coisa não tem nada haver com a outra mas as mães falavam isso para mim sabe o que acontece não vejo ela o dia todo aí eu chego em casa vou ter que falar para ele que tem que juntar os brinquedos tomar banho escovar os dentes a eu deixo os colocar ele ajuda dos brinquedos sabe senão vai ficar uma imagem de manhã chata e não entra Sabe aqueles falaram eles não vai não vai não vai gostar de mim sim não vai me querer ele vai querer mais amar mais a babá que fica com ele meu avó que fica com ele sim então tem muita preocupação não é o os pais é pensa muito assim para não perder o amor eu prefiro perder o respeito quando na verdade ele tem que ir assim priorizar o respeito porque o amor vai vir naturalmente o amor E inclui o respeito sim quando você ama você a respeito entendeu só que uma confusão por conta eu acho por conta do trabalho da quantidade de atividade O parque está quantidade atividades que tem as crianças também porque as crianças vão meio preso na escola e outro meio período faz ballet judô natação em inglês quase tudo entendeu então a pouca Convivência da Família sabe que eu vivo esses eu tô falando de dia algum lugar de brincar juntos tanto é que se vocês viram algum programa vocês vem eu sempre faço na rotina no na organização eu um tempo da família junta no final do dia para resgatar esse geração era uma brincadeira gente sabe brincadeira sabe sentar no chão vem cá junto for lá no chão é a quantidade do tempo é o tempo de qualidade pode ser 15 minutos mas ela não precisa agradecer sangrar muito tempo assim um fim de semana você não têm tempo durante a semana tudo bem porque você volta à tarde sim teu filho vai dormir cedo vai lá embarque faz um pequeno Jardim Vila Rica coisa assim você sabe que uma vez eu vi um texto na internet desse o que a gente separa para reunião de pais e falava assim que era um texto de um adulto contando dele criança né e dizendo que ele lembra que o pai chegava muito tarde do trabalho e era o horário já que não era para criança tá acordada né então que eles tinham um código que toda vez o pai quando eu chegava do trabalho dava um nó na ponta do lençol e dava um beijinho e vou chorar e aí ele sabia Ele é assim que sabia que o pai tinha passado ali é certamente Mas você tem que se a presença do pai da mãe mas você tocou o pai a gente não vai não sei se vai entrar nesse assunto ou não né do pai mas eu acho que a presença do pai uma carência da presença do pai na família as crianças crianças sempre muita falta da presença dos pais essas pequenas coisas assim não é não é em trazer comida para casa sabe de comprar grande presente mas está na lista e muitas vezes o pai também não entendi que o pouco faz Oi eu não entendi eu vou te dar um exemplo pessoal meu vou abrir assim quando eu fui fazer a festa da minha filha de 15 anos eu era professora magina Professor todo mundo sabe Brasil não é segredo para ninguém que não venha bem então quando minha filha fez 10 anos eu falei para ela falei olha se você pretende ter uma festa com quem tem que me avisar agora que eu escolhi só guardar dinheiro e assim foi a sua mãe eu vou querer a festa eu quero sim e tal e começamos lá ela com 10 anos e é começar um planejar quando for chegar no próximo eu falei para ela mas só festa vai acontecer. Só falta porque nós nos programamos fez mas o quanto Viera Mais vai melhorar a festa então por exemplo a minha mãe vó virou falou o vestido eu dou então a deu o vestido e é tal e aí o pai que tinha oportunidade de falar o bolo eu dou porque para o que muitas vezes os pais não entendem é que para criança tem o mesmo valor a mãe pagar a festa inteira e você dar o bolo para criança tem um mesmo o valor não importa que um gás Toquinho Eu Estou trazendo sociais você participou é isso E aí é quando ela foi conversar com ele ele meio que mandou uma senhora não não sei quê Porque na cabeça dele de imaginava ou eu divido o valor ou não posso participar e não era essa questão Sabe aquela hora a sua foto de vestido de um sapato então se ele deve um sapato para ela ela hoje ela iria contar minha mãe dela festa minha vó vestido meu parça pode pá essa mata também né então é muito difícil até os pais entenderem que não é o Quanto em dinheiro em tempo então mas é essa qualidade é isso é a qualidade o amor como que você faz o amor com que você dá um abraço um beijo sabe quanto vem história atenção coisas tão simples irem então simplesinho a criança é muito simples e adulto que comprei até tem um adulto que eu falo às vezes o pessoal me pergunta como era da hora dela 10 anos né E às vezes o pessoal da aula ainda não não não mas às vezes pessoa pergunta a comer dá porque as crianças e sempre respondo assim gente as 35 crianças é tranquilo dura 70 passar 140 voz aquele que não mas se for uma coisa que eu sempre falo porque me pergunta as crianças terão muito trabalho faz criança pai que dá trabalho vai que não quer fazer o pai que não quer entender o porquê não quer colaborar entendeu pai que combina com você chegar cedo para fazer um trabalho e acaba chegando tarde em que o serviço tem saído menos programas sim eu combinar com os pais né dividir as tarefas da casa entre ele EA mãe porque ele trabalha mãe trabalha também tudo e o pai não chegar não lavar a louça por exemplo se as coisas e o dairon tem eu nunca na frente das câmeras né Por uns vai que desautoriza a mãe quando é para mesmo que uma tarefa muito ou uma mãe que desautorizam o pai muito comum gente muito como e outra coisa também é de mãe ao invés da lá pegar autoridade para ela quando ela ver que ela não tá conseguindo ela fala quando o seu pai seu pai chegar que é uma maneira de assinar o seu atestado de incompetência né a tosse eu não sou capaz quando não né mas quando começou o programa eu vou chamar a Supernanny se ela vai colocar a ordem casa ela vai vir ou a autoridade né talvez você virou o homem do saco né inclusive saiu uma matéria uma notinha na Veja quando bolsonaro assumiu o governo foi preso por aí assumir o presidente ele se amar eles falaram colocaram na Veja uma não tínhamos para falar Pode pode então colocar uma notinha Tá beija dizendo que devia chamar a Supernanny para colocar limites nos filhos e o que isso foi faz quatro anos ele quer dizer em faz tanto tempo né que tem me deu problema não estava no ar isso que vai sair ele usa essa expressão chamado mas o a expressão cantinho da disciplina ficou e cobrar sempre ficou para ninguém fala mais ela vai comprar para o cantinho da disciplina a gente ficou eu ligo marcou muito mas que loucura ou a expressão do cantinho da disciplina ela veio traduzida ou ela foi criada aqui foi foi bem traduzida folheado a prata na verdade sim porque se chama como é que se chama em inglês eu tenho um nome especial isso aí E aí sim mas era assim era um não me lembro ninguém como se chama a gente agora agora o vídeo de hoje é para agendar o que o que quando eu lembrar eu falo mas foi atacado né Foi assim quer dizer isso veio na Bíblia da supernanny isso veio vem um manual que ele chamaram da Bíblia Supernanny com todas as orientações do que tinha que acontecer a roupa que eu tinha que vestir como que eu tinha que entrar é uma coisa mais formal né e e depois mudar né para parte de interação com as famílias e que depois o programa porque foi uma novidade para todo mundo foi você vai ter a primeira vez que fazia a produção também pela primeira vez Então todo mundo teve que aprender então minhas esse formato de trazer coisa de fora não era tão atual não era tão comum não naquela hoje em dia hoje em cima a esse programa que já rola lá fora tipo de mais que sim que eu já vou lá fora somente naquela época não é essa de como assim é de lá de fora então fazendo né bom então no começo a gente seguia ao pé da letra sabe o as orientações depois com o programa fez sucesso e a gente foi aprendendo mais eu fui aprendendo ela eles foram aprendendo a produção tudo a gente foi seguindo as diretrizes né porque um programa como comprado mas adaptador então a gente ligou Ficou mais leve programa no começo eu era bem era bem a postura da supernanny Ainda bem vigiada né No começo né Depois não mas depois foi ficar no pouco mais leve foi se adaptando quando a vela preta também a qualidade comigo também sobre eu fui aprendendo também né sim quer dizer que foi ter uma evolução né o programa cresceu acho que cresceu programa tanto é que ficou tanto tempo no ar e depois ele vai pensaram né sim Teve alguma família que você reencontrou se várias várias sério área mas é reencontrou sem querer ou comentam e o SBT fez mostra encontros fez um v encontro no programa da Hebe fez outro reencontro no programa do Danilo Gentili também com eles depois eu encontrei quando eu fiz lançamento de livros teve família por exemplo eu fiz eu atendi uma família no Rio e eu fiz um lançamento no Rio e sua família foi lá visitar Tutu e bom online tem e-mail seu isso é muito muito muito né Tu sabe mandar um fotos né convidaram para casamento convidada para ser madrinha de casamento essas coisas que a criança gestão enormes porque isso foi uma época Supernanny Hoje essas crianças têm 20 anos né E então quando eles te procuram é mais para contar deu certo sim é isso Não exatamente e a gente o SBT fez um programa de retorno nós retornarmos 14 famílias eu acredito no começo e a gente retornou para ver como é que tava ver que ele tinha acontecido com aquilo e foi muito legal muito legal primeiro foi a primeira família que eu que eu atendi que eu não sei se vocês lembra foi uma família de uma menina Eloá de 4 anos na época eu voltei na casa dela e teve outras famílias o que eu fiquei assim fica feliz porque na verdade o programa O que o a proposta do programa e você passar uns conceitos mas ciência de relacionamento de tratamento com os filhos de educação tudo mais claro que as crianças vão crescendo e claro que esse problema o amor muda não e você tem que adaptar isso e as Crianças e as famílias que a gente visitou entenderam isso entendeu então eu vi que ela ele tinha o conceito por exemplo da rotina o conceito dos limites das regrinhas tudo isso ele conservava mas foram adaptados e as Crianças muito muito legal então eu fico que você na verdade você aprende a resolver o problema então um simples ovo um problema de tal momento só que depois vão aparecer outro sobre leque uma vez que uma amiga minha tava conversando comigo e que ela contando aqui na casa Ela é irmã dividiu o notebook o computador na época cultivo de o computador e aí tinha horário o horário mas que não respeita a ver passar vezes ela queria fazer isso aqui e aí o pai foi ah não agora resolveu que ele foi comprar outro computador Fernando não resolveu porque o problema OK OK o problema para lá agora cada uma tem um computador vocês não vão mais brigar Mas o problema não é um computador sim porque amanhã vai ser o carro que vocês vão ter que te pedir o carro né então por isso que eu te falo que o que o que o que eu queria que eu continuo querendo quando eu faço uma consulta porque faço consulta online agora foi online não causa da anemia mas pessoalmente tá bem o que eu quero transmitir eu conceito da coisa como você se a a criança como ensinar a criança a lidar com essas dificuldades que surgem à medida que a criança vai e crescendo com os irmãos com os próprios pais né hoje a gente tava falando né com um casal amigo da gente que bem mais jovem aí tem criança pequena e a gente tava conversando com ele para ele falar nossa fui muito legal a falar com você quando nasceu meu filho porque você deu umas orientações nem a gente viu Tá aplicando né mas aí pode surgir outros problemas aí eu fiquei conversando com ele aí eu fui falando até a adolescência e tudo e falou nossa que legal tudo isso que você tá me falando porque cada fase tem aqueles problemas em cada Face você tem que aprender a essência da coisa como lidar com isso entendeu e vai mudando também por ambulantes não tinha problema de da criança com um computador com o celular que hoje tem que hoje tem que controlar o tempo do celular do tempo vai entregar o celular com quantos anos muita gente procura ainda hoje para esse tipo de perguntar com quantos anos eu tenho celular para o meu filho muito muito muito é aquela época do Superman não tinha isso assim é necessário que eu não tava nem quero computador a computador eu já ganhei tinha esse esse acesso ao computador a cidade atividade que eu mandei agora o horário e ela apenas ou mais jogos até hoje tem uma série de problema problemas mais do que naquela época né e os pais né Chama mas sabe qual é o problema do pai que eu tenho visto eles querem uma receita de bolo para você resolver o problema que ele tem sim sabe eu sempre falo fazer eu não tenho receita não porque você é uma família e você é outra você tem uma estrutura Você tem um relacionamento três filhos tenham uma cidade você tem fim características eu não tenho a receita tem um conceito básico que eu posso transmitir para você e para você mas cada uma vai aplicar conforme a sua necessidade em e o pai que era aceita de bolo e como resolvo esse problema entendeu só que você a resolver esse problema vai aparecer outros então se você não entende a essência tá coisa então você se perde daqui a pouco você se perdeu de novo Sim você não sabe como você acha que tem tem muito ainda nas famílias têm aumentado vou botar minha pergunta Tem aumentado na sua vida dessa passar sabe essa responsabilidade de terceirizar responsabilidade muito do tipo assim vou dar um exemplo para ficar mais claro por exemplo a não pode ter comercial de brinquedo porque senão vou ter que explicar para o meu filho por que que não sei o que sabe ele não quer ele não quer ter o trabalho ver ele não quer o trabalho porque se você criança quiser ele vai ter que perder 15 minutos conversando com a criança então mas só que não mostra não deixa ter não aí envie um células lá só que hoje tem um problema é muito grandes que hoje com acesso que as crianças que as crianças têm para o celular um para as redes sociais para o YouTube para internet para tudo aquilo tudo aquilo que está à disposição hoje eles têm acesso a muita coisa é que escapa ao controle dos Pais porque eu oriento os pais né para super adicionar os filhos porque eu creio que tudo se a tecnologia essa redes sociais são uma maravilha mas você tem que supervisionar você legal perigo também Entendeu Beleza porque você não sabe a idade que tem a criança se tá se você clica para pesquisar uma coisa e aparecia também outra assim parece aquilo que você pediu Mas tá bem Apareceu outra senso Então hoje é muito mais difícil porque não tem como você controlar sem por cento isso então de alguma maneira essa criança essas crianças surgem Elas têm muita informação sim elas são muito questionadoras porque elas têm ar Ah tá porque nós recebe muita informação em sou muito informada desde pequenininhos sim entendeu eu posso cair em ciladas até 18 modem adulto o que se passa por criança para jogar online 8 para chegar nas crianças mas o que eu queria dizer com isso que antigamente o pai podia eliminar isso para não ter o problema de explicar hoje daí tem que lidar hoje tem que lidar com isso sem Hoje ele precisa se funcionar sem Cisa Ele precisa saber o que ele quer para o filho hoje tem muita gente que tá tendo filho você está preparado para ter filho eu moro se possibilitanto gente tem uma um filho muito responsáveis assim tá falando o ser humano sim entender é mãe eu sou o tenho três filhos e tenho cinco netos porque eu não contar um pouco da sua história Bora selecionar A Argentina é nasci na Argentina Buenos Aires Até que idade você viveu lá eu vivia a teus há 30 anos eu casei tive dois filhos lá e a gente veio aqui para Brasília eu tive uma filha aqui no prazer você veio para o trabalho sim mas quer dizer foram várias situações que aconteceram então o país estava numa das tantas crises que tem a Argentina continua tendo né meu marido tava ele tava empregado mas ele não tinha trabalho vai aparecer arquiteto era funcionário de uma firma não tia trabalha arquitetura quando um país tem sim mas a crise e a primeira coisa que para o construção né e eu trabalhava na escola e por conta da crise do país a escola Fechou então acontecer nessa situações e o meu marido tinha os amigos arquitetos também que tinha desinstalado aqui no Brasil porque essa época a gente veio no começo do ano 76 era uma época que o Brasil tá sendo muito e que a muita gente vindo para cá e esses amigos tinha vindo aqui para o Brasil e eu trocando carta naquela época eu falei para ela para minha amiga né Eu falei assim não tinha um trabalho para pro meu marido né porque arquiteta também o marido também E aí a resposta para mim a carta foi que tinha um lugar na empresa VT turan dela tava trabalhando Isso foi no mês de junho do ano 75 e meu marido tava aqui trabalhando não em novembro desse mesmo ano então as portas se abriram para ele vir a escola dela trabalhava tinha fechado então eu tava sem trabalho lá e a gente essas coisas na cara e na coragem a gente pegou as duas crianças pequenas né porque meu filho mais velho eu tinha três anos e o pequeno que foi do Meio nele fez um aninho aqui no Brasil e a gente veio para cá Aí eu depois de um ano engravidei aqui nasceu a minha filha eu fiquei esses dois três anos sem trabalhar nada em conta da família as crianças pequenas tudo isso aí depois eu como a minha área inglês e tudo eu fui a gente foi numa uma feira do livro né eu tinha um excitante assim de dia de todas as inglesas aí eu fui lá para ver os livros aí comecei a falar com você pegou o pessoal lá e eles me arrumaram assim para dar aulas particulares de inglês Aí eu comecei a dar aula eu fui ainda foi indo você já tinha aprendido bem o português não na verdade quando eu cheguei eu fiquei três meses sem falar sem sair de casa ela se casou porque eu não falava eu venho aqui falando Obrigado som e olha lá e eu morrer de vergonha de não saber se lá então apesar do que que os brasileiros receberam super bem a gente acolheram super bem eles falar vamos falar devagar e a gente tem dente mas eu tinha vergonha de não saber falar então eu preferia não não não sair para festas Neto Oi mais né porque aqui o esquema que era diferente lá em Buenos Aires naquela época era diferente Então aqui tem já o esquema do supermercado Então você fazer a compra você não precisava falar você não precisava pedir as coisas Sabe você ia lá pegava e pagava né E então facilitou isso para mim então fica três meses e aí depois como as crianças foram aprendendo meu marido também trabalhava aqui todo então eu fui aprendendo e eu e eu falo inglês também falo inglês espanhol Então a gente tem um pouco mais facilidade aí com línguas então foi aprender fugir só tá que sempre fica não tem jeito né a gente sempre fez isso até que erótico tá então Obrigado É verdade e aí você você já vem direto para São Paulo Quando foi isso São Paulo sim e já ia que ficou que faz aqui fica aqui que é porque meu marido trabalhou aqui nem a gente tinha uns dois ou três casais amigos também argentinos que vieram para cá naquela época e logo em seguida que hoje a gente veio aqui se abriu as portas de uma maneira ser muito incrível né porque a gente veio aqui com o documento de erradicação definitiva a Chegamos aqui no Brasil transitamos tudo no Consulado Brasileiro lá em Buenos Aires e a gente já veio com o documento do convento estrangeiro era MM mas com permanência definitiva esse Isso foi no mês de janeiro que a gente veio no meio esse Março teve amigos o meu marido que queria quiseram vir e não conseguiram já para aplicação era sua provisória era temporária né porque Veio muita gente para quem E aí agora uma regulada e eles deram Maria lado entendeu porque havia muita gente eu eu acho que tá certo né porque tá e protegendo né o profissional brasileiro mesmo né E quando você começou a trabalhar na escola aqui qual foi a principal diferença que se sentiu então eu comecei a trabalhar dá para eu e até a gente abrir essa escola que eu te falei que foi no 98 eu trabalhei particular eu dava aula particular Então eu tinha muitos alunos eu trabalhava muito muito muito crianças adultos né E então não trabalhei na escola até esse momento então quando a gente abre a escola a gente abriu a escola com uma proposta de um programa em americano para ensinar inglês para fazer uma escola bilíngue então a gente montou uma escola com uma característica muito particular que não tinha naquela época hoje tem muitas escolas de línguas mas naquela época não tinha aquela época tinha o duas ou três americana sobre dizendo E eu tenho outra ali nos Jardins então não tinha assim para acessível era mais para filhos e estrangeiros poder embaixadores assim e a gente montou uma escola com umas características particulares né e eu participei nessa criação dessa escola então eu me encontrei muito bem aí porque eu sabia o que estava fazendo e eu e eu medi de que a área de inglês né eu tinham eu era da diretora da aula de inglês só que montei toda a parte de vez eu comecei dado aula e tudo e de uma maneira de português né que montou toda a área de português também então eu na verdade eu não tive assim contato com escola pública ou as escolas normais e irregulares sabe é meu contato fui conhece a escola e o tempo que você deu aula lá e ter sido mãe lá e depois ter vindo para cá as birras das crianças são iguais e lente Hahaha você assistir o Super Nanny super não entendem no mundo tô tá você assistir programas dela da Alemanha assista programa cidades phaeton a programação igual igualzinho muitas que o contexto cultural né características né do as famílias nessa aí mas essas crianças comportamentos esqueça porque hoje tá tudo muito globalizado né então os problemas são iguais no mundo todo né sim então as crianças reagem do mesmo jeito você com os pais também embreagem do mesmo jeito então dá para você orientar assim eu tenho eu faço consultoria com mães Eu tenho gente do Japão tem gente nos Estados Unidos que faz que são brasileiros que foram morar lá que estão dentro desse contexto aí e que faça em consultoria comigo caramba É tem alguma cultura que é muito diferente na criação dos filhos sim da criação se por isso você eu falo com essa coisa mãe lá no Japão por Embora ela seja brasileira e ela mora lá tem todo o ambiente cultural lá né mas os problemas um relacionamento com os filhos são os mesmos qual é a diferença diferença e o contexto de escola por exemplo como a escola trata as crianças e isso é um conflito por exemplo que está se que essa família tem que eles por serem brasileiros eles são mais são mais emocionais são mais latinos né E lá no Japão eles são mais frio se eles tem todo um relacionamento diferente Então essa é uma coisa que ela sempre muito nos filhos né como ela trata em casa como ela quer cuidar em casa e como eles são tratados na escola frente de fora de carente fora de casa né mas aí você tem que falar conversar e orientado e como lidar com isso né porque eu mais cole é deles com uma família e uma realidade que eles têm que enfrentar né Vamos falar então nesses conflitos nas escolas inclusive você tem um livro né esse livro trata sobre Bullying que é uma coisa que tá é verdade é verdade é que vocês são jovens né mas pé mas não conhecer homem mas isso sempre aconteceu não sei sempre coisa que a gente não tinha não tinha nome é as crianças têm para fazer a escuta o cara chamava o gordinho careca o chato sabe mas era uma coisa mais leve né a gente não tinha o que a gente tem hoje né que se chama bullying Esse é forte né se e hoje tem o cyberbullying é que é complicado de cima né É muito complicado então esse esse livro eu realmente o a minha intenção né e uma um guia para os pais né uma orientação porque como eu falei antes né Cada caso é um caso e a gente eu quero mais ou menos orientar os pais assim como prevenir isso como uma a gente lida com e eu acho que o problema problema maior hoje né como você pode prevenir eu ciberbullying né porque o que acontece na escola é uma coisa aqui sempre aconteceu né A única coisa que eu creio que hoje por conta da da internet de toda essa disponibilidade dos filmes com muita violência muita agressão sabe isso a gente sabe que o ser humano vai crescendo vai aprendendo conforme aquilo que ele vai vivendo né então se você coloca muito a gente a gente sabe que a coisa visual e impacta muito mais do que aquilo que você fala se eu mostro para você uma imagem você vai lembrar muito mais a imagem daquilo que for falar para você e e a criança hoje muito visual tudo né é muito visual porque ele tem toda essa essa mais alta tecnologia à disposição então eles tem todo um um impulso às e de violência o que eu acho que é complicado viu porque vai definindo um pouco a se atitude dele com os outros né imitando aquilo que ele ver né e trazendo um pouco muitas coisas são partilhadas muita coisa infecção e trazendo essa ficção para a realidade dele se tentando colocar em prática né se eu acho que isso é complicado isso leva a muita violência né para as crianças relacionarem falarem né então isso por um lado e por um lá por outro lado né o essa esse negócio do cyberbulling que tem hoje né que que eu acho que é terrível né porque você não sabe né eu que sabe que o outro lado da cabra minha fé é chato eu não sabe de boa outra pessoa tá vivendo né você não saiba ser um morto e baixo né quer dizer tô recebendo um escudo de alguém que covardia uma covardia entendeu E isso não é só com as crianças é cuidado é nós só com as crianças com a dele também né sei com todo mundo que trabalha às vezes meio de internet e às vezes a pessoa não aguenta dessa tá acaba tirando a própria vida que tem tanto suicídio gente a gente tem um vidro você não sou eu que tenho visto mesmo história essa CID de relacionamento online via internet que adolescente que não se conhecem e só via intermédia internet e as Crianças um leva o outro para o suicídio gente uma coisa absurda e sai sim sem se conhecer sabe incitando incentivando estimulando para tirar a vida sabe trabalhando com a autoestima da pessoa e terríveis tia aquele jogo acho que baleia azul como será baleia Sul azul porque tem crianças que estão tirando a vida sabe e é uma coisa é muito louca é muito louco então eu olhei o que eu nela problema não que a gente é o gente WhatsApp até mesmo algumas Trends lado Tik Tok né que nem aquela que a criança pulava e os dois um de cada lado chutava perto das Crianças lembra e quando começou uma febre de todo mundo queria fazer esse desafio nas escolas as pessoas estão se machucando né então isso pela internet influencia muito na comportamento das escolas hoje essas crianças têm acesso a tudo isso é então eu acho muito complicado O pai não acompanhar os filhos supervisionam e vai tá a culpa não no no autor do vídeo chata você fica fazendo vídeo de tal coisa tudo bem mas não é para faixa etária do seu filho então agora se você não está perto do teu filho o teu filho de qualquer a resposta é isso ele não entendeu... Para isso e esse essas crianças a criança tem uma fase no desenvolvimento dela em que ele é para tá cioso alegria coisas mas quando você joga todas essas coisas de fantasia fantasia eles acaba não sabendo muito bem o que fantasia o que a realidade e eles acabam querendo reproduzir isso que eles vêm na vida real então eu a gente a gente vê em casa isso aí neném a gente fica em casa em como outro dia estava meus netos né de Zeus dois meninos um não tem 10 e outro tem sete esse lutando os dois você ver meu marido sempre Brincou de lutinha com meus filhos Eu tenho dois homens e uma menina ele sempre Brincou de lutinha mas não mantinha diferente era briga leve ele é brincadeira Ah tá daquela época hoje é briga me responder é briga mesmo e se você não intervém O que é intervir você supervisiona para ver até onde vai vai lá ver que momento você precisa intervir aí sair machucar entendeu Acho porque é agressiva coisa sim porque porque se o modelo que tá dando entendeu só modelo Acho complicado e tem uma coisa também que criança Testa o limite do adulto por isso que a mesma criança tem comportamento diferentes com cada adulto com quem ela convive sem dúvida você falou assim Ah mas com o pai ela não é assim sim porque com o pai ela tem outra outro tipo de resposta dependendo da atitude que ela tem que acabar mas com a vó ela folga assim porque a vó quando ela vai lá deixa comer a sobremesa do almoço então o que é assim a criança sabe porque ela às vezes a gente tem mania de tratar a criança como um miniadulto né você que como se ele fosse menos com certeza fazer menos inteligente não ela é uma criança inteligente mas ela é inteligente ela vai ela é ardilosa assim ela é a casa é o Claro que é então vai percebendo Opa essa aqui Deixa aquela ali não deixa eu vou pedir para quem vou pedir ali vou pedir aqui foi bota agora então a criança vai sabendo vai sabendo onde que onde que ela pode folgar mas isso desde pequenininho é sim mas não precisei esperar crescer viu sem ele desse porque ninguém se você descuida desde beber porque ele sabe como você se aproxima dele do bebê a as asas Chorus dele tem que responde quem que não responde como respondi aquela história de bebê o bebê dá o tapa sabe gravar gravar o vídeo eu vou dar um tapa Eu sempre falei isso para os pais quando lavar você me falava da reunião sozinho por que que você não bate no teu pai hoje porque que você não bate na teu pai porque Pensa bem quando você tem trinta e poucos e seu pai tem 60 você dá um pau no seu pai se você quiser porque que você não faz isso é por respeito né Por falta de força então você não pode deixar aquele tapa não é engraçado porque que ele tá para e quando tem um ano dois é quando quando moleque estiver 1617 se ele não aprender que aquilo é errado ele vai usar a força dele com 16 e 17 Então você ensinar like não não se bate no pai e na mãe sim mas é eu não importa um bebê em porta a porta em porta porque o bebê tratamento até você tá provando Exatamente exatamente o que você está fazendo a prova é a mesma coisa que eu quando uma criança tô falando pequeno Fala um palavrão sem saber o que é porque Ele ouviu ele não grava Pet casa a mão compartilha perto qualquer outra coisa E aí todo mundo agora nada que que se a criança faz para mim continua que tinha disse para você entendeu Então por quê Porque um comportamento aprovado final do vídeo entendeu outra coisa por exemplo que eu falo para os pais lá porque meu filho bate tá um adulto ensina a criança que não tem que bater para tendo e não pode bater só que você tá batendo nele tá dando o exemplo você tá com dois sempre agora meu pai pode bater e eu não posso e eu tenho que buscar uma maneira de arrepender o comportamento de corrigir o comportamento sem dar o exemplo elevados linda é o exemplo é tudo mesmo né o exemplo é tudo eu sempre eu já falei isso aqui algumas vezes eu tenho uma mecânica com a minha filha sempre vamos nós duas né em casa então eu não tenho problema de que a minha filha entenda que avisar onde ela está não é satisfação é proteção e é Cuidado você ter alguém que sabe de onde você saiu e onde você chegou isso não é satisfação isso é Cuidado só que por que que eu nunca tive problema em Além de 10 porque eu fazia eu saía para fazer um Show eu falava avião decolando pousei cheguei no hotel tô indo para o show voltei do show então ela sempre entendeu que aquilo é um opa e como é bom você estar em paz sabendo que aquela pessoa tá insegurança Então ela ela faz isso naturalmente hoje sem que eu nunca precisei falar para ela me avisa porque como você chegou nunca precisei porque ela sempre entendeu que era um comportamento que faz para empreender a mesma coisa com eu tenho três filhos são adultos todo mundo tem filho e a gente viajou muito até começar a pandemia gente viaja muito ligava o tempo Tô saindo tô no aeroporto estou viajando tô chegando tô lado e eles quando ele sai por exemplo estava em casa estava todo mundo almoçar lá em casa cada um vai para sua casa chega em casa Mãe cheguei cheguei ninguém e um comportamento que você estabeleceu com uma família como combinado se cuida todo mundo ele cuida sabe aonde tá então eu e sempre aquilo que você Estabeleça na tua família tenha uma rotina com uma relacionamento e quando você faz isso você vive isso sabe que E isso não é uma coisa ruim é uma coisa ao meu pai também vigiando assim eu não é uma coisa que é bom minha mãe quer saber onde eu tô porque ela me ama ainda cabelo se preocupa comigo assim como o meu filho quer saber onde eu tô eu vim para aqui eu vim falando com meu filho tá sim tô chegando aí eu já cheguei cheguei aqui coloquei chegamos tudo sabe sim então ele sabe quando você sair de lá você me avisa é que é um cuidado que pode parecer bobo mas hoje em dia no do jeito que tão as coisas eu sempre sempre disse assim se você se eu sei o último lugar onde você estava e Deus me livre guarde alguma coisa acontece eu sei por onde começar e isso pode ganhar um tempo precioso isso pode dar um tempo então assim pai aí a saiu foi do da casa dela para o shopping se tem alguém sabendo que ela saiu do ponto a ao ponto b e no ponto bem não chegou Opa que se não opa se eles não souberem vou vir aqui e o exato tipo exato souberam que eu estava ao vivo entendeu E aí aqui ninguém sabe perdendo tempo já mostra e e olha como são as coisas né eu tenho isso com a minha filha aí se eu volto para mim a época de escola eu nunca matei aula não é que eu nunca tenha faltado à escola para passear mas o conceito de matar aula eu nunca matei porque todas as vezes em que eu não entrei na aula eu saía da escola vou matar aula hoje vamo eu parava na pracinha ligava no trabalho da minha mãe falava mãe estamos montando aula hoje não tem nada importante é é matéria tal não só que não só que eu tô aqui também indo para o shopping porque toda vez a minha mãe você me falava Me diz onde vocês lavaram depois a gente resolve coisas São Paulo não escreveu veículo é isso depois a gente resolve senhora você tá ou não o que que vai ter que fazer se você tá sendo a responsável isso é outra conversa mas me fala onde você está então eu digo que eu nunca matei aula na vida porque essa coisa de a a mente para minha mãe nunca eu nunca precisei fazer é ligar para minha mãe falava tá bom não não tem prova não tem trabalho tá tudo bem Você não tá com falta nessa matéria não mas tá tudo em ordem a gente já viu Estamos indo lá e tal não sei o quê então tá bom mas sabe quando você começa a ter ser vou ver isso quando você ensina a teu filho até a responsabilidade por suas coisas entendeu então o que que tava junto com isso de você falar com a tua mãe a tua responsabilidade Por que que tua mãe tá perguntava se ele não tem tá com quando falta de nota nessa matéria você tá isso tá o outro então ela sabia que você era responsável por tuas coisas assim então esse a responsabilidade é uma coisa que você tem que ensinar para o teu filho com que ficou e sempre com essa troca desde pequenininho sem sabe mandar ele fazer certas coisas claro que é muito mais fácil você fazer e mais rápido mesmo efeito Mas ele tem que aprender com certeza então por exemplo em cima tem um filho escovar os dentes tô falando a mesma coisa boba né Ah mas eu faço mais rápido no teto mas ele fez aprender Ah entendeu então dá mais trabalho jamais trabalho mas você cria nessa criança um um hábito sabe de um relacionamento de uma responsabilidade em com suas coisas que venha conhecer meu primeiro livro meu primeiro livro se chama filhos autônomos filhos felizes maravilhoso entendeu porque você dissimule deles autonomia entendeu e Fundamental sim para você educar esse esse ser humano que um dia tem que se virar sozinho Sim a gente tava assistindo agora antes de você chegar alguns trechos de episódios e a gente viu um em que a criança já tinha dois anos e meio né e ainda dormia na cama dos Pais amava amava no peito e ainda tava dormindo quando na cama com os pais e aí quando ela dormia na própria caminha dela a mãe sentia falta brigava com o pai claro e é lá e pegava filha e aí e aí e aí falava a minha filha não dorme só vamos nunca não dorme sozinha às buscar ela na sua filha o problema nascer os pais levam os pais aqui tem que ser já lidou com o pai narcisista o pai é muito complicado sabe qual é o pior ele não reconhece isso aí muito difícil reconhecer o erro dele tem mais começa nos pais sabe ele faz tudo direito eu sei fazer por isso que é muito difícil você entrar numa casa como eu entrava você fazer um diagnóstico e você falar para esses pais o que você tá vendo que eles estão fazendo errado tem um problema de uma cama eu moro aqui a mãe fala assim eu acho que é um erro meu você fala eu tenho certeza que eu e você a gente estava adorando Mas é isso que a gente tava aqui assim aí Aí o pai falou assim então é que eu cheguei Faz pouco tempo eu não tô conseguindo participado da ela falou quanto tempo você chegou ele três anos e meio e não deu tempo ele já era para estar mais envolvido aí pai três anos e meio dava tempo de você ter se envolvido então então esse o grande pensar pia entendeu com as sim porque ele é difícil porque quer dizer eu eu eu entendo o ser humano ser humano cresci assim achando que sabe fazer tudo o que faz tudo direito entendeu Aí vem alguém de fora e aponta o dedo Sabe sim e fala olhar não é assim você tá fazendo errado não mas se eu te chamei porque eles falaram isso para mim Eu te chamei para você resolver o problema do meu filho ele tá fazendo malcriação ele não obedece ele isso não só que se eu não corrijo aqui não dá para congelar e quando você muda aqui isso daqui vou sair daqui é pedinho sim apertei fácil teve algum caso em que os pais desistiram no meio tenho que ficaram bravo Luiz Carlos Você tá brincando e a e foi ao programa foi eu quero ter dinheiro só falaram chega não quero mais então porque é o que estamos falando agora eu fui lá eu mexi com coisas que tem a ver com o histórico deles porque eu eu pego um momento na vida deles mas eu tenho histórico tenho um porque por isso que eu falei eu quiser eu nem jurgus sabe nem um crítico porque tem tudo porque porque você chega nesse ponto então um dos casos eu cheguei numa casa é que as duas crianças dormiram juntos já crianças a cílios seis sete anos mais ou menos tinha problemas de relacionamento e tudo né eu orientei os pais como lidar com primeira menino e menina como lidar com um como lidar com outro aqui as mudanças que eu fiz eles tinham um quarto Walter ao quarto de brinquedos aí eu falei olha você pode separar teu filho é tua filha cada um no seu quarto cada um tem vai a autonomia e Independência para cuidar das coisas Tendo isso é um sonho então é isso só que ela eles colocaram dois você num quarto e eu sala de brinquedos um quarto de brinquedo aí eu mexi em tudo isso aí vocês viram programa A gente vai lá e a gente mexe pega daqui coloca lá faz isso Ó aí eu mexi na casa dela só que a mulher ela fique Teka Ai nossa e ela quis me matar quando ela viu que eu tinha feito a ele não quis passa no dia seguinte que eu fico eu fiz toda essa mudança e tudo nesse gente que eu fiz estava tudo no mesmo lugar eu tinha de se desfeito tudo que eu fiz e ela falou não quer mais aí eu vi que mexeu daquela coisa dela sabe aquele que a casa dela Como ela tinha programado com ela tinha projetado que venha ver aqui fora que apareça aí caí de paraquedas assim e nesse aqui aí as comentou que a gente tava vendo agora tem uma hora que a mãe ela quer interromper você da instrução para que a criança durma sozinha criança demora duas horas para dormir chorando e aí a mãe tá querendo interromper e aí você falava a escolha é sua você me chamou para ajudar e o meu método que eu estou te propondo para fazer é isso se você quiser ir lá e pegar a criança você pode aquilo que eu vou embora daqui e você fala para eu vou ficar até o fim eu vou ficar até ela dormir você está tranquila para eu ir embora mas se você quiser ir lá pegar ela tá tudo bem Oi aqui é e eu ficava né tinha dias que eu ficava tem uma da manhã duas horas sua mãe vai tá criança dormir né é mas aí você arrasou foi uma vez e se você continua você resolveu para senhora sempre sim só que se você interromper na metade do caminho mais fácil interromper Claro é mais fácil amanhã ela falar e tá bom tá bom tá bom então ela dorme comigo pronto entendeu né eu lembro eu lembro de uma frase que eu não vou lembrar o autor Mas eu sempre disse isso para os pais que é educar dá trabalho se você não tá tendo trabalho você não está adiantando sabiamente É isso aí tem porta criando você pode tá alimentando você pode apagar na escola ou já nascendo educando não tá até porque é o é o mais trabalhoso é o que você falou mas se eu for lá guardar o brinquedo mais rápido é de fato mais rápido e você faz melhor você vai bem feito entendeu mas só querendo saber o print aí cresce e se torna esses adultos independente dos Pais entendeu e eu não sei se você conhece mas a gente conhece hoje tenho adultos que não assumem sua os desenhos continuar morando com os pais dependendo do pai dependência e ainda muitos casos tratam mal os pais grava tomar então bom então agora aonde que você não é que a gente quer curto para os pais sabe aquela coisa lá na toda curva participar mas sim a responsabilidades deles eu não coloco culpa mas eu acho que uma responsabilidade por isso que eu falo que é para você ter um filho você precisa preparar a tua cabeça filho entendeu preparar entender que você tá assumindo uma responsabilidade de educação entendeu Você tá assumindo uma responsabilidade de educado e orientado encaminhar essa criança te ensinar Fabi aquilo você pode dar certo ou tá errado não vamos entrar nesse mérito mas aquilo que você acha que você quer para teu filho que você acha que é bom para teu filho em caminha nessa direção Entendeu agora você deixa sabe terceiriza vocês falaram de terceirizar Essa é muito comum a TV a internet apetite a babá na escola quantas vezes eu lembro que quando e nos anos que eu passei dando aula tinha muita coisa assim de mas tem que ensinar a criança a pedir licença diz obrigado tava não não a gente pode fortalecer o com licença obrigado mas isso tem que vir vem é entendendo não vem não vem não vem meu o meu pai sempre disse assim ele falava aqui eu já começa errado no nome das coisas que ele falava não é Ministério da Educação Ministério do ensino porque educação tem que vir de casa casa é somente por isso que eu creio que a escola e uma parceira da família não sabe juntos reporto aquilo que tá sem assinado em casa e passa todo o conteúdo você tá legal tá mas educação formação de caráter relacionamento sabe ser gentil e pedido da licença por favor obrigado sabe esse tipo de coisa Pena em casa assim você não começa a entrar em um relacionamento pai-filho qual significa isso entendeu só que usamos é uma mudança muito grande que antes os pais respeitavam os professores né o corpo ali dos entendem só que hoje em dia eles vão lá brigar com os professores que brigaram com os filhos entendeu E aí ele só como afirma ainda mais esse comportamento netos por isso ele se sinta os Morais É por isso que eu creio no trabalho de parceria escola-família errada que a escola é que a família entenda que a escola não tá Contra Eles na na condução dos filhos e uma parceria Sim entendeu então a primeira coisa que a família tem que fazer e dar um voto de confiança na escola porque ele para colocar no meu filho nessa escola é porque eu tô Tá bom filha não vai Coloca outro lugar eu lembro que teve uma diretora com quem eu trabalhei que às vezes quando eu tinha alguma mãe que quando aí ela reclamar porque eu fui levar bronca aí reclamar porque eu filho e aí ela falava para amanhã aí a gente está tentando o melhor pelo seu filho agora se você não quer eu e ele é problema meu por quatro anos teve o resto da vida Claro daqui quatro anos eu não vejo mais a cara do teu filho se para você tá tudo bem ele cresça dessa forma então tá bom então a gente lida com ele por quatro anos beijo tchau e depois vai se vira o que essa criança traz problemas de relacionamento na escala mais claros como é que a Clara entendeu então eu não posso dizer a tudo bem você é desse jeito você desse jeito eu não posso eu como professora como diretora como coordenador É sim eu preciso ter uma lógica de relacionamento em por isso é que eu vou colocar meu filho nessa escola porque eu gosto eu que eu falo para os pais gente vocês tem paz estudado que eu trabalhei escola é tudo mas falado pelos professores também hoje em dia tem pais que ele é um filho no primeiro dia de aula na escola e volta na escola é o último dia de aula para ver se passou e se não passa aquela conversa com ela então não acompanha não vai na escola a participar das reuniões conversa com a coordenadora Kombi O que que tá fazendo com meu filho entendeu meu filho eu meu tesouro é que que você tá fazendo com meu filho eu preciso saber como que você trata ela assim e essa coisa de reunião de pais você não tem a sensação porque eu sempre tinha de ver essa sensação de que os pais que mais vão que o mesmo precisavam ir sempre não é sempre e você sabe uma coisa que a gente na escola trabalhava muito com o estímulo positivo sabe de você reconhecer o esforço da criança porque tem criança que se esforcem não consegue e tem outro que tira de letra entendeu mas a gente não pode só olhar aquele que tira de letra é bom tira 10 em tudo a gente tem que olhar aquele outro também que tá fazendo um esforço e que tenhas e fica os dados dele sim que pode ser M dificuldades em casa entre ele EA gente trabalhava muito com esse força você reforço sabe e a gente chamava os pais é para falar a gente não fazia essa reunião se assim fala para todos os pais o e às vezes a gente chamava os pais e falar olha e o pai vinha toda se pensando que ia levar a bronca né e a gente eu quero te parabenizar Por que teu filho tá indo bem ele se esforçou tirou nosso país não acreditava sabe porque esse é o meu e são sempre para levar bronca os pais vai porque o melhor não presta atenção tem a letra ruim faz isso que hoje nem letra vem porque tudo computador né mas era só para levar bronca Então você precisa trabalhar com esse estímulo também para os pais sabem para eles entenderem que tá indo na direção certa para você ver que você está trabalhando juntos que está tendo resultado muito feliz sabe então é tudo eu e por isso que eu eu acredito muito nessa parceria Sabe tem escola falei escreveu risco caso que foi especial para você que te marcar no programa não no programa não trabalho da escola então o que são os pais que tem esse dificuldade de acompanhar os filhos sabe e eu isso uma coisa que me preocupa muito aí sabe essa sabe essa desculpa de falta de tempo sair eu não tenho tempo tô muito ocupada sabe que a gente vibrou Que hora que ela falou que a mulher fala você fala assim você não você não tem tempo com as crianças e aí a mãe fala não tem muito tempo você falou vai sair de frente eu tenho pra gente arruma né que a gente vai faz porque tem tempo para outras coisas entendeu não ter idades são aplicadas Então isso é uma coisa que me me toca bastante sabe então assim no sentido de me preocupa sabe de querer ajudar porque você você vê aquilo que eu falei eu acho que a gente quando a gente trabalha não somente com as crianças na trabalha com as famílias também a gente vê o porquê das dificuldades que as famílias tem os pais têm em fazer certas coisas com os filhos Muito provavelmente porque eles também não receberam isso sim muita dificuldades de digitar amor de abraçar por sempre sabe de abraçar um filho é incrível Mas você vê parece que tem dificuldade em abraçar o filho dar um beijo fala eu te quero te amo entendeu sabe dificuldade é porque porque ele também não receber sim então você tem que reestruturar toda a mente desses pais né para para mostrar para ele como é importante na criação na educação de um filho o amor que você transmite para eles e se eles não perceberam isso pode mudar essa história entendeu não tem porque ela repetir essa história eles podem mudar então esse trabalho e um trabalho que eu gosto muito sabe eu gosto e o vejo que dá resultado e dar resultado assim nas crianças né que o pai mudou a atitude começou a dar um pouco de carinho pouco de amor um pouco de atenção nossa criança amor esses momentos assim que eu que eu que eu acredito né que eu fiz nos programas eu continuo orientado Nossa consultoria desse momento da família é tudo junto sabe de compartilhar e as coisas fazer mini base né Eu acredito muito nisso Isso muda muito tranquilo essa criança a calma sabe dá um relacionamento com o pai cabo com a mãe é muito importante momento de conversa né nossa sabe a gente assim que fazia se vocês viram algum programa os medos com as crianças para os pais e as Crianças para mostrar para os pais que eles não conheciam os filhos e sem conhecer sim não conhece o filho que você não sabe o que ele coloca de pergunta Qual é a cor favorita de acordo ruim não gosta de comer mim teu amigo tem um amigo seu filho sabe o que que é isso indica é falta de Tiago falta de diabo aquela coisa de sair da escola de buscar teu filho na escola e pergunta como é que foi teu dia se te deu amiguinha falou né que que a professora te disse né Essa coisa que que vai levando esse esse diálogo do filho com o pai se ele e depois Isso se você não provoca isso se você não estimula isso desde pequeno leva essas crianças e suas famílias que filhos chegam à adolescência e não há diálogo alguns com os pais meus pais não sabe Exatamente isso aí muito mais sério que quando eu tenho quatro cinco seis sete anos na verdade adolescência por si só ela já faça o filho do pai e da mãe né é o momento que afasta depois volta ok mas aquele momento afasta Então se o pai e a mãe espera para se preocupar e estabelecer um uma relação mais íntima naquele momento não vai acontecer não vai acontecer e se não tem esse diálogo desde cedo a hora que que é o momento de distanciar aí vai ficar cast Aí sim e tem muitos pais que fala porque meu filho não vem falar comigo é você que tem que falar exatamente é você que tem que iniciar isso aí sei que tem que dar carinho para receber carinho é você tem que começar o diálogo esse teu filho porque tem a personalidade tem crianças que são mais falados e tem crianças naturalmente menos falando mas se você vai contando de você vai colocando de você a tua experiência quando você era criança que que você fazer contemplar que que brincava e tudo se você joga isso para o teu filho você vai ter um presente em você mesma coisa feia e até coisas assim ela é de Claro Às vezes tem obviamente que tem assuntos e assuntos para acertar com a criança dependendo da idade da criança é mas se você vira para o teu filho e você se permite dizer Nossa eu tô tão chateada Você acredita que uma pessoa no trabalho fez isso isso isso ele vai falar Eita ela tá dividindo comigo né Ah não então eu sou importante porque ela tava ela tá confessando para mim é Nossa mãe na escola também aconteceu outra coisa pronto É já aconteceu é isso já foi já foi o diálogo que parte do adulto é e outra coisa que dizer também é o adulto que faz a programação com a criança e não ao contrário sei né mas não mas eu posso tempo com meu filho eu vou correr todo dia no parque levo ele junto e ele não não quê que ele estaria fazendo que que você faz com ele qual é o tempo dele que você passa junto eu Nossa eu tenho uma felicidade muito grande que ter a infância da Mariana foi a gente viveu a infância do maior sabe a gente voltava o sofá na sala ele tava com ela a gente vê desenho animado até hoje eu tenho que tirar só porque eu sei todas as falas do desenho animado fica tirando sarro mas pode ser uma vez na semana eu não tô falando para os pais todo dia mas não tenho tempo que eles todos os dias tá bom mas no sábado você consegue botar um desenho e com ele uma horinha duto sábado será que dá para você fazer a programação dele um pouco ela mas eu já falei com o pai no programa isso saiu no programa e tudo você vai trabalhando segunda a sexta para doida não tenho tempo mas se fim de semana você fica com seu filho fico ou se o que que você faz aí eu vou no bar tomar cerveja começou bem você levou meu filho consciência olha vem comigo é problema de adulto é essa que você tá falando hein entendeu então aí você tá levando a criança para eu tô programação chá também e não voltaram né e é para criança é muito importante que assim é talvez a nossa formação nos dessa visão que outras outros adultos não tenham com seus filhos mas como a gente sente a importância da presença do pai da mãe na apresentação da dança da primavera na sabe pequena essa mais é uma bobagem não é a criança by Eliana e ver a mãe da Mariazinha a mãe do Joãozinho a mãe do Zeca minha mãe e minha mãe o cara que lo acaba com a criança Acaba Porque ela sai ou ela se preparou por isso que a gente tem que ter muito cuidado a gente tem que orientar os adultos para ter cuidado com isso a gente porque são pequenas coisas que parecer bobeira mas não é marca essa criança entendeu Aí veio o sentimento de abandono a autoestima baixa entendeu porque não elogiou Por que não me viu né apresentar em cima do palco então não souber odiar mas o pai da minha falou e tudo isso Marca uma beleza pode parecer bobeira para um adulto Mas não é não é para a formação e evolução da criança sem falta que a gente tá a gente tava falando sobre os pais as apresentações de escola que os pais não vão e aí as vezes eu tava exato pai nunca nunca foi tão marca e ficava esperando ele falar o erro na verdade ele falar que ia isso deixava a gente frustrado meu pai não ia sim mas era só ele falar que não ia que a gente não ia ficar esperando ele falava dessa vez eu vou aí a gente esperava no dia dos pais eu dançava com a minha mãe aí falar tô viajando e não tá viajando sabe então isso marcou a gente bastante nesse nessa questão depois quando a gente cresceu ele ficou mais presente nesse sentido mas é que deixava aqui na escola a presença dela não faria tanta diferença a minha mãe estaria lá sei lá minha tia estaria lá e a gente não precisava da figura do pai lá claro e sim outros lugares ou na casa dos meus avós e tal daí ele não ia só que a gente esperava mas se ele tivesse dito ó o papai vai trabalhar ó vou a gente não teria criado expectativa né Muitos pais criam as expectativas da criança por exemplo lá no seu aniversário eu vou te dar isso não promete para criança rap né não prometi nada falou nem para o bem nem para o mal é entendeu uma coisa também nem você assim ó se você ou total do cantinho da disciplina e fez um acordo com a criança que se ela fizer x coisa não vou nem dar exemplos de coisa mas se ela não fizesse as coisas ela tá tal atitude dela ela vai ficar 3 dias sem jogar videogame esteja ciente que seu coração vai desmontar é só mas você vai ter que deixar três Já tem video game ou você promete três horas e aí você deixa eu dar risada servir de alguém mas se você for lá três dias isso compra por isso é que você não pode dar uma punição disciplina já fala castigo mais arrancar Silva muito forte uma disciplina no momento que você tá nervosa por enquanto você tá negócio lá E aí depois você morre aqui depois para fazer a calma é um se aquieta é a minha mãe do quarto assim eu vou fazer um lanche para mim [Risadas] mas é mesmo e aí você é o problema é que os pais não entendem que eles perdem autoridade entendeu que ele tem uma essa coisa linda estava falando do teu pai você se sente frustrada a tua confiança e frustrada você traída tem alguma maneira bem bonita se intrometer outra coisa não fez e esse sentimento de traição sentimento de abandono são coisas que fica marcada no meio do mar é que o adulto tem esse esse essa maneira de olhar para criança como você falou no começo a é criança não só a gente bobagem assim não vai perceber sem serviço de marca para marca entendeu E às vezes marca em lugares que demora para curar depois você fala de repente com ado o que Lembra daquela coisa que aconteceu lá atrás entendeu que você achou que não é Contagioso você vai querer os problemas que se trata hoje na terapia tem raiz Lajes sem sal também aqui lá atrás para ver e estruturar tudo isso né mas você lidava com esses pais que davam palmada para corrigir então eu vou olhar aí né exatamente o gritando né quiser fala para criação não sei tá gritando entendeu então é só com o tempo que eu tinha disponível né para trabalhar com esse só trabalhar conversar dialogar explicar mostrar as as consequências que isso trazia na criança na verdade o que facilitavam um pouco isso é que quando os pais procuravam Supernanny é porque ele já estava desesperado é então no desespero você se abre entendeu havia assistência aí não as pessoas mas a maioria se abelha porque era de se esperar tão grande sabe eu entrava nas casas na primeira vez que eu colocava o pênis dentro da casa e as mães por isso amigas mais se penduravam M chorando sabe me ajuda sabe que você viu o desespero é a pessoa então quando você chega nesse ponto então a conversa e os pais vendo aquilo que tava acontecendo na criança que tava incomodando eles que tava trazendo problema então ele eu recebi melhor mas você fica mais receptivo isso claro que tem exceções mas em geral irá isso então é explicação então e mostrando que com e sempre você é duplo adianta eu te falar não me bata o que eu tô te dando um tapa assim entendeu É porque a gente sabe também que tem aquelas crianças que ele não param né aí acho que esse caso mas sabe o que acontece sabe que é isso é falta de amor viu né eu encontrei uma turma das famílias ser amar era uma mãe separada com dois meninos quatro e cinco anos ou 35 anos assim que morava junto com os avós porque ela trabalhava ela ela era guarda civil interior de São Paulo e as Crianças ficavam muito com sua criança agressiva que agressiva fica inclusive saiu na lá no programa eles o menino passava ele passava do meu lado e me batia a já sei qual ele julgava ele dele tinha esses negocinho Odeio os seus pinos sabendo jogar e ele mesmo os únicos que a gente o dia gatinha né uma agressividade mas sabe como que eu consegui conseguir estar as crianças com amor sentando no chão brincando com eles conversando cantando fazendo brincadeiras com eles eles foram mudando a maneira de se relacionar comigo Ah tá porque no começo ele melhor principalmente mais velho ele me minha ver dia e ele foi mudando foi muito e você reagir com essas agressões nesse início você ficava então eu neutra neutro neutro porque ele é bem no começo é era na parte de observação né Deus vai passar tem que ter uma coisa que talvez não os pais não entendam que a criança que não para a criança agressiva a criança é que ela já entendeu que é só no extremo que ela tem a sua atenção ela não tem essa atenção para um carinho ela não dessa atenção para o colo ela não não teve atenção para assistir um desenho sabe quando ela tem sua atenção quando ela grita quando ela batizar Mas é porque você para de colocar você para do celular o computador você vai o salário veio até ela também então é a única forma que ela faz você vir até ela se ela entender que você vem até ela naturalmente para brincar para montar um quebra-cabeça para jogar videogame passou aquela roupa eu tenho a presença não preciso preciso gritar para ter sua presença nos mais feio E aí tô falando você dedicar você te dar a tua teu amor das Crianças entendeu E que sua meta tudo que a gente tava falando quer dizer se dá trabalho educar Então esse deve tá trabalho dar esse tempo esse autenticação essa atenção sim aí e dar esse amor né Eu acho o outro vejo se muitas casais assim que tem filhos isso aí Vem cá preparado Sabe tem que tá preparado acho que é uma responsabilidade muito grande é isso tem à disposição também né porque às vezes você pode até não estar preparado mas Opa Então OK vamos lá já que já se veio vamos fazer na mesa de forma tem a disposi será de se fosse a senhora você não tá preparado e não ter também a disposição aí e as costas agora quem sai prejudicado tudo isso a criança criança criança entendeu porque aí aí quando a pensar pronta o julgamento era criança né claro né Nossa essa criança é terrível Nossa por isso porque porque que os pais chamava Supernanny porque os pais me consulta achava que o problema era que eu ia problema é a criança teu filho já tem agora tem uma tem uma tem uma consulta é programada Que Eu Já atendi essa Mãe faz um ano eu acho que foi aí eu já liguei só que ela quer que eu fale com filho agora É eu sei falar com o filho e tudo bem Primeiro eu vou falar com ele ela me mandou todo um áudio dizendo explicando o que que tá acontecendo né mas ela quer que eu fale com filho filho tem 9 anos então vamos ver no que vai dar eu vou ver o que vai dar Vou ver o que esse menino argumenta né porque nove anos já se expressa bem tudo né isso é uma coisa que eu penso sabe quando eu vejo por exemplo criança em viagem voo ônibus que não já aconteceu de eu tá no ônibus ainda brinquei escreveu relatei no Facebook não é para escrever quase que me baixou a Supernanny porque a menina tava juro porque a menina tava viajando com o pai e aí o motor era ônibus e a motorista possa falar ou cinto e o pai não conseguiu fazer a menina sentava botãozinho não conseguiu e não era um bebê que não entendi até porque se fosse bebê não estaria no centro era uma menina de 156 anos que já dá para ele explicar a função do cinto já dá para dizer olhar a sua segurança tô pensando cara é eu não consigo entender essa situação acontecer lá porque eu fico pensando assim Ok se eu tô indo viajar ainda que seja a última hora ainda que seja de uma hora você saiu de casa você foi até lá você esperou o meio de transporte que seja entrou no meio de transportes nisso aí pelo menos meia-hora você teve nem a hora você não conversou com essa criança sendo explicou previamente Olha a gente vai entrar no avião Tenho sim até para segurança sabe olha vamos ver aqui olha só que olha vai usar o cinto assim todo mundo mas você vai ver que é todo mundo Pronto Olha a gente vai subir vai dar um negocinho aqui no ouvido mas tá todo mundo sentindo até trabalho dá trabalho dá trabalho o que que é melhor é melhor deixar a criança que não tem culpa de não estar entendendo porque a criança não tem culpa de não estar entendendo começa a doer começa não sei o que pressão e ela se sente mal e ela tá presa porque a poltrona é apertadinha e né E ela não ela não tem que entender sozinha achando que tá acontecendo fala a criança não não tem que ele já tem que saber o que o adulto espera dela não é então eu explico para ele quando você vai sair vai para o shopping tá você vai passear você vai Compra Aposta que comprar um brinquedo para essa criança então prepare-se a criança Olha a gente vai para o shopping vai passear você quer ir mesmo assim exatamente você quer fosse você se comportar a gente vai a gente tem que tomar um sorvete Depois tem alguma coisa legal entendeu Mas explica essa criança Sim ela sai ela passa na frente de uma loja de brinquedo claro que a criança quer entrar É lógico minha família formal Então você tem que explicar hoje a mamãe não tem dinheiro para comprar presente as que a gente pode fazer gente pode olhar a loja de brinquedos ver o que que tem de novidade que tem eu cansei de fazer escalar a gente pega aquela bonequinha Aquele carrinho mais ok mas me ajudar trabalho pela trabalho é trabalho a inclusive você colocar a todos e se as regras para saída sim então por exemplo nós vamos sair sim a gente vai fazer tal tal tal coisa se você não cumprir com aquilo que a gente tá programada acha de volta mas cumprir e a gente fez isso durante um um programa também nós fizemos um uma saída eram dois meninos já não sou 8 10 anos a gente fez uma saída com eles a gente foi no shopping quando tinha todo mundo lá no foro de São Paulo e dá onde tinha tudo é uma roda gigante sabe essas coisas de brinquedos para as crianças Internacional de Guarulhos eu acho que acho que sim e e a gente vai falei para a gente vai explicar para eles que eles têm que se comportar que não é para sair correndo que isso que eu não tudo bem se não a gente volta olhos subiram larga roda gigante começar a fazer bagunça não queria brincar sentado se e eu falei para os pais a gente volta para a gente o que a gente falou que se você não tivesse você direito entendeu então a gente ficar mas ser difícil eles hum colocarem esse essa está estruturas organização em que a criança saiba o que você espera deles e que tem uma responsabilidade aí eu nem tão responsabilidades criatura suas habilidades e a gente volta não é porque mamãe é ruim é porque você não se comportou direito eu adoraria do estado é só para você não cumpriu com a parte do acordo é assim então aí você vai criando a responsabilidade na criança pelas suas próprias ações que toda ação que você fizer vai ter uma consequência em pode ser boa pode ser ruim não depende da mamãe que tem que você Você já trabalhou com crianças autistas também autistas não com síndrome de down lá e lá no eu uma menina foi muito fofa era mais velha de três de três filhos e com síndrome de down só que Kailane e ela se apaixona o seu começo mas a mãe ela ela tinha uma uma disciplina com as crianças o grande problema aí era o emocional da mãe que foi o grande momento a cide de mexer no emocional dela a choro muito né porque não é fácil você ter uma criança com síndrome de down né E você ter outro as suas crianças depois mas foi bem legal Foi bem legal e a menina coisa problema da menina ela é Ela tinha né porque eu tinha uns 11 anos mais ou menos Então tava nessa fase um pouquinho mas o seu microfone tá aí ela tava nessa fase de de mudança da criança de passar para pré-adolescente e tudo então ela tinha tamanho tinha uma estrutura é bastante organizado se com as crianças e todas Mas de repente ia lá da Vol 5 minutos nela não obedecia a tinha problemas na escola também porque ela tava começando sabe as mudanças for money e o outro aí ela avançar o em cima dos meninos queria dar beijo abraçar essas coisas né mas ela foi um trabalho super legal super legal com ela uma atenção super especial ela a mãe e o pai colaboraram muito com eles eu encontrei Eles foram que foram me encontrar no lançamento de um livro lá no Rio que legal com a menina e tudo e a menina ela ficou ficou apaixonado por mim desde o começo e ela falava que ela era a Supernanny não era não era na Cidade do Rio de Janeiro eram como eram era uma cidade assim pertinho se eles Rio de Janeiro e ela falava que era a Supernanny desse lugar onde ela orava e aí quando eu fui embora ela falou que ele queria vestir super aí eu dei de presente o meu lencinho lencinho que usava dele para ela e aí quando ela foi me encontrar esse lançamento do livro lá foi com um lencinho tá aberto é muita Copa muito fora que muito fofa então a gente tem pergunta e tem Tá no tá no grupo será não a sacada nos mandou Será que o que pode ser a esse outro outro caso que eu falei que vocês me perguntaram sutiã famílias que desistiram a Então nesse primeiro foi que eu te falei dono da mulher que mexer com as coisas da casa eles desistiram no segundo caso foi assegurou Luciano Tava me lembrando agora é então a situação e bota assistir porque era uma família com três crianças e eu trabalhei as crianças tinham um Está giro de brinquedos eles tinham brinquedos por tudo quanto era o gasto o caixas de brinquedos sem abrir todas você abrir os nossos os impressionantes é impressionante então uma das coisas que eu fiz com eles foi assim a gente tirou todos os brinquedos dono estava e nos juntamos todos eles na sala da casa Onde eles moravam era uma 11 os brinquedos e eu fui trabalhando com as crianças a doação tá quando você tem uma coisa aqui você tem demais tem crianças que não têm e tinha brinquedos que estavam crescendo já e não tava usando mais vai fazer nesse sentido e tinha brinquedos tem nunca tinha aberto nunca tinha visto então eu fui trabalhando isso com eles aí eu falei com eles agora nós vamos fazer assim nós vamos separar daí todos os brinquedos aqueles que você já não usa mais porque vocês crescer e não querem mais e aqueles que você Vocês querem guardar para vocês mas ele uma coisa que eu trabalhei tão legal com eles que eles entenderam sabe entendeu E foram separado as coisas eles estavam bem feliz estava bem com isso só que tinha um cachorrão assim grandão de pelúcia que era da menina mais velha era minha menina e dois meninos e a menina pegou esse cachorrão que tava no quarto da mãe É porque ela já não usava mais pegou e colocou entre os brinquedos para dar Nossa a mãe ficou possessa tenho cima de mim que eu tava fazendo lavagem cerebral nas crianças que eu tava fazendo o que elas dessem as coisas que eram coisas que eles tinham ganhado não só fiz um escândalo mas vocês são escândalo ela fazia esse escândalo fora das câmeras sim por trás para o diretor e tudo aí o território veio conversa comigo falou forma como vamos fazer isso eu falei ela vai ter que falar isso na frente da ficar na casa para mim tá aí eu a gente começou a conversar com ela antes dela ir para as câmeras e veio à tona que tava por trás de tudo isso ele tinha todo o histórico do pai dela que era ausente e o pai enchia ela de presentes para compensar a ausência dela e esse brinquedo esse cachorrão que a filha tá dando era uma coisa que o pai dela tinha dado para filha então o que que eu tô falando isso porque tem um histórico por trás de tudo isso então ela ficou eu falei mais eu quero que você fala isso não precisa não houve mais forte pegou forte mesmo Acionar e ela me acusou que eu tava fazendo isso com as crianças então aí eu chorei porque as crianças tava indo super bem super pé já tinha entendido sabe quando a criança entende eu lembro de Eu tenho um flash nesse momento de você chorando assim e aí eles então eles gravaram tudo isso porque eu ouvi a gente entendeu então gravar uma mulher falando gravar tudo muito chorava gente os câmeras que estavam comigo Jurava também diante dessa situação mas não terminou Aí terminou o programa tudo e Nós já tínhamos combinado a produção tinha combinado com a instituição onde a gente ia dar os brinquedos para dividir um recolher os brinquedos que eles foram à casa todos os brinquedos que tinha sido separados em tudo e dele e o cachorro também foi o cachorro Você acredita que depois que o programa terminou ela foi lá na instituição e tirou tudo bem que libera todos e não é possível acha que você fala que ela buscou o cachorro também achei que era só o café pegou todos os brinquedos de bota que já graça cara é inacreditável Pois é por isso que eu te falo eu é um programa que mexeu muito com a história sabe é que mexer com coisas aí que tem que tem que descer em Cadeia esse comportamento Sabe sim eu não justifico mas eu entendo o que aconteceu sabe foi a lembrança do pai entendeu da ausência do Milan já era uma chance também que ela poderia ter aproveitado de resolver mas ela não quis não quis não quis entendeu e o marido que tava com ela também tudo ele não se posicionou ele não falou nada ele ele ficou totalmente neutro na coisa nem se funciona para um lado nem falou com ela nada porque Possivelmente ele estava do seu lado provavelmente provavelmente prováveis arrumar confusão aqui dormir no sofá é exatamente mas como você falou e lá podia até resolvidas uma vez que ela entendeu que isso porque assim às vezes a pessoa mas eu acho que ela não entendeu vai lhe é o problema entendeu e naquele momento Puxa ela tinha chance de tirar Norma penal entendeu pelo contrário ela meio por pouco eu tava fazendo isso eu consegui dela entendeu o pneu caramba Vai lá Vitão lei para nós aí o Acre o livro Sim a gente falou do livro Ele mandou eu tá lá todas as partes fala Supernanny você você fez parte da minha infância e adorava acompanhar o programa poderia falar mais do episódio da mulher gostosa e pelada hahaha mulher pelada pertinho que ficava pesquisando raça isso sem me lembro me lembro mesmo então Essa é uma das situações né em que você vê o perigo é da ausência dos pais da supervisão dos mais né porque a gente na verdade eu tinha dois casos não sei quando ele está falando mas eu vou falar dos dois tinham um caso de uma de um casal com um menino de uns 11 anos mais ou menos e os pais totalmente ausentes estudos feminino e a gente observando nesse período de observação não que eu vou passeando pela casa o trabalho é tudo a gente descobriu Ou se era livre para transitar nesse primeiro momento você será agendado e ficava o tempo se quiser essa não eu tinha um período de observação né ficava o tempo que eu queria a gente tem um mas o combinado era o quê com a família vão vivendo isso Ah sim claro vamos fazendo a vida de vocês eu vou melhorar aqui essa também digitar entendeu eu vou observando ou de um lado para o outro sem falar nada tem que falar nada sem falar nada mas ainda que eu fui observando Aí o menino ficava no computador Porta Aberta do quarto dele Sem problema uma menina uma irmãzinha pequenininha e a mãe circulando por aí mas aí de repente eu fui observando e o bico esse menino primeiro ouvir umas músicas funk sabe com umas letras horríveis sabe aí eu fiquei assim né impossível mostrei para o que demonstrou câmera que tava junto comigo estava gravando tudo isso e aí continua observado e o menino assistir afirma pornográfico e assim ele não se escondia porta do quarto aberto a mãe circulando por aí mas também não tava nem aí com o menino estava fazendo aí eu fiquei absorver tudo isso aí depois que momento que eu fui confrontar os pais né faz eu falei para ele se ele não tinha a menor ideia que tava acontecendo já tinha nem reparado nunca tinha preparado Nossa morrendo de vergonha ficaram assim arrasados os dois aí eles foram confrontaram o menino tudo Então esse foi um caso sou o outro aí eles colocaram limites aí ele a própria produção ele ele ver como é que fala apagou tem os seus filmes ou não pagou não ele coloca cadeado né para ele se não não assistir o controle que céu supervisão né porque não tinha nem um iate para ver se e o outro caso foi um caso em que os pais eles tinham também um menino uma menina de mais ou menos isso a idade 10 12 anos e uma pequenininha que na verdade aqui ele chamar a pequena porque tava trabalhando comportamento essas coisas mas os outros dois estavam aí esquecidos na casa e os pais iam dormir com uma pequena que a dormir cedo porque no dia seguinte é para escolinha essas coisas e os outros dois ficavam aí na na internet os dois e aí eu fiquei tá bem conservado que é eu bico o que eles acessavam né Sem e eles sem nenhum problema eu atrás deles observando o que estavam assistindo o negão linha melhor vergonha entendeu nada eles continuavam ainda cê sai de mulher pelada e tudo isso foi para depois com os pais por isso todo período observação né Fala gente vocês vão querer que você está fazendo aí vocês não sabem que vocês crianças eles preferido né eles não têm a consciência de que errado nem eles vão se preocupar em eles vão ler a mente nada porque ele nos is e nem outra criança entendeu sim então é o problema não é você proibir é que uma coisa que não faz bem porque não tem idade sim para absorver isso aí para administrar isso aí então eu vou lavar e eu tô falando disso dele vários anos atrás né E claro mas não hoje que hoje eu vou aqui agora minha filha tá com 21 anos já tá adulta já mas é um deixa eu ver isso pelo amor de Deus mas é mas na época dela é bem tipo pré-adolescência 1214 que começa a ter um celularzinho já começa tal né E ela falava não põe senha eu vou mexer eu vou olhar para e é assim privacidade eu falava privacidade vem junto com o boleto enquanto eu pago os boletos privacidade dois isso esposa pagar seus boletos privacidade vai junto com os boletos para vocês certinho manta você mora em baixo eu pago sou eu o tratamente aqui não tem privacidade a a tranca de porta aqui não tem assim e aí obviamente graças a Deus ela cresceu super responsável e tal então aos poucos você vai eu lembro que o primeiro namoradinho dela com 15 anos a mãe tu que vai lavar eu falei tudo bem velho conversou falei OK mas assim você tem 15 anos você vai ter um namoro de 15 anos se você tentar ter um namoro de 18 anos com 15 anos vai ficar sem o namoro de 15 anos você tem o número de 15 anos então eu vou te levar o Shopping 3 entrar no cinema vou ficar do lado de fora do cinema vocês vão sair do cinema a gente vai como um McDonald's a gente vai embora tá tudo bem mas é o namoro de 15 anos e assim foi então acho que foi aos pouquinhos sabe e ela foi também sabendo usar com sabedoria e com responsabilidade esses limites foram dados que foram você trabalha aumentando que também não adianta fechar tudo né É isso mesmo exatamente você não ensina também nada aí abre a porteira pelo amor de Deus aí que tá aquilo que eu falo você tem que é aquilo que você quer para seu filho até aonde eu vou deixar ela e ele tem que saber porque você começa com um pouquinho entenderem você começa com um pouquinho quando ele é pequenininha Então Pode Ir até aqui por quê Porque a mamãe sabe que ele aqui para frente eu perigoso para você isso com quatro com 6 com sete com 15 a mesma coisa assim porque você sabe da vida um monte de coisa que ela falou que ainda não sabe aquele entendeu então mas você quando que começou vai lá atrás eu sempre desde criança eu tive várias essa conversa com a mãe você me falava para ela tem tudo o que você quiser fazer na sua vida você fala comigo Se der para a gente fazer a gente vai fazer se não der de imediato e precisar de uma programação a gente vai se programar e se não for viável que a gente faça aquilo eu vou explicar porquê mas sempre me então assim nunca teve uma coisa de ai eu queria ir não me fala mãe que roubar um banco então não é não quer fazer um Eva nós não vamos estar programando isso no caso vamos programar sua festa de 15 anos isso por exemplo E olha como é louco eu lembro de quando eu tivesse a conversa com ela aqui ela ela tinha ido numa num buffet para uma festinha de uma amiga e ela voltou Encantada é porque só que ela não for é de 15 foi o algumas porque eu faço janta porque eu ia levar o balé então a gente sempre passava não quer baratinho Habib's o Mack da vida assim e aí ela falou entre si a gente não não saí mais nos dias que a gente sair se a gente voltar para casa a gente come alguma coisa baratinha sei lá não sei o que foi Ball já ajuda e aí foi e aí acabou comigo sabe quando ela tinha ganhado uma uma aquelas bandejas de miçanguinha e fazer a pulseirinha de miçanga outra menina né ela te agrada da minha mãe manda aquela Bandeira conversa aqui e aí onde ela chegou para mim com uma porque ela não tinha muita noção do valor do dinheiro quanto valia mais né Oi já chegou para mim com uma moeda de 50 centavos e falou mas eu vendi Uma pulseirinha na escola assim acho que é para minha festa e é assim eu não ia explicar para ela lá cima ali não era hora de colar atitude ótimo umidade curioso a gente tá o seguinte virou pão não tem problema mas é melhor morta eu falei caramba ela entendeu entendeu ela entendeu que precisa se fazer coisas para se ter coisas na vida que ótimo então toda vez que eu tenho cuidar de conversar com alguém eu falo assim olha não sei se funciona com todo mundo vai comigo funcionou pra caramba conversar muito Claro que está presente de Arouca não deu certo tá lá claro claro que você você tem quer aprender três filhos e quatro filhos cada um responde de uma maneira diferente Aí você tem que ter o Jogo de Cintura com outro planta tem que você conduzi-la da melhor maneira possível mas o diálogo esse esse esse diálogo para assumir responsabilidade tomar consciência daquilo que não não do que as coisas mais daqui tudo custa alguma alguma coisa entendeu então você quer ter uma coisa tudo bem vamos ver o que a gente pode dar para isso que que a gente pode abrir mão para você ter aquilo que que você entendeu então uma coisa que você vai trabalhando isso e deu uma coisa tô cansada dessa vida e deixar participar fazer ela participasse entendeu até nas decisões assim por exemplo se isso não for feito né Na hora da disciplina por exemplo Ok vocês Você entendeu o quanto é importante você estudar sim você entendeu o que é importante você fazer atividade de casa assim se você não fizer como é que a gente vai o que que a gente vai ficar como é que a gente vai resolver então daí no dia que eu não quiser eu não vou jogar videogame pronto aí vamos combinado E aí não vai ser nenhuma punição por que fica já entendeu exatamente você combina com ela fica combina e responsabilidade Minha e Tua sua também isso aqui aí se eu te deixar sem videogame só que eu não fui porque o nós decidir é exatamente nove dez dias agora tá trabalho Só me fala onde é que a gente encontra seu livro fraco na Amazônia pensa o nível que tá pessoa que crise que é sério você perguntou para ela porque ela falou Cris Aí eu então está na venda na Amazon e na Mundo Cristão Se você entra lá eu acho que pedir pode pedir pode ir encomendar isso aqui tá sei que vai fazer consultoria para fazer consultoria pode entrar em contato com o meu empresário com Estevão pelo contato contato@cristofoli.com.br perfeito pra ter uma consulta e com consultas no plural@cristofoli.com.br porque hoje uma consulta então é consultas tem muita gente coloca a consulta e não vai no jeito entendeu ele consultas no plural já prova que respondi.com.br ele é isso aí para consultas e o o ator para palestras assim eventos né que esse humanidade a cidade para que para consumido é não por exemplo do filho Às vezes o filho já é adulto eu a pessoa tá com dificuldade de criar o filho adultos não tem restrição de idade Olha já me perguntaram se eu posso orientar para educar um filho de 22 anos 40 anos é muito problemas então nunca chegou ninguém com esse problema de 20 vinte e poucos Já me perguntaram porque muitas vezes problema com 18 20 anos e que a pessoa já tem uma umas umas conceitos já uns hábitos adquiridos e em outro tipo tem nunca tratei assim com fazer a pessoa pergunta mas pergunta para ela a brincadeira sabe que a ser você ainda Luca criança de de 23 anos por ser começar assim você educar ia meu frio sei alguma coisa possa se Quantos anos ele tem né Há 23 horas e lhe falar um negócio a rir entendeu E também foi mal E aí já tem mais agora tá difícil agora tem que ser terapia eu não tenho como reparar agora tem que ser terapia né agora até adolescente sim não tem não não tem Geralmente quem quer impedir são com mais crianças que era porque eles são aquelas coisas de birra ter falta de obediência problema na escola sabe o problema de ciúmes entre irmãos suas coisas né que mais com criança pequena naquela parte de você dividir tarefas para os filhos você diferenciava tarefas para meninos e para meninas e não porque na verdade o que Eu distribui a o distribui Assim e organizar bem as tarefas mais aqui na casa de ajudar como arrumar o quarto sabe ajudar a tirar uma uma ter a câmera tira a louça vou juntar brinquedos esse tipo de coisa as coisas da casa que não tenho indiferença é meu eu tô me lembrando aí que eu fui numa casa onde tinha cinco crianças 5 dias 5 irmãos né E aí eu fiz uma distribuição de tarefas mas eu fiz junto com eles tá porque já tinha 11 e 13 anos assim eu fiz junto com eles eu fico olhando ele ele ser exatamente ele sabe o cabo eu eu posso eu posso ajudar nesse sentido eu posso ajudar no outro então isso foi bem legal porque aí é aquilo que a gente conversava eu compromisso deles entendeu Não eu vou ter que te obrigando ele tá decidido fazer isso isso foi bem legal bem legal E isso tem por isso exatamente e ouvir de ouvir distribuição sabe olha a minha irmã faz isso aí eu faço outro mas não era assim menino menina sabe não sim não teve aquela aquela desse eu usei não é aquela diferenciação entre o menino O menino a gente tem mais mensagem então era só ali tá boa querida obrigada por você ter vindo foi legal Foi ótimo então a gente não tem como não falar sobre educação não vai menina gente é uma delícia não tem sabe mas é muito bom é muito bom eu creio que eu eu me sinto assim muito muito grata de poder ajudar sabe de poder conversar de poder a se conquistar a confiança das pessoas de vir falar comigo sabe te pedir uma ajuda uma orientação para que não posso resolver todos problemas mas pelo menos a gente trocar avidez dá para dar uma orientação e depois a gente dentro de casa hoje Tô sim eu fazia com é essencial né Agora tô fazendo online maiolini na verdade que faz dois anos é a primeira pertence a lei hoje com vocês viu porque foi sempre eu sempre online e agora eu tô fazendo Live né também né Por causa do livro e tudo mas é tudo online é tudo em lá então as pessoas ainda estão com meio Você grava ele também para o seu Instagram e para o YouTube também pro YouTube como é que o pessoal acessa então no YouTube tem uma hora nova porque as pessoas estão querendo saber da minha história da minha família e tudo então agora seja batendo papo com a minha filha como se chama e não não é Vamos pesquisar aqui agora é o Vitão já acha bota até que na tela para nós bate-papo com mais de recebimento É isso aí é isso mesmo isso é nova minha minha filha que faz junto comigo e meu marido que grava e minha neta que ele tá né para ficar todo negócio familiar familiar isso e e tem depois o Chris Pole o responde né que eu fiz durante muito tempo também que são perguntas dos pais a perguntas dos pais e tem uns livros tem um livro que eu acho que é muito legal que se que se chama 500 perguntas para você educar seu filho sem a Lu que serve tem um modo que a última pergunta que eu queria fazer para você quantos anos seus filhos tinham quando você foi para a super nada a não eles serão eles eram eu tinha um neto já já eu já eram aí foi antes da gente encerrar como foi para tua família são aumento de como você disse não foi uma carreira que você foi construir eu tava aqui dando aula para te ver como ele foi para ele seu marido treco Deus então eu foi uma conversa de família eu chamei todo mundo a gente Amei vocês aqui hoje o macarrão com frango para dizer que a mamãe vai saber do SBT que não foi a coisa foi um dos poucos à medida que foram me falando e tudo né foi compartilhando com eles mas ele manda eles Oi quando eles me propuseram a se trabalhar em contratar e tudo eu falei com ele para eu olhar se vocês concordam eu aceito Porque isso alguma coisa que vai mudar a minha vida e vai afetar Toy acabar afetando todo mundo sim mas eles me apoiaram porque eles ele sempre a gente fez tudo o trabalho na escola e tudo por isso é pro meu marido sempre teve junto comigo a escola tinha uma proposta de viagens internacionais a gente ir para os Estados Unidos com as crianças meu marido ganhar comigo a gente fazia de monitores com eles então a minha filha trabalhou na escola minha filha nutricionista já trabalhou na escola também então meu filho também então tava todo mundo todo mundo número amiga próxima sabe então quando eu entrei nisso eu não entrei sozinha na minha família tava junto comigo ou e ela me apoiaram e enfim foi tudo tá tudo bem aqui a minha filha trabalha junto comigo meu filho vê se minha precisar eu estou aí meu filho tá bem então meu marido tá junto comigo também ele sempre viajou comigo né então ele me levar a mala então a gente sempre dividiu tudo isso ai mas eu acho que é é importante referência assim inclusive eu tinha é só o Felipe né que tinha só o mais velho onde é que tinha primeiro Neto né ele sofreu muito com o negócio de super Dani porque ficava com muito ciúmes porque eu ia com ele na praça e tudo que as pessoas virem ou não era o meu neto meu neto e ele e ele ficava com ciúmes é é mas depois ele foi acostumando com isso né aí Os outros já cresceram com a super na já foi legal para ela esse sou o menor o menor que vai fazer 10 anos que ele não viveu pediu período da vó na televisão então hoje quando ele ver ele se surpreender um pouco olha não entendi muito bem sabe como que que tá acontecendo mas os outros cresceram com a avó os netos na escola tinha aquela coisa de conseguir é nosso permaneça E aí fica aí embaixo que você tem você tem todo mundo perguntava né como é que é essa meta tem que foram educados No método Super Nanny então ele falou que quer dizer uma Super Nanny o método método da televisão Supernanny ele foi posterior à eles mesmo foi meus netos foram educados nesse pé tu Isso sim meus netos eles tinham disciplina as tarefas tudo a cadeirinha na no encostada na parede tudo para ficar no É ele sim os meus filhos não porém a gente tinha mais ou menos isso é coisa da organização da rotina então mais ou menos os princípios tão você fez magistério também fiz magistério também que já ajuda um pouco na Júlia vai ser mãe com uma KS mas eu comecei a trabalhar com educação Escola com 18 anos sendo que me ajudou muito também ele só isso foi a minha vida toda né então é que agora eu eu tô muito assim envolvida nesse negócio de orientar as famílias porque vejo que hoje que hoje mais que na época da supernanny ele está precisando de orientação né sim então por exemplo tem pessoas que me entrevistas sobre esse livro porque Elas tiveram problema com os filhos e bullying entendeu sim então assim é difícil hoje né É bem difícil para um filho que faz o bullying canção que é exatamente o que o trato também aqui eu não é simples e se preocupar com o que sofre bullying com aquele que tá sendo Oprimido porque tem uma professora aí também que tá praticar no bullying que tá com problema a filha dela e em um dos casos que me consultaram Exatamente isso filha com problema de bouley a mãe entrou na escola e tudo contataram a mãe da menina que tava praticando bullying na filha dela e a mãe colocou desculpa não numa situação familiar tá porque ela tá passando coisa que eu acho que faleceu a vó uma coisa assim e por isso que ela tá agressiva e tudo mais nosso sumindo longe Onde exatamente não assumindo Não tudo bem eu vou ajudar minha filha é porque ela tá com problema tudo bem A vó faleceu preciso um trouxe problema parece criança em nossa mente para ela tá repercutindo não então isso O Arraiá hoje né Isso é hoje mesmo então espero que esse livro posso ajudar e eu tô à disposição para ajudar você café a roupa consultas@craz.com.br e palestras que agora estão recomeçando sim eu tenho a marcado abril maio e Junior eu acho que tem eu contato@creditosp.com.br perfeito super legal como eu adorei foi um prazer voltar para te ver eu acho que é difícil né É muita gente me pergunta se eu voltaria a fazer o Super Mário Eu acho que eu sou que teve aquela época o que talvez seria legal outra proposta de uma orientação sabe via televisão né preciso alcançar muita gente tem uma casa pela internet fazer posição com uma pessoa crie uma pessoa que diria o Faça no seu canal vai lá na casa das pessoas seria muito legal é de superando os problemas de hoje é né exatamente né talvez você não pudesse usar o ir para São Paulo mas você pode fazer uma irmã mas é que que o Cris Poli hoje inclusive meu filho onde é que ele trabalhou comigo desde o começo ele se preocupa bastante com fortalecer o nome cristole eu lembro hoje o cristal ele é conhecido também tem muito que você fizesse super não da crise super crianças foi o que eu super você pode usar o Super suportar libera se tá liberado você faz um mega Cristo isso a criança tem ômega 3 é muito legal uma ideia é isso é perfeita você que ficou até aqui também se inscreve aí no canal do que a gente tá arrumou 700 mil inscritos Então corre aí se inscreve também Sigam a gente em todas as redes sociais@o Vênus podcast É isso aí a gente também nas nossas redes sensuais Cris Paiva com dois s e Assim Segue a gente lá bem é isso até amanhã

Trivia

Curiosidades do episódio

O que o pessoal achou

Comentários


Compartilhe com seus amigos

Venus

Olá Viajantes! Venus Podcast acontece segunda, terça e quinta, normalmente às 17h, AO VIVO simultaneamente no Youtube e Twitch.

CRIS POLI (Especial Mês das Mulheres)

Cris Poli é escritor, pedagoga e apresentadora. Ficou conhecida por apresentar o reality show Supernanny @cris_poli_oficial