Transcrição

nós estamos no arco mais uma deriva eu sou Arthur Petry na mesa estragar dalaqua e os avisos de hoje fala Pedrito certo avisos galera por a câmera torta de novo caralha vai vai a câmera torta mesmo é avisos de hoje gente para você interagir aqui no programa para você mandar as mensagens aqui no programa você tem várias opções uma delas é saco cheio. Tv onde você encontra o grupo exclusivo dos assinantes do à Deriva que eles podem mandar mensagens aqui no programa eles são sempre prioridade sempre ler primeiro as perguntas do pessoal de lá pode mandar perguntas de texto e áudio pode mandar áudio também que para convidada de hoje é também tem flor podcast.com.br manda mensagem lá pelas partes que são as moedas da plataforma pode mandar mensagem de texto áudio vídeo e também estamos ao vivo no site ruschiana para tá falando fosse pode mandar propaganda também pode mandar sua marca que a gente vai humilhar só marca tem um botão o milho sua marca aqui me manda o que você tem para anunciar a gente vai humilhar aqui carinhosamente o seu é do Toy Exatamente é o móvel no site roxo e tem as mensagens do também tem as mensagens do YouToba pode mandar mensagens no YouTube aí o super chats agora mais um recado aqui que é para Galera dos canais de cortes a gente deixou claro não deixa eu perder eu acho que tava claro né quero um 36 horas 7 minutos depois mas o pessoal não não entendi muito bem de horário aí eles lançam logo depois que a gente terminou o episódio então fica um pouco chateado Vamos matar de uma vez por todas isso aqui porque eu não consigo eu não aguento mais receber emails desse tipo aqui Olá você Rei vídeo reivindicou reivindicou uma violação de direitos autorais do meu canal de cortes e não entendi por que vocês fizeram essa remoção sendo que vocês do à Deriva liberam fazer cortes e não sei porque vocês fizeram isso se poder me responder e explicar o que fiz de errado Resumindo o que você errou cara foi que você não respeitou a a única só tem uma regra que é 36 horas e sete minutos depois sete anos depois para você não ser o cara que manda esse tipo de mensagem para mim só respeite-as regra que tá tudo certo aí o cara recebe em média dez e meio de euros eu falo eu falo para o Pedrinho que eu falo com os outros não estrague nas casas e falou que vai chegar lá duas horas vai chegar mensagem para mim não dá nem 2 horas tipo meia hora depois do tá chegando então tá tá de 36 horas 7 minutos depois favor respeitem esse prazo aí isso isso para não acabar minha caixa de milho tá cheia já disse que não aguento mais esses cara ficam triste né eles ficam triste e engraçado porque todos eles a a única fonte de renda deles é o canal de cortes isso é muito louco é louco muito caro fazer um antes não existe por esquece de me pergunta ele estava esperando tanto tempo né alguém criar uma ideia legal elas embarcarem juntos é 40 anos desempregado Paris o empregou Batataes aviso tudo certo então é aqui apresentar a convidada para eu apresentar emblema isso faz mais sentido a compra de hoje é até uma rocha ela é fotógrafa pericial nós vamos apresentar o teu emblema da Galera agora para todo mundo ver emblema gostei não deu certo ficou bacana problema tá na tela ali aquele Machado ficou bacana é um machado e uma faca tem um pouco sangue pelo tarantinos aqui tá legal cara explodiu atraso tive ensaio as coisas estão mudando de ligar uma faca e um machado é quase não acontece São Paulo qual é o código do emblema o código do emblema tá aparecendo embaixo s.a. e São Paulo CSI São Paulo a coleta se ae pra galera CS São Paulo SP cspu E aí assim SSP a boa não querem botar se açaí levou na Vieira Garcia sair de Açaí em pó alguém a tentar escrever assim tem sentei Os cara tão resgatem o emblema da Telma lá no fogo podcast.com.br é isso aí tu é fotógrafo apareceu o que é fotógrafo policial que a gente iniciar o a conversa é bem longe de ser um fotógrafo de reportagem né que eles dizem casamento batizado a mesma cena de crime não me dá trabalho né do ponto de vista do cliente não gostar não pode para tirar de novo né não pede para tirar de novo ficou ruim de novo é então assim é um profissional né que tem a sua função primordial ali está registrando tudo tudo Exatamente tudo que o perito vai usar depois que lá na frente vai ser um daqueles que não estão presentes vão julgar os promotores os juízes os advogados Então esse trabalho pericial né o próprio nome lá o técnico em perícia mas o fotógrafo técnico-pericial quem vai fazer esse levantamento como se fosse uma historinha quadro a quadro de maneira lógica e essa é a função primordial do participa da investigação do início ao fim ou o teu trabalho vai lá tirar as fotos entregar para quem eu responsável e deu então a equipe pericial Ela é formada de fotógrafo e perito então a minha conexão primordial tem que ser conferido né Então as minhas fotos é é exclusiva para o laudo Então eu tenho que estar no uma sintonia muito legal com o perito porque através das minhas fotos a minha ilustração é o texto dele né e vice-versa o texto dele que ele já chegou no local e já tá pensando como ele vai formula tudo aquilo ele ele tá contando com o meu visual do texto dele então a conexão primordial é perito fotógrafo entender quando quando rola um crime como é que é como é que tu chega até a ti tu tá aonde e é um telefonema como é que ele vai Começou assim em São Paulo nós temos várias equipes de perícia Então você vai ter equipes de patrimônio né que são danos roubos Furtos né em geral o patrimônio você vai ter as equipes especializadas como a engenharia que vai falar de desabamento de explosões de incêndio Você tem uma equipe de crimes contra pessoa né então ela vai atuar em suicídios em homicídios de autoria conhecida por que que eu tô falando isso você já vou entender rapidinho o trabalho e em resistências que é quando tem o confronto né do do criminoso com a polícia e ele não se rende a gente chama de resistência e aonde eu trabalho é um É também um departamento especializado em nome Sírio então eu a minha equipe de perícia aí PC dhpp equipe de Perícias criminalísticas do dhpp ela vai atuar em dois casos primordiais O homicídio de autoria desconhecida Então quando você não tem nenhum nenhuma nada que te leve ali no local para saber quem é aquele autor do crime o distrito da área vai tomar conhecimento Olha tem uma pessoa morta ali o distrito vai até o local e fala Alguém sabe quem matou não ninguém sabe é um homicídio de autoria desconhecida ele não ele ele ele passa essa ocorrência para uma equipe especializada que é o dhpp é o departamento de homicídios e proteção à pessoa a esse departamento tem uma perícia própria que é a EPC dhpp Então a gente vai atuar em homicídios e autoria desconhecida Então vamos lá morto o distrito de área toma conhecimento vai fazer as primeiras averiguações Ok é um homicídio de autoria desconhecida passa para o dhpp pode ser via telefone Olha eu tô com um homicídio aqui Vou solicitar vocês mas formalmente ele tem que passar uma mensagem aí ele aciona o dhpp e o dhpp vai para o local fazer tudo tudo o que é perícia fotografar são papiloscopia investigação e o início do inquérito então a equipe que vai para local nós somos mais ou menos de 8 a 10 pessoas que vai para local e como é que ela como é que as fotos podem ajudar a saber quem cometeu o crime Então porque é e chega no local as pessoas falam assim aí nossa ficar fotografando morto Como que você consegue possa é até até mesmo funciona você tá diante do da perda do maior bem É a vida e Tem tantas coisas no local para você ver antes de você ir ali fazer aquela perícia no corpo mas tem tantas coisas para você se preocupar ali por onde ele entrou por onde ele saiu tá [ __ ] não tá [ __ ] teve escalada é será que ele deixou a impressão digital em algum lugar ele bebeu uma água Será que tem DNA então assim Tem tantas coisas para você se preocupar e você vai registrar tudo aquilo porque foi que eu te falei quem vai ler esse laudo e entender o que aconteceu no local mas se através das fotos né vamos vamos lembrar quando a gente tava na na quinta série A professora tinha que mandar Valeu livro chato eu eu pessoalmente ia lá e ia quantas figuras tinha primeiro né Não esquece eu tinha menos para ler e realmente é você quando você visualiza E você começa a entender melhor né Então imagina você você fecha o olho e eu começo a narrar para você trata-se de um sobrado com o portão quadriculado em ferro com fechadura automatizada com entrada lateral ou todo escrevendo aqui à Deriva a partir do momento que é de difícil acesso a partir do momento que toda essa narrativa do laudo você bate o olho você fala não realmente o portão é alto eu já bati o olho você consegue entender melhor essa dinâmica que o laudo vai vai traçar né e e fica até mais fácil você ter aquela facilidade de e como é que ele tava mesmo ele tava de decúbito lateral vai lá ver as fotos aí ele tava é ele ele ele tava numa reação numa posição confortável Será que ele reagiu você vai sempre estar se reportando a essas fotos para estar melhor te orientando Tu lembra de algum algum caso que tu notou algo que era difícil notar e descobrir o algo na cena EA tirou a foto isso foi chave para resolver o caso o que eu por exemplo estaria lá na cena Não enxergaria e tu enxerga porque ele tem experiência alguma e eu fiz um local de uma senhora que que sofreu um latrocínio e a casa estava totalmente carbonizada né E então assim eu entrei 1994 e na polícia faz tempo né Como diz meu filho é da da outra época então assim aí da sua época muito né isso me dói mas assim vamos falar em 94 a lanterna em local noturno Você tem uma lanterna que pareciam sabe era pilha aquela pilha enorme e ela logo acabava Então você nos locais noturnos internos sem iluminação você tinha uma dificuldade não vou comer hoje não você tem lanterna de LED hoje você tem essa facilidade E aí o pouco que a gente conseguia enxergar fizemos ali o local um corpo parcialmente carbonizado no sofá o inicialmente ficamos na dúvida ser um homicídio Ou se era uma morte acidental né e na foto porque aí a gente tá falando do flash quando a gente revelou E aí a gente nem tá falando de máquina digital que agora você tem a facilidade de olhar ali na hora quando a gente revelou tinha uma tesoura cravada no pescoço então ela ali na hora totalmente carbonizada né E tem hora que você não vai poder mexer naquele corpo para não dificultar até o IML então se você encontra um esqueleto né você tem que ter um cuidado para remoção senão vai me agregar nada ficar mexendo naqueles ossos agora e só fazer a tarde de levantamento Não há necessidade de eu estar prejudicando o trabalho do médico Legista essa senhora semi carbonizada e já num estado delicado de deslocamento de ossos você não tenha tanta necessidade de estar ali mexendo naquele corpo para sanar uma coisa que o médico Legista vai estar depois te falando então a gente evitou até mexer um pouco e na foto apareceu aqui atrás uma tesoura gravado que na hora não tinha ninguém Conseguiu ver porque tava no escuro escuro né recursos essas coisas eu tenho privilégio trabalhar no departamento aonde eu faço o local eu tenho conhecimento de como tá andando a investigação e quando finaliza a gente sempre tem esse retorno porque tá todo mundo junto olha aprendemos o cara olha né Deu Deu certo aí né aquele DNA né já fomos atrás do cara então você tem essa satisfação de ver o seu resultado do seu trabalho do acaba acompanhando todo caso tudo vê tudo o que acontece no não fica só na foto assim ah não não desenvolvem todas as outras etapas também então ajuda a investigar além de passar as fotos para o perito não departamento de homicídio nós temos uma equipe que chama geacrim Então essa essa equipe ela é especializada em atendimento de local qual que é a intenção primordial dessa equipe solucionar o crime ainda em logo então se você chegar no local e tiver condições de já tem um suspeito é uma fundada suspeita você tem indícios né E você tem como dar prosseguimento é isso aí você tá compondo uma equipe vamos esquecer um pouco a função delegado investigador e papiloscopista perito não naquele momento a equipe está precisando de todos esses profissionais para dar prosseguimento então você vai dar prosseguimento então muitas vezes a gente tem o flagrante é que tem um flagrante ali acabou de fazer o local já pega as informações olha parece que a tal Fulano vamos atrás vamos atrás a gente é nossa obrigação E aí você dá o prosseguimento e tem o flagrante isso é o ápice né E aí a equipe inteira está envolvida nisso cada um na sua função na sua função é até por por ser uma equipe pequena né a gente tem uma amizade uma conexão muito grande então a conversa muito em local a gente ouvir a opinião de todo mundo né E sempre tá eu não vou entrar na Seara do investigador mas se eu ver que alguma coisa passou batido por ele eu eu tenho essa liberdade de chegar e falar olha eu vi tal pessoa ali no local conversando tal coisa ele vai ali vai intimar entendeu a gente tem essa essa liberdade ou foi o caso mais difícil de resolver e quanto tempo durou e olha de resolver e não é um caso meu mas é um caso que comoveu muitas pessoas ali e É uma pena que ficou sem esclarecimento foi uma menina Larissa em São Mateus é ela tava tomando banho e a mãe foi no mercadinho comprar um lanche para ler para escola e quando voltou ela já tava e é morta e com várias facadas no rosto pela quase sofreu degola e você tinha um imóvel com várias moradias vários suspeitos e não chegou a a resultado nenhum não tinha não teve que fazer não é então assim nós fizemos vários várias perícias complementares fizeram fizemos vários exames complementares foram muitas as investigações e as infelizmente não não se chegou a autoria não se chegou autoria e o caso que conseguiu resolver isso tem bastante orgulho de algum caso específico tenho tenho tenho é quando eu brinquei né que eu tô tentando ser uma pessoa melhor mas eu tô tentando ser uma pessoa melhor na polícia é no Oi Ana você falar não é muito bacana você não falar em primeira pessoa né ah eu fiz eu aconteci mano pára né ela você não é onipotente onisciente onipresente embora Eu até ouça Pô até uma camisa 10 ela quer apitar ela quer bater ela quer comemorar é que eu sou Que bom né Você sabe que resolver assim às vezes até peço desculpa pessoal falar desculpa mas não me empolgo mesmo né mas assim não é bacana você falar em primeira pessoa Eu eu rachei tá o crime nunca achou sozinho entendeu mas tem tem um local que assim particularmente me massageia um pouco ego foi um carbonizado e nem todo um veículo e ali fazendo local não tinha condições nem de inicialmente saber se era um homem ou uma mulher de tão carbonizado que tava mas a gente achou um fragmento da placa do carro e aí levantamos o carro o proprietário e vemos que ele tava com o BO de pessoa desaparecida então nós fomos na família né E lá a esposa né era uma das pessoas que mais estava assim conformado os pais né falando que ele não era de ficar tanto tempo sem notícia nem e a gente tentando levantar o que estava acontecendo ó e todo mundo muito comovido né porque você tem um parente carbonizado eu acho que é muito chocante né e eu eu tava ao lado do do Doutor Leandro conversando com a esposa e ela ali tem tanto ajudar de todas as formas e ela deu uma cruzada de mão e Ela cruzou o braço assim eu não sei como eu vi sangue embaixo da unha dela Oi e aí eu me afastei um pouco e comecei a analisar a roupa né E aí na parte interna da coxa na calça jeans tinha uma manchinha de sangue muito pequena e ali naquele momento eu já olhei para o doutor eu acho que o doutor fez uma boa leitura de que eu queria falar alguma coisa e aí eu Doutor falha quer falar alguma coisa tal mãe E aí eu eu arrisquei eu arrisquei olha e eu quero conversar com você hoje eu vou falar bem devagar eu vou falar pausadamente para você ter tempo de pensar o que você vai me responder Oi hoje e você não me responde agora deixa eu terminar E aí eu comecei a conversar com ela e assim se ela sofreu alguma violência doméstica se ela reagiu de uma maneira que ela não previa ela tinha oportunidade de confessar de se explicar que ela não sairia do local algemada na frente do filho dela que eu tava dando a minha palavra perante o doutor E aí o doutor viu que o que eu estava falando foi que eu te falei da sua conexão e ele abraçou essa ideia né E aí a gente foi acalmando acalmando ela falou não não eu não sei do que você tá falando eu falei tem sangue embaixo da sua unha aí ela falou não mas é que eu estou menstruada não dá para esquecer o que tá falando com uma mulher eu também menstrua Eu também mastro e eu não vou ficar com sangue embaixo da minha unha e eu não vou ficar com sangue na minha calça desse jeito que tá é oportunidade que você tem eu tô te dando minha palavra perante o doutor né doutor e o doutor sintoma é você não vai sair daqui algemadas e aí ela falou eu matei ele na na hora que você ouve eu matei ele por dentro você tá com dois pompons aqui resolvi e quando ela leva a gente na cena que ela matou aí é queira mais impressionante ainda porque a gente tinha estado naquela sala conversando com os parentes E aí ela entra com a gente na sala ela tira um uma espécie de uma manta do sofá o meu Deus eu tinha muito sangue naquele sofá eu não sei como ela ia se explicar para os parentes depois né se a gente não tiver assim e aí naquele momento ela então assim o Doutor Leandro eu agradeço o Doutor Leandro por ter me dado esse voto de confiança porque foi um Insight e se não fosse ela esse essa mulher falar como é que é acabei de perder o marido e você ainda por cima tá me acusando mas o Doutor naquele momento eu acho que ele viu que alguma coisa não tá não batia porque a gente já tinha um depoimento meio confuso né dela dela entendeu então assim mas era uma coisa para se investigar e eu acho que naquele momento ele abraçou aquela ideia aí deu certo Deu certo tudo trabalha ativamente no caso também não é só fazer as fotos também está envolvida como é que tu liga com esse com esse fato de que é 5050 da pessoa será inocente o a espada e aí tudo sempre pode arriscar e uma coisa como é que é viver sempre com essa sensação Eu acho que o trabalho pericial Principalmente quando você tem o resultado E você ver quem é o autor ele te deixa bem cascudo bem cascudo você cria uma casca que você para de acreditar nas pessoas você sempre ouvi a história mais besta num churrasco de um de um assalto mas você olha para o seu amigo falando assim um tá mentindo sabe ser pensa né porque você lida com é uma certa psicopatia né que a pessoa ela tenta te enganar o tempo todo ela tá tentando te enganar ela tá tentando te iludir brigar então eu já peguei não eu peguei não tô falando assim eu já vi autores de crime que chorou e me comoveu e depois era o cara eu já fiz local de homicídio que o cara trouxe um balde de água para ajudar a gente a limpar o corpo e semanas depois o cara tava preso era ele então ele estava no local com balde de água ajudando a perícia e era ele entendeu então eu acho que você tem que ir nesses momentos olhar e fala assim aonde eu errei e o que que é o que eu confiei nele entendeu então o desconfiar infelizmente é uma atitude já que a gente tem que ter sempre desconfiar e quando tu entrar nessa profissão do já tinha essa noção ou tu apanhou um pouco até entender isso c****** apanha para c****** tipo como então assim eu eu sou filha de fotógrafo né policial também então essa Digamos que essa esse mundo o policial já me envolveu em casa então meu pai levava umas fotos para a gente ver entendeu e levou o álbum do incêndio do Joelma não e a gente vê tudo aqui então nós somos em três irmãos só eu me interessei por essa parte pericial meus irmãos não então eu tinha o apoio do meu pai quando eu entrei pai tal coisa olha vê ver isso ae o Fulano é muito legal comigo fica esperta aí já trouxe as experiências e logo já da vida nova cotidiano e aí e aí eu entrei muito nova na polícia entregue com 20 anos né eu prestei o concurso com 19 mas estagiei quando eu comecei atuar sozinha mesmo já tava com 20 um inocente de tudo né então eu agradeço todos os meus falsos amigos lá do começo de carreira que me deram umas 18 facadas nas costas e eu agradeço agradeço porque foi logo no começo eu fui dentro da polícia ou casos que tu que tu levou duas facadas a cada nas costas que eu digo é forte caso é as trairagem né então é um agradeço todas essas pessoas que um dia me deram uma rasteira que um dia duvidaram da minha capacidade porque isso isso te torna mais forte né porque você tem que brigar com o leões que leões é você no local não ficar sensível com uma mãe chorando porque o cara acabou um latrocida era acabou de matar alguém por um relógio e ele tá preso e chega a mãe do cara chorando E se eu for me comover com todas as mães que chega no local eu não vou fazer uma experiência eu não vou mais fazer perícia Quando você vê aquele menor chorando no local e depois você vê que ele é o autor do crime na hora que ele puxou o gatilho e não tinha do nenhuma porque que eu tenho que ter dó dele agora entendeu então assim e isso te torna uma pessoa mais fria mais fria não é qualquer coisa que me comove Mas também eu choro Nemo é porque às vezes você tá tão a flor da pele de meus filhos Moro Eu e meus dois filhos ele já sabem quando eu pego um local muito pesado Eu sei ele falou oi pessoal tô indo para o meu quarto e assim a bala né então e em outros momentos a mãe porque eu tava em tal lugar tal lugar não tava não tava não não tá Você tá mentindo não mãe for você não acredita em mim então assim sem entende os leões que você tem que conviver toda hora são são leões em local cê tem que ter sensibilidade ao mesmo tempo frieza você tem que ter amizade ao mesmo tempo que ficar esperto com seu amigo você tem que ter a ser amorosa e ao mesmo tempo ser rígida é é bem difícil é bem difícil lidar com tudo isso eu tô com vinte com vinte anos já nessa atuava como fotógrafo já era esse e qual foi o primeiro caso que tu pegou e como é que tu lidou com isso o meu primeiro caso eu trabalhei com o delegado que ele era muito rígido mas eram Nossa excelente pessoa eu acho que ele tinha 100 porcento de o momento da equipe dele e meu primeiro local primeiro local e foi um caso de repercussão de um maníaco e só pegava dentistas na zona leste E aí nós fomos em 30 viaturas de imprensa Eu acho que eu fui sorrindo da base até o local sabe porque é todo mundo armado viaturas Irene 20 anos e eu falando meu eu tinha acabado de fazer magistério né falei nossa mano então e eu acho que eu fui sorrindo até o local até a hora que eu cheguei no local e o delegado falou assim para mim ou você chupa um limão você fica na viatura e é realmente eu tô no local do homicídio então eu tive que segurar a minha emoção de estar fazendo o meu primeiro local ele era um local de reflexão e era um criminoso insere né porque ele já tinha feito várias vítimas então eu tava em estado de Êxtase e esse no teu sonho provocação era trabalhar com ela era e e quando eu cheguei no local a vítima chamava-se Laura eu lembro do rosto dela até hoje eu lembro de todos os detalhes do local era uma dentista e ela morreu digamos assim né Quê que ele foi para matá-la mas as condições que ele a deixou ela morreu então ele vem dos olhos e ela era oriental então lá já tinha o nariz um pouco mais chatinho assim né então quando o ver dou e pressionou ainda mais o nariz dela e ele amor da só quando ele amordaçou eu acredito que por ela tá gritando desesperada de alguma maneira a língua ficou no palato tocou no céu da boca e aí ela se elas Fica Senhor então não é que ele a intenção dele era sempre estuprar e roubar e essa foi a primeira vítima fatal dele as outras foram vítimas de estupros e roubo ela foi a fatal né a Laura e na hora que tirou aquela faixa e a venda o período chegou para mim falou assim olha aqui vem já a sua primeira lição não fique olhando tanto para o rosto da vítima E se for para localizar ferimento se for para você entender o ferimento Ok caso contrário você tem 150 coisas para ver nesse local Não se apegue é isso então assim você a Telma e aí você lembra do rosto das outras vítimas não foi uma ótima lição que eu tive nesse meu primeiro local entendeu É óbvio que quando você pega a casa os mais delicados criança tem algumas crianças que eu ainda lembro do rosto mas eu prefiro Prefiro não não lembro dos outros e depois de se caso tu conseguiu não não focar no rosto Imagino que deve ser quase com um humano né isso eu parei parei de focar no rosto das vítimas parei diz na casa como é que ele foi não mas não assim ai eu tenho que me concentrar e não focar no rosto ou não pro natural virou natural acionamento do cara entrou e comportamentos é esse caso resolvido e a conclusão desse desse cara é conseguiram pegar porque ele ele era muito meticuloso nas ações dele então você tinha determinada as Coincidências no local em todos os locais estão todas eram dentistas todas eram da Zona Leste há entre Mooca Tatuapé né Vila Formosa em todos em todas as ruas passava ônibus elétrico e em todos os locais eram sobre a loja né ele sempre marcava o horário para o final da tarde para ser o último a ser atendido então conseguiram traçar determinado os prováveis pontos de atuação e divulgou bem a foto dele na a provável foto dele né das falar durma retrato falar e principalmente ali naquela região de atuação E aí não bar ele tava lá bebendo o cara olhou falou eu acho que é e fez a denúncia e conseguiu pegar ele Isso foi quando 90 e 94 quando tomar só um o ar 94 de como é que tu saiu desse desse primeiro caso então aí e aí assim é aquela cena aquele aquele conjunto todo de viatura policiais sirene eu acho que durante uns dois anos eu entrava na viatura e sorria e Mas Era Sorriso sair de tensão e coisa minha patética né aquele mão no bolso e começou a levar limão eu tinha que tipo me concentrar net porque a polícia Ela traz um Nossa um negócio muito bom quando é por vocação ainda que você tá fazendo Você tá realizado pelo que eu te perguntar o que o que te atrai nessa profissão Qual é o qual é o lance que sente em relação a isso eu eu fui criada do uma maneira muito muito muito aberta com os meus pais a quem sabe não tinha essa diferença de menino ou menina não sei o quê mas para Profissão o meu pai sempre falava meus filhos bom entrar para polícia que cagava para mim né Eu sou a caçula E aí eu gostava de ver meu pai ali com uma máquina fotográfica uma viatura e fazendo perícia eu gostava de ver as histórias do meu pai isso me chamou atenção embora tem aí fazer magistério e e meus irmãos nem aí eu vi o edital na banca de jornal e eu fiz a inscrição e só depois eu falei para meu pai pastor mais puro por causa dessa falta de incentivo à a filha da família e aí meio que provar que isso mesmo não meus irmãos não vou eu e quando eu fui o meu pai me deu o maior incentivo entendeu então eu acho que aí já começou aparecer ainda mais a vocação ela vocação de falar é isso que eu quero Então hoje eu e vira e mexe eu tô falando essa frase eu não sou realizada e não ser a mente né que a polícia de São Paulo é eu acho que ela tá agora em última né porque Piauí teve aumento e a gente tem um salário né ridículo né é mas eu sou realizada profissionalmente daí não tem pressa profissionalmente eu sou então eu tenho 27 anos de de polícia 27 anos que eu peço para que eu tenho a saúde para continuar na rua porque eu tô realizada no meu plantão é realização eu gosto de fazer isso eu gosto é bacana você fala assim alguém tá contando comigo é bacana você trocar uma ideia com perito durante horas para tentar ficar montando o quebra-cabeça do que aconteceu no local é bacana é gostoso o como é que é o dia a dia é que horas são entra que horas e sai da um plantão de 12 horas né então nós temos uma média de 13 a 14 plantões por mês de 12 horas às vezes por uma indisposição de algum colega ou até uma eventualidade a gente consegue trocar Ah então está fazendo até 24 horas que até mais do que isso não é saudável não é você você tem que estar muito atenta em local então mais do que 24 horas não é saudável você tá puxando tantas horas então enquanto não tenho ocorrência eu falei com a minha equipe é muito pequena a gente tem um grupo ali muito fechadinho muito amigo né então a gente Vira e Mexe tá vendo casos né Olha eu não tenho uma equipe fixa Então hoje eu tô de plantão com o João amanhã eu tô de plantão com uma né isso Pontão é de que horas até que horas atrás Oi é das 8:00 8:30 e qual é a frequência de casos bem muito caso de São Paulo como é que é muito crime durante a noite tem algum dia que não tem nada para fazer tem tem tem assim né que não tem nada para fazer é Eu trabalho no o dhpp o carro-chefe do dhpp é o Zé klink atendimento de local mas o dhpp Ele atende proteção à pessoa pessoas desaparecidas Então a gente tem Vira e Mexe a gente tem alguma perícia e não seja na rua para tá dando na base né então alguma coisa ali a gente tem reconstituição de crime a gente tem pedidos de luminol para ser feito então o nominal é um recurso policial que você tem de jogar no local quando a pessoa limpou o sangue para ocultar o crime aquele negócio para ver o rostinho assim é a luz que usa luz negra e é isso é não é nem luz negra ele aí ele mesmo aquela luz ah entendi entendi vai ter que desligar a luz do lugar em Então você sempre pode Realmente você vai estar fazendo em período noturno que você tem que estar tudo escuro né E aí você aplica e aonde tinha resíduos de sangue ele vai revelar então todo dia outro tá trabalhando num caso que ainda tá aberto outro recebe um chamado novo iniciam novo e quantos quantos só podem ser investigados ao mesmo tempo por uma equipe e diz ao mesmo tempo assim é eu tô aqui fazendo um homicídio cai outro ele vai ter que esperar porque só tem essa equipe em para atender a tu mas tu não pode iniciar uma investigação de um se não tiver fechado outro pode porque assim eu a a minha função primordial está atrelada com o perito o período fotógrafo a gente trabalha com investigadores e Delegados então assim atendeu aquele local e abriu um inquérito uma equipe vai começar a investigar se naquele mesmo momento a gente não conseguiu prender quem foi mas vai dar prosseguimento nisso eu já tá abrindo o outro e outro e outro então o o dhpp ele tem muitas equipes de investigação entendeu ele tem eu acho que é vai é de 12 a 13 equipes Ah E tu como fotógrafa pode participar de várias equipes e lacres a famosa 1.0 entendi Saquei Norma que fixa não que faz um caso depois sempre rodando com todas Entendi então tu pode atender vários casos no por mês assim Pode tá em vários crimes ao mesmo tempo por exemplo então eu tô lá no meu plantão atende um homicídio chegou na base o delegado que a gente atendeu ontem no local fala assim sabe aquele local que a gente fez então nos investigadores foram lá e três casas para baixo acharam uma faca Será que vocês podem analisar ver se ela está relacionado não então tem essa continuação né embora eu esteja de plantão atendendo um a gente continua dando assistência para todos aqueles a mas o de ontem o de um ano atrás um a um o de seis meses atrás a gente continua entendeu E como é que é como é que é para ti lidar com a morte eu tô Tu vive isso eu tô profissão todo dia tu encara esse fato da vida e pior ainda né tu encara não a morte natural morte feita pela maldade de uma ser humano Isso muda a tua cabeça de alguma forma em relação aos meus filhos eu sou um pouco noiada né então aí eu tô saindo me dá a localização me passa a placa do Uber Então onde você vai com quem você vai que horas você volta então eu sou um pouco noiado em relação aos meus filhos mas não uma noiada a nossa minha mãe é pneu não Nossa minha mulher não é mais ou menos né mas também não pisa na bola comigo em relação à morte na hora do papá morreu um amigo um parente naquele momento eu sofria e morreu p*** vamos utilizar um só vai na funerária outro já vai não sei aonde é o outro país não sei o que depois aí é o diabo aí eu desabo é em local é muito feio que eu vou falar e tem gente que não entendi mas eu não posso ver o corpo naquele momento sempre eu tenho uma boa atuação eu não posso ver o corpo naquele momento como um velório é ele é mais uma parte de uma cena de crime entendeu então mas para desenvolver essa habilidade é difícil né Eu acho que eu tento Eu acho que eu tento você consegue Foi o que eu falei se você entrar no local ele ficar ai meu Deus ai facada Ai nossa agora se você falar entrar no local por onde ele entrou Pronto ele saiu Mas cadê a faca tá aqui não tá você vai ficar sempre é e se doando para o que é necessário para resolver o quebra-cabeça Vitória vai ter né O velório vai ter no momento dele entendeu só não precisa ficar ali velando naquele momento você nunca está sensível sair daqui não é isso mas você a sua função não é chorar no local a sua função é levantar quem fez aquilo mas que é por isso que dá para você lidar com o evento morte num sabe não não é tão absurdo assim não é um evento Norte e ver o que o ser humano é capaz de fazer no sentido da maldade isso não traz um certo ceticismo em relação a própria humanidade e traz traz traz porque o que é tem hora que eu eu brigo eu brigo por besteira né eu brigo por besteira eu brigo quando uma pessoa me trata mal eu sou capaz de fazer um escândalo num café se a pessoa me tratar que que você quer sabe eu vou falar você gostar ou só está cumprindo aviso prévio já né vai ser mandado embora senão vai já já comi porque vai ser então assim Ou aquele i***** né que você trabalha com muitos idiotas né então aquele i***** que ele quer ser o bom só na vista dos outros mas na hora mesmo de trabalhar de colocar a mão na massa cara é um bosta e esse tipo de gente e me incomoda mais do que é eu disse acreditar na no ser humano conseguirem tempo consegui me fazer entender então assim os idiotas me incomodam mais que as pessoas violentas porque eu violento a gente tem uma boa polícia em São Paulo eu vou te catar irmão pode demorar um dia dez anos mas eu vou te catar eu que eu digo é a polícia de São Paulo você tem pessoas ali que é impressionante é que é que o Instagram sinceramente né ele ele grama horizontal uma coisa que não é real eu tenho tenho amigos policiais que ficam campanando 10 12 24 horas dentro de um carro fazendo xixi em garrafa para pegar um cara é isso então assim tá violento eu deixei de acreditar um pouco no ser humano acreditei mas me incomoda mais a grosseria do que o ladrão e o assassino porque esse cara ele vai ser pego eu não tenho fé que ele vai ser bem Como é que é a energia Ltda da equipe tá tentando resolver um caso é essa energia assim de Vamos pegar esse cara de uma vontade de fazer justiça e de resolver os problemas da cidade assim é o dhpp E a equipe de perícia por si só falando assim homicídio você já tem uma cobrança maior né É É a vida é então ele mexe Tá na mídia vida e mais então a naturalmente já tem uma cobrança Quando você vê o crime para a morte banalizada né então você tem é briga de pinga né aquilo aquilo te dá ânimo de falar assim Caramba mano a gente tem que atrás desse cara bom então é essa conexão então não só por cobrança não só por pela função precípua mas por vocação né então você tem muitos policiais que ficaram anos na bolsa de permuta para querer trabalhar no dhpp entendeu então o ânimo Desse pessoal é legal é bacana E aí E aí corre existe uma esperança de que a que a maldade vai acabar um dia ou dentro da polícia Missões aqui para sempre nós temos que combater isso passar aí dá uma guerra era né Não não vai acabar não vai acabar tão cedo a gente tem ciência de que a paz mundial Tá longe times né mas Mundial mas eu acho que assim a gente tem que ir se aprimorar então a polícia levou Louis muito nos últimos anos principalmente na parte de policial Então hoje você não tem mais a cidade de fazer um interrogatório dumm dumm suspeito que você sabe que vai vir o DNA dele ele tá ali mentindo ele já tá com advogado ele tá ali se articulando deixa ele vamos pegar ele no momento certo entendeu dá uma a polícia ela evoluiu muito em técnicas e habilidades em Recursos então que não vai acabar e eu acho que a gente está preparado para para não acabar tá preparado para continuar aqui do Mal tal não tá mostrando assim qual é o o chamado mais comuns sim aquele que o recebe ligação chega lá e meio que tinha Sabe o que que rolou Qual é a coisa mais comum que acontece de crime em São Paulo é o homicídio na O homicídio ainda é o carro-chefe e e as coisas tensas seguida de morte que são os confrontos policiais o tiroteio aquele que entra nos apenas aqueles é o homicídio é o que o que acontece na o que acontece homicídio Quais são os motivos variam é muito variado muito variado então assim Vingança eu acho que é um dos carros-chefes na Então você tem muitos crimes de vingança né de ódio Você tem muitos crimes de intolerância né e tem crimes de feminicídio também é muito então assim é tem tem mês que aparece quatro feminicídio você falar caramba meu como né cresceu no outro mês não aparece nenhum feminicídio daí um mês pandemia eu senti um pouco um pouco mais do latrocínio o latrocínio aumenta um pouco então tudo fechado os caras começam a ir para rua para roubarem farol né para para roubar na saída da casa e aí o latrocínio acho que aumentou um pouco durante a pandemia a resistência os caras começaram a sair para roubar a rodo da polícia chega e o rolou rolou tiroteio ele tenta ele aí ele sabe que naquele momento ele vai ser preso né E aí ele tem que tá sorte aí ele vai tentar a sorte ele acha que ele vai conseguir matar uma guarnição a polícia que tá indo prender Élida ele tenta sorte e aí saiu os confrontos e para fazer fotografia dessa dessa cena de Porque deve ser um lugar muito grande né É complicado de pegar tudo consegue zerar um cenário assim quanto em quanto tempo tu precisa para resolver uma olha funcionar desse vamos falar em quantidade de foto eu tenho locais a média de fotografar são no local simples que que é um local simples Telma é o corpo não veículo e com tiros né é um local sempre ou simples que eu tô dizendo quantidade de fotografia você vai ter uma 60 70 fotos que fazer bastante até um caso complexo vai Matsunaga foram 580 fotos e não é porque tem muita riqueza de detalhes então tem tempo nós não temos tempo para para para atender um local então eu te dar um exemplo vamos porque a gente vamos pôr não semana passada eu peguei um corpo em estado de decomposição bom então ele ainda não tava esqueletizado e ele tava no início do do da decomposição tão ele tava muito podre que a gente chama né ou então já tem muitos bichos né muitos E aí esse local é infelizmente né aparece até meio socorro jocoso mas ele ele exala um cheiro muito forte é um local que geralmente eles tentam fazer rápido né porque o cheiro nós ficamos três horas no local então não importa a dificuldade que esse local traga eu não tenho tempo para ficar lá se eu precisar ficar no local 8:00 eu vou ficar 8 horas sem um local eu fiz em 20 minutos é porque esses 20 minutos foram suficientes entendeu mas a gente já chegou a ficar em local 16 horas num único local 16 horas porque tem esse que demora tanto que acontece não aqui não termina o que o que pode ver lá Estão muitas coisas para você levantar Então nesse caso desse corpo tem um pessoas na casa porque tinham três pratos tinham copos tinham cigarros na sala tinham energéticos no banheiro todos os guarda-roupas foram reviradas ele foi amarrado Então olha quanto campo para prova eu tenho né então nós vamos coletar DNA de todos esses copos nós vamos coletar impressão digital de todos os possíveis lugares que ele que o autor tocou nós vamos ver todas as a as possibilidades de como ele aonde ele foi pegar a faca aonde será que ele mexer nessa gaveta Vamos então a gente tenta montar esse quebra-cabeça para melhor oi tá tudo o que é possível E aí você ficar horas no local horas e aquela reconstituição do crime isso é feito nós sempre ser feito né De vez em quando só se precisar ou é sempre a maioria Digamos que quarenta por cento dos locais que a gente tem que atende é solicitado a reconstituição e ainda tem que tirar foto da cena aí você vai fazer uma história em quadrinho mesmo é a nesse momento eu dei um soco para né para daí a pessoa para que o soco no ar né então assim hoje você tem recursos na máquina que você vai fotografando a pessoa não precisa nem parar para fazer a pose e eu não ser que é uma coisa muito específica E aí o período pede aquela pose E aí você fotografa aquela pose e como é que é como é que tirou essas fotos das poses de criança história em quadrinho ajuda o cara a resolver o crime que que ele enxerga ele não tava enxergando Anderson para a farinha Então vamos lá vamos falar que nós dois aqui polícia e ladrão certo e eu como ladrão tô com um tiro aqui nas costas e o que que você entende E ai eu te perguntando agora eu te dei um tiro nas costas você me der um tiro nas costas Ou você me deu um tiro pelas costas então eu vou eu eu acho que você já viu vários vídeos de tiroteio né como você falou tiroteio tão de troca de tiro e não sei o que Aonde o cara correndo eu sou ladrão correndo ele faz isso aqui ó se você já ouviu ladrava tirando assim ele tá fugindo eu tirando e você não continua atirando em mim e esse tiro pegou nas costas mas não foi um tiro pelas costas Então eu tenho corpo lá no local e essa dinâmica Eu Consigo provar um laudo e eu consigo provar que tem um tiro que tem uma entrada e uma saída numa trajetória né onde é possível posição do atirador é essa promotor juiz pode folgado ele quer entender isso melhor então ele vai solicitar reconstituição na reconstituição você vai ter a possibilidade de estar mostrando essa biomecânica Então não é um tiro nas costas é um tiro nas costas e não tiro pelas costas é bem diferente é o cara fala eu tava aqui o cara tava lá ele fez isso eu fiz aquilo aí Tira foto mas para ver se isso é possível esse acessório é possível de acontecer e aí você vai brincando com o local que você tem com quando você faz a Record é baseada no depoimento de alguém né não é porque o perito ou delegado tirou da cabeça dele não é baseado não depoimento Aonde se vê alguma com o pão ou alguma impossibilidade de ação e você quer comprovar visualmente então a pessoa fez o depoimento viu isso aqui no isso aqui não sei se tem como acontecer a gente vai lá com ela e manda Pede para ela que você podia fazer isso não você fez se lembra lembro como foi assim você tá ali vendo a cena hum hora poder falar é possível tá vendo tá vendo eu falei para você que ele pulou pulou e o meio costuma o cara costuma manter a mentira mesmo a reconstrução então é aí que é o bacana né porque você mente e essa reconstituição ou no andar do processo foi marcado dois anos e meio depois e quem mente mente né é o mentiroso tá tem mentiroso que vai lembrar né mas tem mentiroso que posso ler o que eu escrevi hahaha eu quero copiar aqui entendeu daí cai na contradição muitas vezes se esclarece determinadas determinados crimes na reconstituição da recurso na Record o caso mais mais marcante pegou e famoso foi o da Matsunaga foi esse o dia autoridade pública sem não não não me marcou tanto a não ser pela eram sentido de ter se tornar muito público esse esse foi o mais famoso assim que me chocou foi da família Pesseghini que que era essa história não conheço era uma menina de 14 anos filho de policiais militares e ele matou o pai EA mãe avó EA tia-avó e se matou Então esse é um caso que pela repercussão né as pessoas talvez não queriam acreditar que uma criança né de 14 anos seria capaz de fazer isso e pericialmente a gente chegou no local e assim que a gente fez a leitura de algumas evidências ali de alguns indícios e olha e existe um time muito bacana ali de profissionais especializados em homicídio então é digamos que meia hora que a gente tava lá todo mundo já estava convicto né ou previamente convicto de que tratava-se de um homicídio seguido de suicídio Quais são esses indícios porque eu fico mais no seu entrar nesse lugar eu não ia conseguir entender nada quase Quais são os indícios que ficou e vocês posição dos corpos né então você via que não tinha sinais de arrombamento na casa a posição dos corpos é entendi assim que eles estavam dormindo né é a posição depois da vítima do suicídio né então ele foi depois ali para a Calendar acho que depois do ocorrido né ele se arrepende ele vai próximo da mãe e ali Ele comete o suicídio mas muitas horas depois né E aí você tinha a mala dele pronta uma possível fuga né É você não tinha nenhum outro elemento que falava sem isso não não combina com alguém tem entrado aqui e ter executado uma família inteira entendeu é depois né Depois com os exames da A Profecia ficou ainda mais provado a diferença do horário de morte entre os quatro primeiros e ele eu escuto no banco como é como é que isso sabiam que tinha essa diferença de horário como é que a polícia sabe Então essas coisas é o próprio corpo ele já começa assim que você morre e E você tá em determinada posição já vai ser de compôr já vai sendo depositado esse sangue né então começam a fazer manchas Aonde você já tem a indicação inicial de como a pessoa morreu tão passado umas 6 horas 8:00 eu então você morreu assim nessa posição eu vou ter uma mancha branca ali no seu joelho que é onde parou a circulação que eu vou ter uma Mansa das suas costas se eu movimentar esse corpo essa mancha vai continuar então isso já me indica como ele tava e há quanto tempo né e Mais especificamente a O IML de São Paulo ele vai fazer determinados exames viscerais laboratoriais onde vai falar até por digestão né então ele vai falar por outros exames ele vai ser mais específico e fala Olha aproximadamente Fulano morreu tá hora aproximadamente Fulano morreu na hora mas aí é isso depois que a gente se faz um exame mais específicas mas quando vocês então na cena para tirar as fotos e tal tu já meio que sabe aquela pessoa morreu há tanto tempo essa aqui foi mais que isso mas assim só dá 10 minutos sei lá por exemplo já consegue ter essa noção assim a gente vai a gente consegue ter essa noção passada é mais horas à tarde né Quanto mais horas passar a gente consegue ter essa noção melhor porque esse começa a entrar em rigidez e depois de 12 a 14 horas ele começa a ficar fácil de novo então você pega um que já tá em estado de flacidez mas já bom então não é uma flacidez crescente de quem acabou de morrer e o outro rígido Então esse daqui morreu bem primeiro né em horas e muitas horas e essa e e os outros elementos da casa você vê a casa arrumada é não teve confronto não tem não vai né não tem esse caso dele foi não tem um motivo né no entender o porquê que isso aconteceu ou chegaram a entender ao é nessas horas aparecem 500 mil especialistas né para ajudar o menino não apareceu em quando estava viva a família inteira não apareceu nenhum especialista Mas é porque morreu e aconteceu a tragédia aí todo mundo é especialista Então é isso eu tô te repassando como eu comprei não é o peixe que eu eu comprei eu tô passando para você aí falaram que ele tinha uma doença degenerativa é e então ele ele vivia realmente sendo muito assistido pela família mas ao mesmo tempo podado por que ele tinha uma doença que a família receia tinha um tinha muito receio que acontecesse alguma coisa com ele fora de casa então a família pô dava ele de sair né e e teve o é um grupo de amigos que um Desafio o outro será que você tem coragem eu tenho vamos fazer senão e ele fez né então essa parte eu não acompanhei também agora é tu entrou na na polícia nos anos 90 né É tu sofreu algum tipo de ti a menina ali que vai chorar e não vai aguentar rolou uma pressão assim não gosta desse tipo falou rolou hoje hoje eu fico muito muito feliz de ver muitas meninas entrando na polícia e que são outros tempos né então hoje é não tem tanta tanta aprovação sabes porquê ser mulher policial nos anos 90 se eu tinha que matar um leão por dia é mas é é até uma frase do meu Instagram mas o difícil não era matar o leão era desviar das Antas sabe que tinha na frente para você ir lá matar o leão né que é quem o cara que não acredito em você porque você é mulher o cara que vai te a sediar o cara que vai desdenhar de você pela roupa que você tá Você entendeu o cara que vai duvidar da sua capacidade Então hoje não hoje eu acho que essa história do Politicamente correto então você não vê mais os caras Eu acho que se seguram até para fazer determinados comentários eu acho que os caras realmente viram que a mulherada é tão capaz quanto na E então hoje tá bem melhor tá tudo bem melhor tipo de comentário rolavam dos 90 assim era ver com bullying que era feito aparece aí Mas é sério mesmo que você vai trabalhar com essa é a vida é justa mas essa calça insere Amanhã você vai trabalhar com essa calça ou vai matar o tiozinho do coração jura mesmo que eu tô sou obrigado ouvir isso sabe era umas coisas assim né então você abaixar para fazer uma fotografia e alguém fala assim ó aí ó é assim que Napoleão perdeu a guerra se é da vontade de falar é para você lembrou porque foi assim que tô Muito Suspeito né para lembrar da posição é porque não é o cara lembrou de alguma coisa né então assim e aí hoje não Então hoje você tem homens que falam assim p*** eu entraria numa favela com a Telma com Fulano eu não entro então ele não me vê mais como uma mulher ele me vê como um parceiro né É bem também o lado da proteção isso eu acho que é bacana para qualquer pessoa então passei por situações de falar em Olha a Telma você fica um pouco atrás sabe é até o proteger né trabalhei grávida Então olha tem aquela proteção mas antes era bem mais descarado hoje que talvez seja velado acho que as meninas de hoje vão poder te responder isso melhor porque eu hoje não sinto mais isso Olá seja porque eu conquistei seja pela minha grosseria e eu e as pessoas falam p*** ela vem até uma grosseira não Telma não você é capaz não sei o que que é mas eu não eu não sinto mais isso né Já senti mas eu não sinto mais sempre quando as mulheres tinham naquela época era a única quero sozinho hoje é só a única da minha equipe na época que eu entrei era eu e mais duas e é você se uniam para combater Isso sim para não combater ativamente uma espécie proteger assim se ajudar a não deixar esse tipo de situação se abalar e não fazer as pessoas querendo desistir eu posso dar duas respostas claro uma que vai para o ar e a outra não então estudar primeira que já aprovaram a gente multa microfone você já viu parceria de mulher e já H é forçado né Eu já já eu só não sabe aonde né a recentemente se uniram mais né naquela época Então é isso que eu tô dizendo recentemente recentemente acho que agora eu acho que tá legal eu acho que agora tem que parceria eu acho que agora tem mais antes é eu não sei o que acontecia nem nem as mulheres acreditavam nas outras entendeu ai Fulano Me Olhou de um jeito mas também você vem com essa roupa eu queria dar uma mulher essa ué se eu não vou falar com ela eu vou falar com quem você entendeu ai olha não me senti muito confortável tão duvidando da minha capacidade Qual é mas também fica aí ó de unha comprida fazendo pose com foto não mas eu tô falando da minha foto eu não tô falando da minha unha Ah mas você também tem né Tem um bom então assim antes eu acho que até as mulheres não se defendiam então eu nunca tive nada não vou falar Nunca que eu vou estar sendo leviano e mentirosa eu tive pouquíssimas parceiro parceiras pouquíssimo assim entendeu eu senti mais proteção em alguns homens Quando falaram assim pôrra mano a Camila sabe tá fazendo tudo certinho tá mandando bem Vamos abraçar ela entendeu e tu entrou a com 20 anos porque o teu pai te te incentivou né Depois que tu passou aí tu entra lá bem aqui sozinha na polícia ele te ajudou a lidar com esses problemas no início ou ele também foi agora se vira lá olha no meu primeiro ano de polícia e eu eu tive a sorte de trabalhar com pessoas que conheciam o meu pai né então foram muito bacanas comigo muito bacanas então é me tratavam como se eu fosse filha deles então me ensinaram me pegaram pela mão e me levavam em determinados lugares para falar assim olha agora você vai conhecer o lixo de São Paulo você tem que saber se posicionar que então eu tive essa sorte mas até perdi a pergunta que você fez se ele te ajudou nesse nesse início e aí algumas coisas eu já fui vendo que algumas coisas eu podia falar para o meu pai e algumas coisas não então eu sofri um assédio no meu primeiro ano de polícia e o delegado você achou que eu era patrimônio na junto com as cadeiras com as mesas e e ele chegou a me agarrar mesmo ele me pegou pelo pescoço ele chegou arrancar um brinco da minha orelha e Oi Rita eu queria que fosse hoje como eu queria que ele viesse até que eu agora tô acabadinho acho que ele nem vai agarrar né mas você queria que fosse hoje né com a maturidade de hoje eu acho que eu dou um [ __ ] nesse cara mas assim beleza aí na hora eu fiquei completamente sem ação e ele falou assim eu sou delegado ele tirou a carteira e me dão na cara de nada Oi e aí eu saí correndo fui para perícia e estava nítido na minha cara que alguma coisa tinha acontecido e aí as pessoas não vamos lá vamos na diretoria vamos na corregedoria não pode ficar desse jeito mas o seu pai não pode saber que seu pai ver aqui ele vai matar ele porque se seu e eu não contei para o meu pai é um e dois dias depois meu pai tava sabendo então assim faz alguma coisa que ele falou assim quando você tá de plantão falar não sei pai acho que sexta-feira ele falou não você tá amanhã eu falei não tá imagina Tipo na missa da Minha Escala sei eu né ele nem trabalhava comigo ele trabalhava em outra delegacia falei não pai eu tô só sexta ele falou não você tá amanhã e se apresenta para mim as 8 horas da manhã falei para você ele falou que você tá trabalhando comigo a partir de amanhã eu fui ripada do dhpp e o Ricardo né para quem não sabe a Edna você é mandado embora né mas não da função do daquele departamento eu falei Como assim eu fui ripada do dep ele falou ninguém te agarrou você acha que eu não ia ficar sabendo e ele pai mas eu sou vítima ele falou vítima e você nem para mim contou a Telma como vítima com com aquele bando de homem você com 20 anos você acha que você vai ser vítima o cara vai se ferrar Mas você também filha ele foi mandado embora do dhpp Mas você também e assim Aí é que eu é uma eu acho que foi uma das primeiras facadas que eu tomei entendi porque quando a gente subiu na diretoria o diretor fez um verdadeiro escarcéu tá pensando que você é quem seu delegado de bosta não vai ficar desse jeito a hora que você fez com a menina e não sei o que no dia seguinte o cara não estava mais trabalhando lá eu falei mano que lindo nunca foi aberto inquérito me enganaram de que ia ser feito um procedimento administrativo e nunca foi feito entendeu então me enganaram me enganaram e três dias depois eu também fui punida porque eu saí do departamento e novamente graças a Deus pessoas boas encaram na minha vida Doutor desgualdo o Dr desgualdo era divisionária ele fosse era mais ou menos outubro o que aconteceu isso ele falou em janeiro eu tô assumido a direção do departamento Então você volta para cá que você tá sendo você a vítima que está sendo punida e dia dois de janeiro eu voltei para o dhpp Então é eu gostaria de mais que fosse hoje de mais recentemente eu encontrei com esse delegado Oi eu tava na academia de Polícia Tô fazendo um curso para promoção e na hora do almoço eu tava descendo a rampa da academia e eu ouvi a voz não porque a voz dela é marcante ele é gago e é durante muito tempo houve a brincadeira assim mas como é que você tinha certeza que ele tava dando em cima de você ser legado né tempo durou esse assédio três dias né porque era conseguir falar eu quero mas tá tudo bem Me desculpa mas isso eu tenho que não é Politicamente correto mas eu tinha que falar voltar mais não pode crescer certo é porque ser E aí beleza e aí eu ouvi a voz do cara e ele tava vindo com os delegados junto com ele é só só de eu lembrar eu acho que eu tô gelada e aí eu parei no meio da rampa assim e Fiquei vendo fiquei esperando ele vir quando ele tava próximo de passar de mim por mim ele foi desviar como sendo você tá me atrapalhando e eu falei não lembra de mim e ele achou que eu era aluna dele qualquer coisa assim ele oi não não lembro falei você não lembra Quer tentar me agarrar de novo porque aquele dia você arrancou o brinco da minha orelha Porque você não tenta agora vem agora tentar me agarrar você não quer agora e aí ele eu não sei do que você tá falando e já foi passando nisso os delegados você tá pensando tá falando com quem onde já se viu para senhora porque naquela época era fácil né bem agora ele sabe do que eu tô falando ele de costas eu falei ele sabe muito bem do que eu tô falando e ele foi embora e todo mundo veio não deixa disso eu fui chamada até p bom então fala Olha que comportamento foi esse E aí eu expliquei minhas pessoas acabaram entendendo e novamente eu não fui punida naquela época quando tanta na polícia e acontece isso sim logo no primeiro ano que aconteceu isso né e nenhum momento teve vontade de desistir não só por causa disso mas também por causa dos crimes que tu enxergava assim algumas que estão sou p*** eu acho que eu viajei no meu sonho na verdade não era isso sempre te segurou lá não desiste eu nunca pensei em desistir desistir não uma das coisas que assim eu me arrependo muito que a polícia me trouxe nos últimos anos eu sou uma pessoa muito amarga eu eu eu porque é fácil não é fácil você vou dar um exemplo aí agora que tá em alta as Olimpíadas é fácil você vê a pessoa lá no naquele Cavalo de Pau fazendo estrela e escorrega você falar p*** que pariu mano o cara caiu que filha da e eu não sabe que o cara passou você não sabe o quanto que é difícil tá naquela trave né com um pé só fazendo tudo aquilo então as pessoas hoje Falam assim até uma Grossa até uma é é brava é jura mesmo que é meia hora sentar comigo e ver o que eu passei para ser desse jeito você acha que eu nasci desse jeito você acha que eu gosto de ser grossa com você ou você acha que eu gosto de ouvir um desaforo ficar quieta entendeu então tem que criar uma defesa para mim é muito fácil falar né então isso é é a parte que a polícia me trouxe que possa eu não precisava ser desse jeito mas eles me fizeram assim com quantos peritos eu já não trabalhei que tiveram mil elogios em relação as minhas fotos e nunca me reconheceram ah e hoje eu trabalho com uma galera que os caras vêm e falam assim p**** até o maior Essa foto é sensacional sabe por quê Porque é uma geração mais humilde é uma geração mais entrosado né então eu entrei nos anos 90 por tem trem nos anos 90 vi coisas que o Politicamente correto as pessoas não vão ver mais né isso fez é o crescer então É mas também eu peguei uma geração difícil e agora estou pegando uma geração que tem uma facilidade em reconhecer o outro lugar sensacional isso é sensacional eu chamo eles de moleque porque são mais novos que eu mas é uma molecada tão gostosa de trabalhar mas tão gostosa que coloca o nome do do Fotógrafo no laudo não tem perito que não coloca o nome do Fotógrafo no laudo c****** irmão sou eu esqueceu de fazer as anotações do local e o que consegui trazer todas as fotos para você tão esperadas tudo bem encaixadinho tudo bem conectado isso não põe nem meu nome no laudo bom então assim muita coisa É eu vi e agora Estou colhendo é gostoso os clientes também que tu ver contribuem para criança essa armadura essa casca assim eu tô fotográfico que ele vai lá e vê que o ser humano fez vai para sua morte e voce tambem contribuí a lenda que acontece entre os seres humanos ali trabalho a contribui porque você assim vou falar de um beijo e falar de crimes isolados vamos falar de colegas nossos entendeu então quantos colegas mortos a gente não teve no decorrer da carreira inteira e aí você para para pensar você fala assim possa se no local do meu amigo eu tô me empenhando dessa maneira porque que no local do indigente eu também não vou me empenhar e a gente se empenha por que que eu vou chegar em casa e cansada não vou assistir um filme com os meus filhos né a mãe porque a mãe eles não estão mais aqui é né pode acontecer qualquer coisa Eles não estão mais aqui por quê que eu cansada no plantão por mais que que o cara é chato eu não vou dar o meia hora de ouvido com esse cara porque pode acontecer alguma coisa então assim os crimes em si quando você pega uma coisa extremamente violenta que você fala assim mano como é que alguém tem a manha de fazer isso com outro e ao mesmo tempo que você não é mais qualquer coisa que te abala ao mesmo tempo você começa a dar valores e em coisas que você fala assim isso aqui é gostoso minha vida enxerga mais os detalhes da vida quando enquanto se depara com a morte de diariamente é e morre muito policial morre não sei que tem as estatísticas são ele acreditar vez nela quantidade de policiais que morre como é que é porque assim é o o cara sai para trabalhar né ele pode ir sofrer um acidente no metrô o cidadão comum né então ele pode sofrer um acidente do metrô ele pode sofrer um assalto né seguido de um homicídio latrocínio ele pode ter um infarto fulminante ele mas ele não sai de casa falando assim Caraca eu vou sair para trabalhar é o que o cidadão comum sai assim o policial sai porque achei primeiro que a gente ganha 1 de dentro do nosso salário tem um tem um negócio que chama RTP regime especial de trabalho policial e o estado disse que se ele precisar de mim eu sou policial 24 horas por dia por isso que ele me paga a mais por isso né mas se ele me paga mais por isso porque ele pode contar comigo eu tentar policial 24 horas por dia eu tenho que está armada eu tenho que estar com o meu distintivo né Eu não tenho que ser super-homem eu não tenho que ser super-homem a olha ali eu tenho que proteger a minha vida também mas eu sou obrigada a intervir num num numa ocorrência que eu tome conhecimento e as pessoas estão ali me vendo sabem que eu sou policial você não tô prevaricando e ao mesmo tempo deslocamento entre eu sair da minha casa e até para o meu e para o meu plantão eu tô correndo risco entre eu ir no churrasco na casa do meu amigo quer vizinho do Mala eu tô correndo risco entre eu tô e numa estrada e ser roubada por um motoqueiro eu tô correndo risco Porque se o cara ganhar que eu sou polícia eu só tô condenado à morte eu já tô condenado à morte pelo fato de ser policial então é é muito tenso e e você vê os seus colegas morrendo Estou falando e eu ver como é que bate dentro da equipe isso quando isso acontece a bala abala a bala é você sente em dobro é é um colega que que morreu não só porque ele vacilou né ele morreu porque ele era policial porque o cara ganhou que ele era policial e por causa disso ele foi condenado à morte então assim é é uma indignação muito grande é muito grande a sua Professor a sua profissão te condena né e é empaquei a vaqueira bastante a equipe Mega para baixo quando acontece como fotógrafo do tento a norma armada tem tem tudo isso porque o fotógrafo técnico-pericial ele é carreira da Polícia Civil e sendo carreira da Polícia Civil eu sou um policial civil tem uma fotógrafa e tu entra faz concurso para ser policial civil e lá dentro do não entenda assim que você tem a polícia militar se presta concurso para polícia militar daí você entra lá como soldado depois vai aumentando as patentes né então você entra como soldado vai a cabo a Tenente né Sargento essa polícia militar a Polícia Civil tem e carreras dentro da Polícia Civil quais delegado investigador escrivão papiloscopista auxiliar de papiloscopista fotógrafo perito médico-legista então tem várias carreiras Aí você presta concurso para essa carreira é diferente da Polícia Militar você não vai você nunca vai passar de um de uma carreira para outra você vai ser promovido sempre dentro da sua carreira a polícia militar não só entra como soldado vai a cabo tal daí existe a polícia científica que cuida da parte técnica de quem que ela vai cuidar das carreiras técnico-científica peritos fotógrafos médicos legistas auxiliares de necropsia desenhista técnicos periciais tão administrativamente você tem a polícia a superintendência de polícia técnico-científica que abrange esses policiais mas Carrera é da Polícia Civil nós somos policiais antes tão dito fazer o concurso já era fotógrafo tira gostava de fotografia já sabia onde ensinam a como mexer no diafragma tipo de coisa para para para você prestar ai eu vou precisar é necessariamente você vai ter que ser Bacharel em Direito eu vou prestar para investigador você tem que ter um curso superior eu vou prestar para escrivão papiloscopista auxiliar de Papi você tem que ter o segundo grau perito eles vão falar assim ah agora nós estamos precisando de peritos na parte de Odonto legal aí eles vão abrir concurso para médicos legistas ou peritos que tenham Odontologia é geralmente perito aceita qualquer curso superior é certo direito teve um concurso que até aceitou Mas é certo direito entendeu E aí então e é você tem já até perdi o que quer falar então você tem a escolaridade para cada para cada função nadou das carreiras da polícia a fotografia ele quando tu entra lá eles ensinam como é que é bem o recurso o concurso para fotógrafo a vou fazer uma inscrição para fotografia especificamente vai cair perguntas de fotografia Então você tem não eles não vão te cobrar você já é fotógrafo então não pode não ele vai falar você entende fotografia porque a prova específica Então você tem que estudar fotografia ou serão fotógrafo entende passei a mas eu estudei fotografia mas não tenho a prática Academia de polícia vai te ensinar a ser um fotógrafo técnico-pericial ela não vai te pegar na mão e fala assim Olha isso daqui é uma máquina só uma lente por isso que você já tem que saber mas ele vai falar o fotógrafo ele tem que ficar atento a isso ele tem que fotografar tal coisa ele tem que ficar atento a isso ele tem que fazer tal registro como funciona como não funciona o que vai ser quais os crimes que você vai atender a ele te ensina e tu já curti a fotografia outro aprendeu para passar no concurso aprende para passar no concurso aprende fotografia com meu pai entre eu fazer inscrição e o dia da prova não demorou muito tempo um ano e pouco então um ano então todo dia eu estudava fotografia com meu pai todo dia e na prática também né E funcionou porque eu peguei primeiro lugar no concurso é fosse na época era ser a câmera de filme Leno você desistir você é uma loucura tu acompanhou bem evolução da tecnologia né ao longo do tempo feira né porque tinha aquele pelo da contra a luz e o perito falava assim tira foto do pelo e você porque você não tem ali né o visor que agora você tem né Fala aí mano como como que é o fundamento mesmo aí não sei o quê Porque eu não era fotógrafa profissional eu estudei para ser fotógrafa hoje eu sei né mas na época lá no comecinho e não tinha celular né para você para você ligar e falar pai quanto que eu uso aqui de abertura ou ISO Qual é o exame que você entendeu e essa é minha né para trazer aquela foto você falar e o cara tá contando com a sua foto ainda ele tirou você faz Deus quiser tirar mais umas mas esse pelo tá muito fininho né É tem que trazer aquilo de qualquer jeito né E tu não pode usar máquina no automático é é sempre manual ou dá para usar automático não eles não vão te exigir isso quando você tiver ali você já já tiver ali largada né Opa já pode ir ver se dá uma máquina né jogando no pescoço e ó mesma academia 13 net só galinha aí vai de você matou usa do manual automático como é que eu prefiro mais o manual para poder regular essa coisa de luz tal né É em fotografia noturna eu não gosto e o flash né então eu gosto de trazer eu gosto de usar o Flash quer dizer deixa eu explicar por que tem um monte de fotógrafo de repente assistindo os cara eu falar a mina é louca não então vamos lá não assim que eu chegou no local eu tenho que fazer aquele registro qual o registro do local não só do local mas das condições sociais que eu tô né então outono Jardins eu tô na periferia né Eu tô com muita luz eu tô com pouca luz porque eu quero mostrar isso que lá na frente se tiver uma Recon e tiver uma testemunha ocular do fato ou Será que alguém não vai olhar e fala assim mas tava tudo escuro como é que essa pessoa viu então eu quero trazer as condições naturais da cena do crime e eu tô numa rua completamente escuro escura você vai ter um flash lá todo mundo vai olhar ela falar que beleza hein oi que foto bonita bonitinho em ó dá para ver até o guarda-noturno eu não quero não era essa a minha intenção então eu sempre tá trazendo essas condições eu vou para o manual Black aí tu pode trazer mais próximo da realidade possível é isso é para que você não vou tá trazendo um negócio que não condiz né é um local total no meio de mato aonde você demora 3 horas para 3 horas não que exagero mas um meio de mato onde você faz lá uma uma longa caminhada até chegar no corpo o juiz vai entender mesmo que você passou por um meio de março desse tamanho Então você vai fotografando até o caminho para chegar lá daí você chega lá o corpo está enterrado eu não tenho meios para desenterrar um corpo a gente aciona o bombeiro e quando o bombeiro chega eu fotografar viu a viatura que tá chegando Eu fotografo os bombeiros retirando por qualquer ferimento que apareça após morte o perito vai ter como justificar que foi causa da retirada tudo isso você tem que pensar e hoje em dia também você tem que pensar na cadeia de Custódia então o que que é a cadeia de Custódia é um todo um procedimento para você no final do no final não no decorrer de todo o processo Você Vale da prova e o Jair Simpsons é o caso mais lindo que tem de cadeia de Custódia eles falaram assim praticamente né e a prova ela existe mas ela não foi conectada do jeito que devia ser coletada sim ela luva né ela não foi armazenada do jeito que ela tinha que ser armazenada eu não vou considerar quem mais você tem pra prender ele foi solto o cara foi solta na cadeia de Custódia então a minha cadeia de Custódia é a fotografia eu segundo local e tem um monte de repórter lá dentro Opa ó clique para mostrar que eles estão lá estão lá dentro não tinha que tá lá e agora Deixa eu perguntar por quê Por quê que é isso é fotografado e não filmado hoje também é feito um vídeo vídeo na mostraria melhor essa cena algumas reconstituições são filmadas né mas a maior parte é fotografada por que vai compõe vai compor o inquérito são afectados no papel é o laudo pronto ilustrado com todas as as fotos ele vai para o inquérito e depois assim que era tu vai para o processo então fisicamente né você ter ela ali em fotos é melhor do que a pode acontecer de pedirem é olha esse local foi filmado se a Lívia tá bom tudo bem mas ela não é tão ágil ali na praia para tu visualizar ela tem que do mesmo jeito que hoje na cadeia de Custódia acontece isso muito na perícia que eu na equipe que eu trabalho então vamos Vamos citar de novo Matsunaga que é uma quantidade legal de fotos Então nossa Telma mas as 580 fotos foram por laudos não é perito elege as que melhor vão dar uma sequência para o laudo dele e não necessariamente vai as 580 e para onde vai essas fotos com um arquivo Oi e sim algum momento alguém solicitar esse arquivo você tem que ter tanto você tem que ter ser arquivo como ele tem que ter uma sequência foto1 foto2 foto3 foto4 ai mas a foto 5 era um gatinho que tava passando e eu apaguei não você jamais vai apagar você não vai apagar essa foto porque eu posso justificar e eu fiz uma foto sem querer mas eu não posso apagar porque eu apagar vai não vai dar vai invalidar todo esse processo de constatação fotográfica que eu tava fazendo que você encontra o motor eu falo assim que que você apagou aqui Telma era um gatinho me prova que era um gatinha e o era alguma coisa que você apagou de propósito já aconteceu de tu tirar uma foto nada a ver um gatinho passando só que era bonitinho Ele atende que deixará de pegar um cachorro irrita numa situação que você falar me perdoa mas até fazer uma foto pau aí fora o orgasmo e daí daí você manda as fotos para o cara né Daqui a pouco eu saio assim c****** Telma pediu né tem que ficar aqui pra sempre agora não posso apagar agora que eu não posso apagar e picá-la é meio é mané Tu vai com a máquina sou eu maravilhoso e o caso da marcenaria eu vi que tu postou no Instagram uma crítica série né sério tu e tu participou da investigação Tá só aí tu faz só da reconstrução ou de tudo é real eu comecei a participar do caso ele ainda tava desaparecido a notícia do desaparecimento do Marcos Matsunaga e nós fomos chamados né para para ver se ele tinha sofrido algum algum se ele tinha se tinha algum vestígio de alguma coisa no apartamento né que ele morava quando nós estávamos por marcar né de hora então nós vamos estar o dia no apartamento fazer alguns exames Se não me engano no dia seguinte apareceu o corpo em Cotia em Cotia eu não atendo não atendo a capital só São Paulo então aí que foi a equipe de Taboão que fez o corpo então nós já ia vamos lá de qualquer maneira para ver se tinha algum indício ali alguma coisa né quando a gente tem notícia já do corpo esquartejado nós já fomos para fazer aplicação do luminol para ver se a gente conseguia ver se ele tinha sido morto lá porque em até então a ele se não tinha confessado e o local E era uma cobertura a rir e ele comprou o apartamento do lado então como a cobertura gigantesca né só que ficou meio caminho de rato dente sabe por quê não então ele são dois apartamentos ele comprou do lado o acesso você tinha que passar pela sala para ir para não sei aonde ele era meio sem pé e sem cabeça embora muito grande na parte superior da casa do apartamento você não me engano era 144 banheiras Então você pensa assim você tem um corpo esquartejado a gente já tinha notícia de que tinha pouco sangue na sacolas e não seria fácil esquartejam corpo banheira né E aí nós fomos e fizemos a o luminol aplicação do luminol na parte superior inteira do apartamento começamos umas 9 10 horas da noite terminando as 5 horas da manhã exausto porque é exige muito nessa coisa do apaga a luz aplica você tá vendo não tá vendo e você tá vendo eu tô vendo um pontinho ali vamos fotografar ele ele existe acende a luz coleta né E aí nós interrompemos os trabalhos falar vamo interromper aqui e e ela e o o serelepe manda me manda e-mails a família a e seus trouxa não pegaram nada né eu não fui lá né que eu não fui lá em cima né E aí nós estávamos quase para ir embora o perito ali delegado né falou comunicou o advogado foi lá então a gente vai voltar amanhã a 8 horas da noite Como assim amanhã não terminou não porque a gente vai fazer agora a parte de baixo aí começou a aba atenção do Pandeiro no dia seguinte antes da gente ia lá confessa que dela teve o benefício da confissão né mas tudo bem então assim e aí nós fomos um dia seguinte fizemos o luminol e fizemos a reconstituição e eu eu poderia até contar determinadas passagens aqui mas eu acho que vai me causar problemas mas e nós estávamos dividindo peso em malas na reconstituição dá para ver se ela naquele tempo da filmagem do elevador sozinha tinha condições de pegar aquelas malas no tempo hábil né fazer sozinha toda aquela movimentação porque tudo isso você vai ter que comprovar né se você tem uma filmagem com horário vamos vamos reproduzir isso novamente para ver se foi ela sozinha mesmo para mostrar que nesse tempo tem como fazer isso E aí conseguimos dividir o peso nas malas e faltava a completar uma mala o e aquilo e me chama atenção né porque tinha uma caixa de vinho e eu fui colocar a caixa de vinho dentro da mala e foi chamada atenção a pelo amor de Deus você não sabe nem quanto custa uma caixa de vinho dessa você não tem noção tira que porque pode quebrar ela falou então tá bom Tá sabendo que pronto você vai não pode beber né mas é não mas é sabe aí você vê uma série A onde a vítima e colocar o cara comum a uma foi esquartejado Por que frequentava site pornô mano do céu para só de brincadeira ela vai ser a próxima princesa da Disney eu não concordo não acho legal você macular vítima e vitimizar o algoz não não achei bacana tu tá tendo trabalhar diretamente com o caso tu achou a série um pouco tendencioso é eu eu recebi uma crítica no Instagram é porque você como como você não foi prostituta é fácil você julgar os outros E aí eu falei como você não assistiu dois episódios que eu assisti a mais você não sabe o que você tá falando que foi o luminol e foi a ré com a não tá disponível né então super é essa entendeu então assim eu não tô falando de i***** não tô falando com a sua alegre né eu tô falando que eu tava lá eu vi não condiz não condiz uma coisa não tem nada haver com a outra você sabe né eu ser atacada por feministas porque eu não concordo com a minissérie Não não é isso pelo amor de Deus ninguém tá falando isso tá falando que teve um cara que foi picado humano é isso que eu tô falando teve um cara que foi picado tio por quem eu não quero saber porque ele foi picado e se foi o papa ou se foi uma prostituta ou se foi uma santa ou se foi um papa-léguas eu não quero saber mas picada picado mano acabou não tem você está invertendo né e eu não concordei e durante a reconstituição hálito percebeu alguma alguma coisa estranha ali enquanto ela contava a história é mas foi para te falei deixar eu posso encontrar aqui em baixo dos acredita todos os episódios que me chamou atenção acho que eu tenho eu tenho uma uma carinha ainda para puxar vai que eu acabei e o lume no almoço alguma coisa eu também não vou mostrar mostrou mostrou é como quando ela confessa né ela já com festa toda a dinâmica então aonde ela fala que deu disparo e ele caiu no chão ali a gente é conseguiu identificar o arrastamento foi teve o arrasto todo dele então teve um pequeno empoçamento e eu acho que o que foi a cabeça quando sangrou E aí teve o arrasto todo até o quarto aonde ela esquartejou e tinha um leve espargimento na parede não fica aquela mamãe chamei o meio roxo assim é meio azulado Grand pelo trajeto que o corpo passou região só a parte menor é rebote de uma rave é legal ficou como é que o clima nessas investigações que se passa a madrugada laços Pede uma pizza é de boa conseguem ter um clima leve ou é pesado você não é você não vai comer não na cena de crime né porque quem é o agente contaminador da cena de crime você né então é você que tá carregando ali ou uma roupa que você acabou de usar em outro local uma bota que ainda tem um pouco de sangue então é você ou agente contaminador e você também não sabe o que que aconteceu naquela cena para de repente falar vai dar uma pizza é mas assim e você viu que vai demorar Você viu que vai se estender ó é é de praxe falar vão demorar vão ficar aqui mais quanto tempo p*** Doutora no mínimo mais umas cinco horas tô chamando um lanche vai vir um lanche você come lá na viatura você entendeu ou sai dois vai comer volta entendeu então a gente também não vai ficar eu sou a perícia só saio daqui quando resolver não é que você tem que comer também né Umas o clima da equipe quando se investiga um caso pesado ele é uma energia é boa Vocês conseguem levar com humor ou é pesado um silêncio como é que é a gente a gente tenta sempre que possível entre nós ali fazer as nossas piadas internas Mas a gente sempre fica esperto um aviso o outro fala assim acha que chegou um familiar Então por mais que seja pesado Oi e a gente tem na nossa válvula de escape chegou um familiar o doutor tá conversando com alguém entendeu então a gente sempre fora têm presença e os microfones sempre são muito sensíveis né então a gente sempre fica ali esperto mas tem que ter tem que ter a Piada Interna tem que ter a descontração porque senão cê pira humor é fundamental nesse trabalho para não perder a cabeça assim entendeu então é perito e fotógrafo ali brincando sem entender o Já tomou seu remedinho hoje não vem ver tal coisa você viu tal coisa Não não vi o tio tá ficando velho sabe sempre tem uma descontração entre a gente precisa a gente ficar louco mano tá ficar mente pira né Vamos abrir para perguntas da galera vamos lá embaixo aqui aí de volta é telegram Pronto agora vamos lá beleza aqui quem mandou mensagem aqui te viu Rod a mensagem você fotografar cenas de crime onde não onde não resultou em morte exemplo eles vão exemplo no estúdio aqui é isso ajuda na resolução de crimes de que forma e não ao eu eu atuo justamente ao contrário eu só trabalho em locais de crime necessariamente com o evento morte né então ele pode ser um estupros seguidos de morte né mas necessariamente a minha equipe é acionada no evento morte morte de autoria desconhecida e a tem o seu Luiz ele mandou aqui surgir que convidem a não se quer uma sugestão de amigos é qual a influência de o r mandou qual a influência de obras de ficção livros filmes etc uma investir em uma investigação policial e olha é influência sempre vai ter um pouquinho porque você olha eu eu que gosto de séries tal você olha e você tem uma sacada de um crime que você pode trazer para sua vida prática você pode então você fala assim caramba É mesmo tal coisa eu não tinha pensado nisso por mais que seja uma ficção Se você olhar um pouco mais atento para aquela série que você tá vendo um pulo do gato sabe o ponto o cara teve aqui pulo do gato quantos locais não passou batido que eu não tive esse pulo do gato né então assim Tem coisas dentro de um limite plausível que eu eu pelo menos trago tem um exemplo uma série que que te iluminou sentida é um não é série Mas foi assim negócio do áudio aí Simpsons ah tá me chamou demais a atenção muito muito muito muito então assim é o trabalho com com peritos que como eles fazem a coleta de DNA eles são bem mais atentos né então eles vou dar um exemplo ele vai fazer a coleta de DNA aqui e aqui ele troca de luva é a mesma luva que ele coletou essa parte ele não vai usar a mesma luva se ele acha que esse aqui é de outra pessoa com a mesma luva para não haver contaminação então às vezes eu chamo atenção do perito você não vai trocar de luva E aí mas assim é disparado o quanto que ele chama minha atenção né então uma pega tua coisa para mim a pego lógico põe luva de luva porque eu tô com a máquina né então eu não vou ficar de luva porque eu posso estar contaminada Minha máquina também não então assim e aonde mais me marcou no outro aí simples tão vendo se eu falar Caraca mesmo porque eu manuseio errado porque eu mexi errado vou desconsiderar tudo viu Ah tu viu aquela série ou tu viu o documentário só que têm acesso né o Dias 5 é da People over 65 é muito boa também já está na Netflix acho que ainda dois é a da outra o programa de quatro por isso é do c****** essa série é muito boa é muito legal e você sabe que foi o cara você sabe o cara sabe que foi ele não é a luva quero a prova final que ia mandar o cara para cadeia invalidada né porque o cara é só no banco de trás do carro até levar no distrito no dia seguinte e a defesa dele comemora quando eu descobri vai Anna a esta vamos lá mais algumas Beleza tem tem uma aqui no telegram Mas tem uma mais um pouco mais completa que eu peguei do YouTube aqui Quem era o Gabriel é pergunta o que ela acha de jornais como Cidade Alerta que ficam em cima de ficou em cima dos casos se ela acha bom a mídia dar atenção a esses casos ou se acha que atrapalha Eu acho que atrapalha muito eu acho que atrapalha muito porque assim eu acho que ok Você foi lá prendeu esclareceu tá tudo resolvido se você quer é realmente mostrar essa violência Ok beleza mas ficar dando dica tá ladrão do que a gente está fazendo olá olá agora vai chegar a equipe para coletar a impressão digital olá olá agora vai chegar a equipe para não sei o quê Porque hoje em dia se pega DNA p**** mano pára né é pegar o molho de chave né a raposa né sobe do galinheiro o raposa segura aqui para mim p**** mano fala mas não precisa dar o Caminho das Pedras não precisa recentemente nós fizemos um local que o cara que roubou estava tem luva luva de luva cirúrgica é porque eu vi o sabe viu em algum lugar Pô para com isso né E que bom deixa eles usarem porque a gente sempre tem um meio de pegar e pegando EA imprensa ficar em cima de você sentando Pegar informação é chato também chato porque naquele momento qualquer coisa que você fale não nós ainda não temos pistas do suspeito o suspeito tá lá gargalhando né ou você fala assim não nós já temos um Suspeito o cara fala sério eu sou eu será que não sou eu é né e pilotei a então assim possa pergunta ali da violência de como foi não sei o que beleza mas o decorrer da investigação acho que os caras podiam ter um pouquinho mais de Tem coisas que eu vejo os problemas que eu tenho Dá Uma segurada que que tá me mostrando isso para que tem coisa quem vai uma notícia relevante no meu dia a dia isso mesmo e você tá ajudando no que quem informação que você tá passando e então me fala qual a informação que tá indo uma equipe de perícia lá pegar DNA do ar agora e daí os cara vão entrar Agora Numa não escafandro não é porque os caras são vilão né também né os caras ou mente né cara tem uma mente é maravilhosa né pra ficou foi o crime que tu eu sou p*** esse cara é um gênio do mal esse cara tem uma mente f************ Tem algum que te chamou atenção e recentemente eu fiz um caso é de uma menina de 9 anos e a morta e amarrada num parque Oi e me arrependo porque assim a minha o nosso trabalho é ali um bloco né no local E se a gente tá com alguma dúvida que o médico Legista após sua vida não se esclarecer a gente acompanha esse corpo até o IML para necropsia E começamos no comércio varejista ó a gente achou tal coisa tal pode ser tá o ferimento né A gente achou tá um instrumento é compatível na então muitas vezes a gente vai até o IML para continuar esse trabalho de entendimento do que aconteceu né Oi e eu me arrependo de ter ido no caso dessa menina da Raíssa me arrependo porque eu poderia o perito tá lá conversando eu poderia ter ficado do lado de fora porque ali eu vi o quanto que essa menina sofreu essa menina apanhou muito ela sofreu demais e em ver aquela menininha para mim era ela é a vítima mais pura que eu porque eu atendi em todos esses anos porque além de ser uma menina de nove anos ela era autista Então quem era o f************ com uma amiguinha de 12 anos é não tem nem como 12 anos como é que resolve esse tipo de caso e não ele foi preso no dia seguinte ele foi preso no dia seguinte e nós levantamos as imagens no mesmo dia vimos ele indo para o parque com a menina e no dia seguinte ele foi preso e apreendido né Para nós é cara com 12 anos já tem isso na Mente Não mas ele judiou muito né é muito louco judiou muito é isso é isso daí é um psicopata se der um esse menino é um psicopata e os pais não respondem nesse tipo de caso não sei que acontece com os pais que é responsável por pela criança então ele tinha mais de 80 ocorrências com assistente social [ __ ] entendeu então vamos lá mas gasta-se bora é tem aqui está no telegram G Almeida mandou aqui o lacaio Petry Telma Telma Qual foi o caso mais desafiador que você já trabalhou e já teve algum caso em que estava meio que na cara quem era o criminoso mas não haviam provas suficientes ainda e é eu acho que esse esse da Larissa que eu comentei Né tava na cara que era alguém ali do Isso é que é bem complicado né eu falar tava na cara porque todo mundo que investigou e de repente não chegou a prova vai ficar falando assim c****** mano então vai lá e prende cara né não mas eu digo assim eu digo tava na cara pelo tempo que a mãe foi no mercado e voltou quem sabe por 11 uma pessoa qualquer estar passando olharam portão aberto resolver entrar dentro de tantas casas resolver subir pegar a menina no banheiro isto para não matar com faca se limpar sair e ninguém vê então eu acredito que alguém ali do quintal você entendeu ali do para mim tá na cara já tomar até a provar que aí os outros que mais até mesmo dos Simpsons em atacar mas mas até provar né então é ir embora o Pesseghini tivesse sido esclarecido para nós profissionais ali de que tratava-se de um homicídio seguido de suicídio é ele foi bem desafiador por quê Porque a mídia a mídia bombardeando de que se tratava de do uma facção que tinha matado e ele inteira e E aí foram aparecendo essas pessoas que querem só aparecer mesmo testemunha falando ai eu vi um carro estranho e outro falando Ah E eu não ouvi nada então usar o silenciador para matar todo mundo e chega uma hora que é tanta informação falsa mas tanta informação falsa e você ainda não tem todos esses resultados laboratoriais que você fala assim caraca será que eu tô errada sabe isso é chega assim questionar de fala assim acho que eu tô errada não é possível tá todo mundo falando então ele é desafiador para sua convicção né até enquanto profissional que você fala assim não eu tô certa eu sei é isso quando tem muita muita conversa externa isso atrapalha atrapalha o psicológico investigando atrapalha por exemplo você perguntou lá como que você acionada o que eu falei ouvir a mensagem né vem uma mensagem e pela internet oficial ou o telefone eu não gosto de ler a mensagem então dá um local na área da Vila Formosa A então vamos vamos o quê que é homicídio resistência homicídio interno externo e interno é só isso que eu preciso saber porque se eu pegar aquela mensagem que foi escrita por pela autoridade policial da área acionando ele já vai contar uma história e aquela história já vai ficar na minha cabeça entendeu enviado então eu não gosto de chegar sugest amada eu não gosto de chegar sugestão nada eu posso chegar com o mínimo de informações possíveis aí aí tomei conhecimento já vi mais alguma coisa eu posso até E aí que que falava na mensagem entendeu aí isso é entre em contato com a mensagem depois deve entender porque senão você chega lá sugestionado você chegar no caso do é porque esse foi por telefone né quem acionou a gente foi o Datena né ao vivo Cadê a perícia Ah é né Tá louco você ainda não chegou né É porque a gente só tem você para atender entendeu quase não tem crime em São Paulo então aí a gente tá ali Tomando café né esperando aqui na chamada ocupado Olha a gente não tá E aí imagina se eu chego no local com a informação do foi uma facção que entrou e executou uma família inteira todo mundo comovido chorando eu vou chegar chorando também matar a família toda eu vou chegar sugestionado eu não quero chegar desse jeito Existe algum lá dentro desse alguma preparação psicológica para vocês para você saber lidar com isso na França a pergunta trança que você perguntou lá dentro a onda na política não é cada um por si e aprende sozinho a base que eu vou dizer porque cara na França nos Estados Unidos não é vamos lá mais que se tenho áudio dobro não aqui a passar colocar o fone então quero mandar uma pergunta por voz dele Bruno da Clarinha né não é só queria aqui já e prender aqui ó oi oi trocar o óleo do Bruno aqui lá a planta saindo aqui de um fio Aí agora vai fala até uma tudo tudo bem Eu queria saber da Telma Qual que é a coisa em séries e filmes que é mais bizarra em relação a essa profissão que eles retratam algumas coisas muito mentirosas ou que ela identifica na hora que é extremamente forçado o código gs1 e a rapidez né rapidez né o cara pega pega um pelo e manda isso daqui para o laboratório E aí já volta até a certidão de batismo do PA Olha é do João das couves foi batizado né Essa rapidez é é mentirosa né é aquela coisa de Laboratorial nós temos eu acho que a polícia científica ela deu nos últimos dez anos ela deu um pulo de 50 anos os equipamentos que a gente tem hoje os profissionais de laboratório laboratório que a gente tem hoje tá muito bem equipado mas não ao ponto de cinco minutos você ainda no local né Vai lá o delivery né o laboratório não mentira Então essa é eu acho que o que mais incomoda É nesse açaí é a rapidez da tecnologia a tecnologia veio mas não é nessa rapidez isso é ridículo de ver o DNA demora quanto tempo para ser desvendado em média a gente está tendo um retorno dos exames de DNA de três meses então o laudo já fica pronto e fica só esperando o retorno do DNA dois meses três meses quantidade muito grande né em média e quando eu tenho autoridade de consegue ver mais rápido consegue então às vezes você tem a prioridade não não porque é um caso de repercussão ou porque não a prioridade é a gente tem que ir buscar esse autor o mais rápido possível ou porque ele vai fugir ou porque ele vai viajar ou porque ele vai tentar burlar alguma coisa então aí as vezes a gente consegue diminuir bem esse prazo por prioridade vai para quanto tempo como diminuir umas duas semanas quase um mês Ah mas isso é porque a tecnologia ela ainda só permite que seja um mês ou burocracia demanda é muita coisa então você tem um laboratório em São Paulo dentro do Instituto de Criminalística de São Paulo atendendo o estado inteiro demanda chover mais uma questão que tem alguma que você parou aí ou tem uma no telegram boa aqui a boa peguei aqui é o Victor Corrêa mandou a boa aqui é quase sempre ocorre de vazarem fotos sobre esses crimes bárbaros Acho que são colegas de trabalho mal intencionadas e que pretendem ganhar por fora ou seria alguma outra coisa bom então eu na minha carreira toda em 27 anos eu tive dois casos aonde acharam que eu que tinha divulgado as fotos né Então as fotos periciais eu já tive consegue imaginar né um fotógrafo chegando falando assim meu toque meu cartão de Tira só uma foto para mim eu te pago tanto sabe é primeiro que assim eu acho que eu tô tô legal não vou eu não vou jogar 27 anos fora por causa de uma foto não vou entendeu E a gente tem dentro dessa cadeia de Custódia que eu tava te falando que eu não posso apagar foto eu tenho um arquivo fidedigno Eu tenho um registro né eu também tenho metadados então eu posso estar ali fotografando vamos por um caso de comoção um caso de repercussão aonde vão ter várias pessoas junto comigo no local eu posso tar lhe fotografando e na mesma posição que eu tô alguém com o celular fotografar ou com uma máquina pequena fotografar aí vão pensar que é quem a fotógrafa sim e aí pelo metadados Eu Consigo provar que a foto não é minha então isso aconteceu duas vezes não não vou me recordar o outro caso é o que mais assim eu tive que pegar realmente o metadados mostrar que era a minha era uma Nikon e aposto que tava lá uma Canon Então foi do caso do é daquela esqueci o nome dela agora que ela foi encontrada na represa de Nazaré Paulista dentro do carro que o namorado era um era um PM por não lembro Mizael Mizael Bispo esse nome é isso obrigado ele matou e jogou a jogou dentro do carro Nazaré Paulista E aí vazou uma das fotos do do da da necrópsia e a gente tava lá na necrópsia E aí falou não é a perícia E aí nós tivemos que provar comentados então assim quem faz isso na boa é um p*** de um mau colega mesmo mal colega mesmo que você tem que entender que aquelas fotos pode ser sua de propriedade intelectual só não são suas fotos a máquina não é sua é carga do estado você não tá lá como o Telma você tá lá como um fotógrafo técnico-pericial número tal tal tal tal tal Porque você não você não é o durante ali tirando foto entendeu então acho que o cara tem que ter isso em mente né quem divulga uma foto dessa e vamos falar a troca de quanto o jura mesmo que você tá assim baratinho vou ver mais questões aí é uma doido pode mandar aí as questões que a gente vai fazer a galera do YouTube também só para incentivar pai é tem a clássica pergunta clássica que a gente faz essa aí é eu acho que é bom quando a gente está lidando com temas pesados né É porque sempre vêm essas sempre que nem alguém da saia aqui os caracteres perguntam isso pelo início do podcast aí o tratamento eu falei mano você ficaram no São bonzinhos vai sobrar Então vai galera quer saber aqui se você já fotografou um anão o teste mais essa pergunta sempre mentira Sempre me chamou o cara da necrópsia de chamou coveiro é sempre pergunta se a não morre a vocês querem saber se eles materializou morre mas tem esse esse medo né não olha aí mais uma que não não São Paulo agora cidade do Brasil não não fotografia nunca fiz local da não tem 20 anos na polícia não nenhuma não sete nunca fiz uma não a gente tem alguma coisa que toma vergonha é uma coisa meus amiguinhos fotógrafos sabe quem fez o anão aí ó um cara desse interessante menina é ninguém já começou como uma piada mas tem começando a ficar meio preocupante vai ser uma investigação isso né onde já estão os anões é estatística também quando aparecer um cês vão ficar sabendo né não vai mandar a foto do lado do não selfie do lado da vai lá vamos lá o que mais tem aqui o link mandou mais uma pergunta no telegram que assim olá todos uma questão filosófica Telma para você que já viu o pior lado do ser humano acho que o ser humano é um ser muito mais maldoso ou muito mais bondoso qual a sua visão a respeito disso e ela disse que ele é bem mais bondoso Eu Acho É eu acho ele não tendo visto tanta coisa mesmo tendo visto tantas coisas é e eu era eu era para ser um ser inspirado se eu não se eu não tivesse conhecido as pessoas que eu conheci na vida policial pessoas que eu admiro pessoas que eu eu falo eu quero ser Igual essa pessoa eu quero ser padrão né na polícia é quando você vier um policial que você admira a gente tem o sargant fala assim pô tá mano esse cara é padrão sabe aquele cara em pego lá aquele cara que ele tem bom procedimento que tem então assim a quantidade de pessoas boas que eu encontrei foi bem maior do que todas essas desgraceira em Lisboa vamos lá mais perguntas bom aqui do telegram isso aí quem quiser mandar ainda dá tempo tá então agora vão para o YouTube e o pessoal vai mandar agora a gente vai catando aqui vou abrir que também preciso sol ver mais alguma aqui a tenho Wesley tava perguntando aqui é pergunta se o dentro da Corporação ela também teve que frequentar a escola de soldados não porque aí é o caso da Polícia Militar nova e eu sou policial civil então não o Yuri Santos mandou aqui ninguém mata a não porque não vai ser preso por coisa pequena O que é música Júlio Santos basta uma pergunta que ver se aqui faz sentido Felipe para pne é banco de DNA do Sérgio moro Seria uma boa ferramenta para identificar criminosos a funcionando bem já né porque o o abastecimento da do banco de DNA do nacional São Paulo nos últimos tempos de uma bela de uma abastecida nele então é um banco de dados de dados aí que tá funcionando bem tá indo muito legal então e é satisfação né de você fazer um local fazer uma coleta de DNA e da net com outro local de roubo que esse cara rodou é sensacional quando você fala p*** aí o meu trabalho sendo Oi para que que serve mesmo a para isso o Vinícius Vinícius com o Mesquita é perguntou aqui ó Existe algum risco de vida na cena do crime existe existe é quando você usa o ipes né que é luva sempre tem um sapato aí que que você use só para local né tal você pode se contamina contaminações local onde tem tuberculoso né então quando você faz esse manuseio em provas em um corpo e vou a sua luva rasga você vai ter contato com o sangue então já tive amigos que adquiriram hepatite um colega meu da minha equipe é ele foi como o bisturi cortar a roupa do da vítima E aí ele cortou vítima a roupa vítima e ele junto então veio o sangue junto no corte já entendeu E ele ficou lá meses tomando o coquetel de coco olho amarelado né então 160 tem risco de contaminação vamos ver aqui o Cadu Moura perguntou aqui ó eu tô tentou passar quantas vezes no concurso até conseguir uma primeira parte primeiro acho que ele tá eu acho que o Cadu está querendo tentar né pela telefone tá demorando para abrir né aí eu não sei de que o foi a última a última que teve a última turma que saiu Se não me engano é 2017 você não me engano ela 2017 é mais uma Nazaré Mônica Maniac sei lá fala daquela fazenda de Corpos nos Estados Unidos e se a mesmo válido para ajudar nas perícias que isso fazenda de Corpos é Esse é um local aonde o estado do mesmo jeito que tem doação de corpos para Faculdade de Medicina né então você teria que ter doação de corpos para que a gente pudesse estudar todas essas fases da morte né então vamos ser mais precisos no estado de decomposição Vamos ser mais precisos em dias de extremo frio em ambiente fechado em ambiente aberto em ambiente aberto úmido Então você teria que ter vários corpos em várias condições climáticas em várias condições de ambientes para você poder testar para você poder se aperfeiçoar entendeu então é chamado fazenda de Corpos isso tem nos Estados Unidos mas não tem aqui não ah entendi não editar sendo é um pedido da polícia para que tem Ah eu acho que toda a perícia gostaria de ter o Corpus para poder analisar como que melhor aperfeiçoar né várias técnicas né vamos ver mais alguma aqui você vai catando aí vai avisando tá bem esqueceu Daniela perguntou aqui já fotografou algum espírito tá boa Olha tem duas coisas que eu tenho muito medo na vida muito medo muito muito muito vocês não têm ideia grilo espírito Com certeza não não só tô gravando espírito nunca revelou uma foto e vi um cara sentado olhando sim eu ainda mais fotógrafo né fotógrafo você consegue fazer o seu espírito né é jogo de luz né Se você pegar ali e uma baixa exposição e né então eu acho que o fotógrafo é meio cético né porque vai falar é luz isso daqui eu quero dentro da técnica agora o grilo ele é real porque eu acho que é trauma de infância é só porque de Polaris sim dia não meu irmão meu Deus irmãos colocaram dois grilos em mini seguraram com lençol e eu não posso ver um grilo tipo desmaio não agora tô ficando um pouco mais eu agora é só grito vai fazendo as pazes com grilo aos poucos o Lucas ganhou humano aqui qual outro Campo da perícia mais complementa a fotografia o desenho técnico Nossa existe a carreira também do desenhista técnico-pericial então ele ele ele é um dos mais atuantes na reconstituição por exemplo que ele vai ter que ficar atento a toda essa disposição das pessoas que estão ali narrando a reconstituição que ele vai produzir um croqui né Então nada nada não deixa de ser acho que até um mais se assemelha ao fotógrafo tu não vem mais aqui é tivesse aqui pronto a Deus por aqui pergunta se ela já pegou algum caso em que o assassino tinha infância de filmes ou jogos a interessantes eu não peguei mas assim é eu estava no plantão em no dia então eu acompanhei todo tudo aquilo que aconteceu toda aquela loucura que foi o Matheus do cinema lembra que ele entrou no cinema Mateus da Costa Meira ele entrou no cinema e ele tinha assistido Clube da Luta e ela entrou no cinema Higienópolis e ele tá não sabia desse do Clube da Luta Dianópolis aqui é isso é isso o cara é a única que eu tenho ciência tarde entendeu nada não entendeu entendeu sacou tudo errado tem que ver de novo para não fazer aqui tem um livro que você viu o filme da mata pessoa compra um livro inteiro só para só para não acontecer nada aí não entrevista com autor do comentário ler sobre o que o autor fala sobre não custa não custa nada pesquisar no YouTube a mensagem do filme e também explicando o filme exatamente lá cara a gente fazer qualquer coisa Dá uma pesquisada bastante é assim mesmo assim chegar à mesma conclusão aí não posso fazer nada mas faz bem feita né não faz qualquer jeito também deixa eu ver aqui o Raul Brito ficou muito ofendido Nossa piada já não ele mandou aqui baixíssimo nível ficar sem senso de moda Brinca Aqui não tem nível aqui O livro é muito baixo o baixíssimo nível entendi a piada e é para é para não então eu nunca eu eu fui acabar com a não é abraçaria verdade é que esse tipo de coisa É verdade do que ter pesquisado mais sobre mais uma piada dele do começo no começo da Live tinha um cara reclamando aqui a gente deixa a tela preta e branca e deixa os microfones multados né até começar ele tava falando que isso era a falta de profissionalismo eu se ele falou isso mas ele falou que tava mal feito o programa de a gente não faz teu problema aí cara aí tu abre do jeito se quiser eu tô pagando aqui simples casa não cara se incomoda com isso só tem uma pergunta que o Vinícius Mesquita de novo qual a opinião delas sobre o fascínio da grande massa por fotos de crimes é curiosidade natural do ser humano ou é medo de acabar da mesma forma não acho que a curiosidade eu acho que a curiosidade a gente vê trânsito na Dutra e tem um acidente sentido Rio de Janeiro e o trânsito é sentido São Paulo por que por causa do curioso né fala Tem acidente acidente em gostei' Worten morto e para o trânsito então assim eu acho que é natural é curiosidade mesmo natural eu nunca vou esquecer no dia que tá voltando do litoral lá do Rio Grande do Sul na estrada né eu lembro de ver de um acidente e tá todo mundo paradinhas eu olhei e eu olhei também eu e a minha mãe falou não olha Arthur Aí eu virei para frente eu era uma criança natural uma curiosidade natural é mas é natural mesmo vamos ver aqui o cara perguntou aqui quem é que desenha em volta do corpo só o CSI Miami se você que eles dizem volta não existe que não pensar em Miami desenho em volta do corpo que tinha o auxiliar de Giz queria ver para ficar hoje para ir lá no sangue queria ver ela avança que assim ah não pegou não pega mais e o Gabriel perguntou aqui está religiosa esse já presenciou algo Paranormal Mas ele já falou já falou sobre si mais a religião há de se ter um papel na vida eu não vou falar em paranormalidade né Padre Quevedo explica mas assim é Eu já peguei locais pesados pesados de você sair do local e falar assim fala para ele tu mano eu tô bem o cara fala assim p*** também não vão parar tomar uma água é pesado energias é só de energia de você sair com o corpo você fala assim pô parece que eu fui atropelado por um Boeing estava de costas ainda né que eu nem vi é pesado mas não de sentir se comunicar nada mais não pelo amor de Deus alguém se comunica só o já citou bastante quase a religião tem tem algum papel na tua vida eu sou católica não sou praticante é só mais voltada é uma solteirismo então eu gosto mais de me apegar algumas coisas assim incensos velas cristais meus anjos da guarda entendeu eu falei bom é que eu falar aí eu sol fala bastante de caso de magia negra quando vem aqui no programa quando é alguma opção relacionada à É verdade alguma operação parecida com a sua tem ao abastecer é muitas vezes chega mais um boato né de pessoas que confundem aquela primeira leitura do local então a é porque tá no meio do mato e tinha um lençol um lenço vermelho vela eu acho que é local de uma já Negra você chega no local e não é nada daquilo o corpo foi desovado do lado do de um trabalho só você entendeu né ó tem um trabalho aqui tem outro lá eu não tenho corpo tá vendo tem outro lá e não tem corpo Então essa leitura mas assim Eu já peguei casos já peguei o caso do menino desaparecido e indicavam um terreiro né Eu acho que não vou lembrar se ela candomblé Não não lembro que eu não sou muito familiarizada bom e Nós entramos e tinha lá uma algumas ritualísticas com com animais Então você tinha muito sangue nos lugares né E aí a gente foi fazendo exame exame e tudo dando negativo para sangue humano e de repente um pratinho a gente pegou um positivo para sangue humano e depois acabou dando o sangue do menino entendeu mas a mãe falou que ele frequentava lá que ele ajudava a limpar as coisas que ele pode ter se arranhado entendeu a própria mãe e sentava aquele aquele centro ali então eu não sei ir e se caso eu não eu não eu não sou o builds vejo um cara perguntou se tu já assistiu Dexter que tem tudo a ver com a profissão né de todos essenciais aí o Dexter nunca assistir séries o mestre falou que ia especialista em espalhamento de sangue temos aqui no Brasil esta especificação e nós temos aqui no Brasil peritos dedicados exclusivamente a manchas de sangue e toda a leitura que essa mancha de sangue é capaz de direcionar no local de crime Então os peritos que pararam no tempo e a ação que uma mancha de sangue é só uma amostra de sangue vão se atualizar porque hoje você chegar no local e você tem manchas de sangue que possam te orientar ele vai de você tem exemplo uma mancha de sangue ele vai te orientar se o ferimento foi da direita para a esquerda se for de cima para baixo você pode até fazer uma provável altura entendeu É dinâmica Então hoje nós temos nós temos o o perito Daniel que ele é o Mato Grosso é valeu eu vou lembrar da onde ele é perito Daniel nós temos aquele aqui em São Paulo lá na equipe de Perícias do dhpp o pessoal tá se especializando também sim formando junto com a Keila então assim hoje nós temos uma grande quantidade de períodos que se dedicam a Esse estudo e tão assim trazendo notícias maravilhosas para a gente fazer uma melhor leitura em local o Gildásio Júnior perguntou como é que resgata o emblema Carla a tem o link que está fixado aí no chat cara é você clica no link e digita o emblema Acabei de rodar aqui mas eu vou rodar de novo código para você resgatar QSS São Paulo tem um tem um link no chat aí é só você resgatar direitinho aí ontem eu boa que é isso né vamos ter mais alguma pergunta interessante aí espera por aqui fechou tem só uma aqui então a teve alguma situação inusitada e causou empolgação para resolver a inusitada não eu não diria inusitada mas o que me causou empolgação para resolver foi a morte de um colega nós tivemos a morte de um colega era o primeiro dia de férias dele e ele foi e ele sofreu esse homicídio e por ironia a própria equipe dele foi quem tava de plantão e atender o local todo não assim foi E aí o ânimo então a gente tinha uma testemunha ocular nós tínhamos filmagens não muito boas mas coisas que que já davam aquele aquele difícil sabe nós tivemos uma comoção no dia de de policiais que foi assim absurda Absurda absurda eu acho que chegamos até 80 viaturas no local sabe ó eu acho que tá em tal lugar 80 viaturas se deslocando Então foi uma comoção muito grande e isso deu um gás mas dá um gás em todo mundo eu fiquei 40 dias fora da minha casa 40 dias fora da minha casa ué que foi a conclusão a solução desse desse crime Pegado e vamos dois preços os dois caras foram presos e quando isso acontece aí comemora é e de novo o Politicamente correto né comemorar eu não comemoro porque ele tá vivo né a mãe dele tá vendo ele de final de semana entende final de semana a mãe dele vai lá visitar ele né vai ter saidinha ele vai sair para ver a filha então ele tá vivendo né comemorado de fato eu não comemoro mas a satisfação tá na mãe do meu amigo abraçando todos nós policiais falando Obrigado isso é e teve um cara aí que mandou uma pergunta interessante aquele pelo te pediu sugestões de séries ou filmes que tem a ver com esse mundo que sejam boas que são legais para gente assistir eu gosto mais dos documentários de fatos reais mesmo né do que ia ficar pegando então eu na Netflix Se você pegar documentários de homicídio o caso do Gabriel Hernandes é maravilhoso eu gosto muito a falar minha lista Você não viu ainda ai é legal é legal sim é bacana então não vou te contar nada que é mais difícil de mel o do alguém Simpsons tudo que tiver adorei simples são as Eu recomendo assistir maravilhoso é bem para gente se atualizado que pode do que não pode e do que é possível do que não é possível a hoje eu acho que na dá para fuçar e bastante tem um monte de coisa para ver o making a murderer já esse é f*** é é é f*** por causa da atenção que fica ali que não sabe o que tá acontecendo né mas a gente sabe que é ficção né mas é infecção é alguma coisa né mas eu achei que era um fato realíssimo com ele e o máquina moer que é o cara um cara que ele deu a tese que o governo tá tramando para ele EA defesa diz que de água não mas tem um pouco de ficção né É tem um pouco de ficção não é tão bonitinho desse jeito que acontece né Aí você eu gosto de pegar esses documentários onde você se você tem mais aquela parte do bloco mesmo sabe de como foi de não sei o quê como desenrolou do que tem quantos capítulos daí mas tem bastante então isso tenho duas temporadas já então é mas é ficção não-ficção eles mostram a defesa as provas né que que assim é Tem uma trilha o negócio de viram uma grande novelas é vira uma grande novela entendeu é mais um beijo caso ele eu não sei como é que ele tá agora se o cara foi solto não foi Museu Nacional tem um muito bacana também que essa ele batendo aqui Não ouça isso é um apresentador que ele era quase um Datena alto ligado no Nordeste eu vi só um muito sódio aqui essa história essa história que ele né você quer te dava furo não era chave cremes anti todo mundo que é o maratona em um dia da maratona ia ficar só É ele é ele de mostra quem é sério não era ele morreu né E ai não era para contar né não tem problema eu gosto de esposa que dá vontade de ver dá mais vontade de venda é ele morreu eu não fica desses nem sabe o que aconteceu uma das teses é que ele armava os crimes para ele fazer o furo né então ele combinava com o b****** é outra tese aqui na não era nada disso né Então são duas versões aí e não é decidido nenhuma das duas coisas para fazer que nem eu falar do Matsunaga eu tava lá eu posso falar o quê o que condiz o que não condiz o pessoal de lá pode dizer o que é verdade ou não a gente não sabe nem se também é tendenciosa nessa mostra o que convém mas pelo que só mostra e vamos embora embora fala de novo do CSI em São Paulo para o pessoal resgataram no full PSOL como é que eles fazem lá beleza você rápido tá na tela aí pessoal esse é o emblema de hoje do episódio do à Deriva com a Telma é para vocês gastar você entra no site O link tá fixado no chat aí tá facinho é para você clicar código da parecendo se Açaí São Paulo SP a você que é Burrão e é isso aí vai ficar no ar até até amanhã as 2:30 da tarde vai ficar 24 horas no ar Então você tem tempo de resgatar está assistindo a gravação ainda hoje ou amanhã de manhã você tem tempo de resgatar isso aí tem hora é isso aí então valeu obrigado a Telma pela participação Achei que ia ser pior O pior é que o pessoal intenso para cá e depois ele fala isso é que eu falei mano seus e a pegadinha um negócio me tirar do sério e aí que que eu faço Fala mano Quer saber de uma coisa agora no meio do podcast vá né pode chamar o Datena pode chamar na linha agora pode conversar com a gente né porque tem um pessoal que quer te pegar na Corona assim pegar no contrapé lhe chamar ao vivo na mente não faz que é ou é só conversa mesmo legal bacana Então tá amanhã estamos de volta né sim com Nilson liboni ele é o que é juiz inteiro borra era jiu-jiteiro jiujiteiro dá certo acho que é sério de sério jitter Justiceiro Justiceiro é juiz de ter judicar do Jiu Jitsu então amanhã estamos de volta aí obrigado número que assistir os episódios à deriva da um like no vídeo vocês que estão entre mil 1.300 pessoas nesse Episódio e fósforo um lugar ano que tá aí dá um like para nos ajudar aí e deixa um comentário também nesse episódio que também nos ajuda também porque nós somos o melhor podcast da podosfera e precisamos da sua ajuda só para o pessoal do canal de corte que já tá soltando corte aí quanto tempo mesmo já estão faltando não não há 36 horas 7 minutos depois de que o carnes e Raça Live você pode começar a postar cortes é espere espere 36 horas de 7 minutos economize tempo se estaria mandando e-mail para mim Chorão até então tá tchau pessoal

Trivia

Curiosidades do episódio

O que o pessoal achou

Comentários


Compartilhe com seus amigos

À Deriva

Entrevista com um toque de humor, por Arthur Petry

Telma Rocha (Fotógrafa Técnica Pericial)

Telma Rocha é polical civil e atua como fotógrafa técnica pericial.